TVE exibe especial de tradições carnavalescas

Redação|
Escola de Samba
Escola de Samba / Iranei Barreto

Durante a semana de carnaval o programa Página Aberta, da TV Educativa de Alagoas, exibe duas reportagens especiais sobre o carnaval em Alagoas, ressaltando as Escolas de Samba de Maceió e o Bumba-meu-boi, esta importante expressão popular em nosso Estado.

Serão mostrados os bastidores das escolas de samba que desfilam este ano; os desafios enfrentados pelos membros das agremiações para manterem viva a tradição do carnaval no Estado; e as dificuldades financeiras e os incentivos que as escolas vêm recebendo por parte do convênio entre Estado, Município e a Liga das Escolas de Samba de Alagoas (Lesal).

A equipe do programa acompanhou os preparativos para o grande dia e apresenta, em primeira mão, os detalhes dos ensaios, mostrando adereços e fantasias sendo confeccionados nos barracões das escolas, a construção dos carros alegóricos e apresentando o enredo das escolas que desfilaram na noite de sábado (13).

Os telespectadores vão conhecer também algumas personalidades que fazem parte de uma legião de artistas populares do carnaval, responsáveis pela criatividade, brilho e animação do espetáculo que já se tornou tradicional no Estado.

A reportagem também conta um pouco da história da costureira Mariza, que há 25 anos ajuda a confeccionar fantasias para as escolas de samba e Dona Olga, que aos 73 anos já desfilou como destaque pela Portela e pela Mangueira, onde trabalhou com figuras famosas do carnaval carioca, e hoje confecciona adereços, ajudando a manter viva a tradição das escolas de samba da capital alagoana.

Folclore - O Página Aberta desta semana exibe também detalhes sobre o tradicional festival de Bumba-Meu-Boi, que é realizado em Maceió desde 1996, durante as prévias carnavalescas. Presente em várias regiões do Brasil, esta manifestação cultural é considerada por alguns estudiosos como uma das mais ricas representações do folclore brasileiro. Segundo registros históricos, a tradição do “Boi de Carnaval” ou, como é conhecido aqui em Alagoas, Bumba-Meu-Boi, surgiu aos poucos, com a inclusão de elementos das culturas européia, africana e indígena, com maior ou menor influência de cada uma delas, dependendo das variações regionais deste folguedo.

Em Alagoas, sobretudo na capital, essa manifestação artístico-cultural tem forte tradição na periferia. Segundo estimativas da Liga dos Bois de Carnaval de Maceió, existem na capital cerca de 90 bois, sendo 60 deles filiados à entidade. Só o Vale do Reginaldo concentra cerca de dez "Bumba-Meu-Boi”.

A reportagem mostra as dificuldades financeiras que também são enfrentadas por estes grupos e o material e o tempo que se leva para confecção de um boi. Acompanha também um pouco da história do Boi "Búfalo”, presente na disputa do título do Carnaval Alagoano de 2010. Conhecido pela população dos bairros de Ponta Grossa e Vergel do Lago, o Boi "Búfalo” este ano homenageou o saudoso radialista Edécio Lopes.

Para contar a história da paixão do alagoano por este folguedo, apresenta personagens interessantes deste universo como “Seu Vevéu”, como é conhecido pelos moradores de Maravilha, região do bairro do Poço, que mesmo enfrentando um câncer de garganta e uma doença pulmonar, o velho mestre participa do carnaval com o boi "Bumbá Alagoano". Para ele, a paixão supera todas as dificuldades. Seu Vevéu se dedica há 26 anos ao ofício e tem mais de dez títulos conquistados.

Os telespectadores vão poder conferir as reportagens especiais sobre a tradição do carnaval alagoano no programa Página Aberta, da TV Educativa, Canal 03, da TV Aberta e canal 06, da NET, que foi apresentado no sábado último, com reprise na segunda, às 16h30(15), e na próxima quinta-feira, às 21h(18). A reportagem é de Sérgio Torres, com imagens de Samuel Limeira e apoio técnico de Luciano Alves.

 

 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Todos os direitos reservados