Um grupo de 20 aprovados no último concurso de procuradores de Estado está reivindicando a convocação e, em seguida assinatura do Termo de Posse. Na sexta-feira passada, o procurador Carlos Neto – um dos aprovados no concurso e legítimo representante dos demais – esteve na sede da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Alagoas, e pediu o apoio da entidade para o caso. 

Na conversa que teve com o presidente da OAB/AL, Omar Coelho de Melo, Carlos Neto explicou a situação de inquietação dos procuradores aprovados no concurso e da manobra que está sendo feita pelo Estado. 

“Não é racional convocar procuradores para exercer o cargo em caráter de urgência, quando há vinte servidores públicos aprovados num concurso. A Ordem vai se inteirar deste assunto e fazer as cobranças devidas”, disse Omar Coelho.