A partir desta terça-feira (4) é possível obter informações sobre as atividades realizadas pelo Centro de Apoio às Vítimas de Crimes (CAV Crime). Com o lançamento do endereço eletrônico www.mulherecidadania.al.gov.br/cavcrime toda pessoa que seja vítima de crime terá facilidade de saber onde encontrar apoio psicológico, social e jurídico.

O site foi construído com o intuito de servir às pessoas vítimas de violência, e orientá-las em como agir nesses casos de violência. O endereço eletrônico do CAV Crime ainda vai elucidar a respeito das funções de cada setor do órgão, e partindo do pressuposto do governo do Estado em priorizar a transparência no setor público, o site vai prestar contas à população dos trabalhos realizados pelo centro.

A coordenadora-geral do CAV Crime, Thaisa Costa, enfatizou a missão de aproximar o serviço da população, e segundo ela, o meio eletrônico vai facilitar bastante o acesso à informação e procedimentos em situações de emergência. “Vamos trabalhar alternativas para que a maioria dos usuários tenham acesso”, explicou.

Ela materializa o lançamento do site como a realização de um sonho, pois Thaisa Costa, entende a necessidade de divulgação do trabalho que é feito pelo CAV Crime, uma vez que diante das estatísticas apresentadas pela Secretaria de Defesa Social percebe-se que as pessoas vítimas da violência não conhecem o serviço. “Atendemos apenas um pouco mais de 1% da demanda”, diz a coordenadora-geral.

“O site do CAV Crime será mais um canal de divulgação da existência do órgão e queremos que a população reconheça que o órgão funciona”, afirma Thaísa Costa. Ela lembra também que a maior demanda no órgão é o atendimento a crianças e adolescentes vítimas de violência sexual.

O diretor-presidente do Itec, Luis Eugênio Barroca, salienta que ao acessar o endereço eletrônico www.mulherecidadania.al.gov.br/cavcrime o cidadão irá conhecer outras ferramentas, como os órgãos e secretarias de governo, de informação confiável e a identidade visual do governo estadual.

Durante a solenidade, o diretor-geral de Políticas de Defesa Social, Romildo José Dias de Albuquerque, sugeriu uma parceria entre o CAV Crime e a Secretaria de Defesa Social através de um link com o endereço eletrônico da secretaria, como forma de socializar ainda mais as atividades do órgão.

“Hoje temos um serviço lapidado, diferente do que era apresentado anteriormente, quando as polícias Civil e Militar, a Intendência e o Centro de Perícias Forenses apresentavam dados diferenciados da violência e hoje temos uma única estatística, mas foi um grande desafio integrar e unificar esses números”, ressaltou Albuquerque.

Histórico

O CAV Crime existe em Alagoas desde 2001, com atendimento jurídico, psicológico, social e recebe diariamente vítimas de crimes como tentativa de homicídio, lesão corporal grave, estupro, atentado violento ao pudor, cárcere privado e seqüestro.

O órgão funciona por meio de convênio firmado entre a Secretaria Especial de Direitos Humanos da Presidência da República, executado pela Secretaria da Mulher, da Cidadania e dos Direitos Humanos, com o objetivo de combater a impunidade através do atendimento às vítimas do crime e aos seus familiares e dependentes.