Com a participação de moradores da comunidade do Tabuleiro, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) realizou, nesta quarta-feira (22), uma simulação sobre o Plano de Atendimento em Situação de Emergência. O objetivo da atividade foi treinar os profissionais do Samu para executar os procedimentos operacionais de forma adequada.

A simulação contou com equipes do Corpo de Bombeiros, Polícia Militar, Guarda Municipal, Polícia Rodoviária Federal, BPTran, SMTT e das secretarias Municipal de Cidadania e de Assistência Social,

Durante a ação, as equipes envolvidas dividiram o local de simulação do acidente em áreas quente (fogo ativo que tem acesso somente do Corpo de Bombeiros); área morna (pouco afastado, mas também de acesso exclusivo do dos Bombeiros) e área fria, que é de atuação do Samu.

Nesses locais foram realizadas as triagens dos supostos pacientes: lona vermelha para pacientes mais graves, que utilizou a Unidade de Suporte Avançado (USA), lona amarela, destinada aos pacientes estáveis, que utilizou a equipe da Unidade de Suporte Básico (USB) e lona verde, utilizada para pacientes de baixo risco, ou seja, que foram atendidos no local, além da lona preta destinada aos casos de óbitos.

Para José Kleber da Rocha Farias Santana, médico do Samu e que chefiou a operação, o trabalho foi um sucesso porque tudo que foi planejado foi colocado em prática.

Para Cristóvão Melo, 57anos, que trabalha nos armazéns da Cooperativa de Açúcar há mais de 30 anos, local próximo do suposto acidente, a iniciativa é muito positiva, porque visa treinar os profissionais que atuam no Samu e no Corpo de Bombeiros e também serve de alerta à população de como agir em  casos de acidentes graves.

 “Aprovo o trabalho de todos os profissionais envolvidos, principalmente, do Samu que está sempre presente para salvar vidas”, destacou.