Pais de alunos das escolas municipais de Delmiro Gouveia, no sertão de Alagoas, denunciam que a merenda das crianças não está sendo distribuída corretamente e apenas “mel de abelha” faz parte do cardápio. O responsável pela distribuição da merenda confirmou que as crianças recebem o doce.

 

A reportagem do CADAMINUTO entrou em contato com a Secretaria de Educação do município, para ouvir a secretária Risalva Monteiro, mas ela não estava. O chefe de distribuição da merenda escolar Jailson Oliveira, revelou a falta da merenda em 22 escolas na zona rural. “A merenda chegou em Delmiro, na terça-feira (14) pela manhã e à tarde já estávamos distribuindo nas 14 escolas da zona urbana. Falta apenas a parte rural que já vamos começar amanhã”, disse  Oliveira.

 

Indagado se o mel realmente é distribuído nas escolas, Jailson disse que sim. “O mel é distribuído de acordo com o número de crianças de cada escola. Só não fico responsável pelo contrato da empresa”, revelou.

 

O mel é produzido por uma cooperativa no próprio município sertanejo.

 

Agora à tarde (16) acontece um seminário no auditório do Cefet-AL, onde vai ser discutido com secretários de educação e prefeitos do estado, questões relacionadas a qualidade da merenda escolar e como será feita  fiscalização dos conselhos. O seminário com o tema: “Merenda, um Direito Fundamental” é realizado pelo Ministério Público Federal de Alagoas.