Cerca de 90 pessoas entre funcionários da Vale S.A e prestadores de serviço fazem quarentena em suas casas após um consultor ter sido diagnosticado com a nova gripe. As informações são da própria empresa.

O prestador de serviço teve a doença confirmada no dia 19, após voltar de uma viagem à Argentina. Ele trabalha no 30º andar do Edifício Santos Dumont no Centro do Rio, que está fechado desde segunda-feira (22). 

Ainda segundo a empresa, o consultor passa bem, apresenta melhora importante dos sintomas e está em repouso domiciliar por orientação médica, conforme protocolo do Ministério da Saúde do Brasil. Até o momento, nenhuma das pessoas que fazem quarentena apresentou sintomas da doença.


Com o objetivo de preservar a saúde dos outros empregados e prestadores de serviço, a empresa esclarece que adotou medidas mais restritivas, e pediu que todas as pessoas que trabalham próximo ao consultor ou que tiveram contato direto com ele procurem o posto de saúde municipal mais próximo a sua residência informando o caso.


Segundo a empresa, o prestador de serviço só teve contato com pessoas que trabalham no 30º andar do prédio.

 

Balanço

Na segunda-feira (22), o Ministério da Saúde confirmou mais 25 casos de nova gripe no país. Com isso, o total de pacientes com diagnóstico positivo subiu para 240. Desse total, 16 são pessoas que pegaram a doença dentro do país. O governo diz que 159 casos suspeitos estão sendo monitorados.

 

Também na segunda, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) anunciou que vai intensificar o controle de passageiros em aeroportos, portos e áreas de fronteira, devido ao aumento no número de casos em países da América do Sul. Entre as medidas anunciadas, está um documento, de preenchimento obrigatório, sobre o estado de saúde de quem saiu da Argentina, do Chile, do Paraguai e do Uruguai. As companhias aéreas também deverão fornecer a lista dos passageiros assim que o avião pousar no Brasil.
 

A Organização Mundial da Saúde (OMS) informou que, em todo o mundo, há mais de 52 mil casos da doença e 231 mortes.