Assessoria 1343359009entrevista 3 1 Jeferson Morais durante entrevista no conversa de Botequim

“Eu pensava que o maior problema que Maceió enfrenta hoje fosse a segurança, mas não. O maior problema de Maceió hoje é saúde”. Esse é o primeiro diagnóstico do candidato à prefeitura de Maceió, Jeferson Morais (DEM) durante sua visita aos bairros. Nesta quinta-feira (26), o candidato participou da conversa de Botequim, com o jornalista Plínio. 

Dentre de diversos assuntos, Morais comentou alguns pontos existentes na administração da cidade e principalmente sua receptividade nas comunidades. Segundo ele, as visitas aos bairros estão lhe proporcionando uma avaliação real da necessidade da população mais carente. “Nas conversas que pude ter com alguns moradores, conseguir visualizar a saúde como um problema que não foi resolvido e que se agrava ainda mais”, disse.

Para o candidato a solução para a “deficiência existente” seria ampliação do Programa da Saúde da Família (PSF), que realiza o primeiro atendimento médico a população. “Hoje os postos de saúde funcionam como se fosse um comércio, das 8h às 18h. A doença não avisa a hora que vai chegar. Uma pessoa que sente um forte dor de cabeça tem que se deslocar para o HGE, porque o posto do seu bairro está fechado. Vamos tentar ampliar ao máximo o PSF, não somente no número de médico e enfermeiros, mas todo seu atendimento”, completou. 

Segundo Jeferson, Maceió cresceu muito na questão de estrutura, mas deixou a desejar no cuidado com as pessoas.
 

Campanha eleitoral
Nas caminhadas pelas grotas e bairros da capital, Jeferson afirmou estar sendo muito bem recebido pela população e que as primeiras pesquisas apresentadas lhe colocam em uma situação muito confortável. “Para mim a campanha já começou, apenas ainda não está no rádio e na televisão”, garantiu.

Segundo ele, a experiência como apresentador de televisão o ajudará muito durante a elaboração dos programas eleitorais. “Irei transformar os três a quatro minutos que tenho em algo muito interessante”, destacou.

Educação e Trânsito
“O VLT resolveria a situação se fosse construído no canteiro da Fernandes Lima”. Esse é o ponto de vista do candidato sobre uma solução do trânsito na capital e os grandes congestionamentos. De acordo com Jeferson, existe um projeto que viabiliza a circulação do transporte na principal avenida da cidade, sem a destruição da “beleza natural”.

Porém, ele destacou que mesmo com a construção de vias alternativas para minimizar o problema, a fiscalização das leis de trânsito não é aplicada. “É possível ver tranquilamente caminhões trafegando pela Fernandes Lima em qualquer horário. Carros estacionados nas calçadas e de qualquer maneira no centro da cidade. Existem leis, mas elas não são cumpridas”, afirmou.

A educação no município também foi um ponto discutido durante a entrevista. O candidato afirmou que dentro de suas ações, não poupará esforços para oferecer um ensino de qualidade, a exemplo como no município de Arapiraca, onde é desenvolvido um projeto de escola em tempo integral.

“Usaremos toda a nossa capacidade financeira para que Maceió possa ter escolas em tempo integral e creches suficientes para toda a demanda”.