Com o lema ‘Saúde e Ambiente: Vamos Cuidar da Gente!’, as secretarias municipais de Saúde (SMS) e de Proteção do Meio Ambiente (Sempma), por meio do Conselho Municipal de Saúde (CMS), realizarão, nos dias 5, 6 e 7 de agosto, a 1ª Conferência Municipal Ambiental (CMSA).


O encontro, que acontecerá no Centro Cultural e de Exposições Ruth Cardoso, no bairro de Jaraguá, tratará do tema ‘A Saúde Ambiental na Cidade, no Campo e na Floresta: Construindo Cidadania, Qualidade de Vida e Territórios Sustentáveis’.


De acordo com o secretário municipal de Saúde, Francisco Lins, o evento será um momento para reflexão de todos os participantes. “Sabemos da importância de discutir os assuntos relacionados com a saúde do cidadão e a oportunidade é excelente para que isso aconteça. Nós, enquanto gestores, trabalhamos sempre com a prevenção. Se estivermos atentos a este princípio, evitaremos males à saúde da comunidade”, explicou Lins.


A conferência terá como objetivo definir diretrizes para a política pública integrada no campo da saúde ambiental, a partir da atuação transversal e intersetorial dos envolvidos com a temática.


A estimativa dos organizadores é de que o evento tenha a participação de 400 pessoas, na apresentação de painéis e nos grupos de trabalho que abordarão eixos temáticos como, por exemplo, o desenvolvimento e sustentabilidade socioambiental no campo, na cidade e na floresta; trabalho, ambiente e saúde: desafios dos processos de produção e consumo nos territórios; e democracia, educação, saúde e ambiente: políticas para construção de territórios sustentáveis.


“Com o encontro, definiremos as diretrizes para a garantia da saúde ambiental como direito fundamental do ser humano e como uma política de Estado, além de discutirmos as estratégias que possibilitem o fortalecimento da participação social”, afirmou o presidente do Conselho Municipal de Saúde, Gerônimo Ferreira da Silva.


A etapa municipal serve de preparação para as conferências estadual e nacional, que acontecerão até dezembro.