O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Seccional Alagoas, Omar Coêlho de Mello, encaminhou ofício ao governador Teotonio Vilela Filho solicitando maior agilidade na nomeação dos 20 procuradores aprovados no último concurso da Procuradoria Geral do Estado (PGE).

“As nomeações trarão à PGE novas idéias, em busca de uma nova Alagas, longe da corrupção e da miséria que parece nos dominar, e que é nosso objetivo comum”, afirma Omar Coêlho no ofício.

Na sexta-feira passada, o procurador Carlos Neto – um dos aprovados no concurso e legítimo representante dos demais – esteve na sede da OAB/AL e pediu o apoio da entidade para o caso.

Na conversa que teve com o presidente da Ordem, Carlos Neto explicou a situação de inquietação dos procuradores aprovados no concurso e da manobra que está sendo feita pelo Estado.

No documento, Omar Coêlho afirma ainda que compreende “as intenções do governador em busca da recuperação real do Estado e, por isso, recorre no sentido de que seja determinada uma maior agilidade da PGE para que sejam feitas as nomeações dos aprovados no concurso da procuradoria”.