Com o slogan “Não Morra pela Boca”, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), por meio da Coordenação geral de Vigilância Sanitária Municipal (Covisa) e da Inspetoria de Alimentos, intensificará até 12 de abril as inspeções com as equipes sanitárias, com objetivo de fiscalizar e orientar os comerciantes e a população sobre a venda de pescados durante a Semana Santa.

O secretário municipal de Saúde, Francisco Lins, afirmou que o melhor caminho para se ter saúde é prevenir as doenças. “Nosso trabalho consiste em oferecer o melhor em saúde pública para a população. Desta forma, a equipe da Covisa estará intensificando a fiscalização do pescado. Será uma maneira de orientar - tanto o comerciante quanto o consumidor - sobre como se proteger de males que possam oferecer riscos a saúde da população de Maceió”, explicou Lins.

As ações serão acompanhadas e monitoradas pelos inspetores da Vigilância Sanitária que percorrerão os principais pontos de movimentação da cidade. Os fiscais também afixarão faixas informativas e educativas nas áreas urbanas.

De acordo com o coordenador da Vigilância Sanitária, Ednaldo Balbino, o objetivo principal da ação é fiscalizar os alimentos para proteger a saúde da população. “Nosso intuito é levar para a mesa do consumidor alimentação saudável. Por este motivo é importante que se observe a higiene dos pescados, dos manipuladores, dos utensílios e das instalações locais da venda dos pescados”, lembrou Balbino.

De 6 a 8 de abril, os inspetores intensificarão as inspeções no horário noturno com orientações sobre as boas práticas no manuseio e na qualidade organolépticas (aspectos de peixes, crustáceos e moluscos) dos pescados em geral.

De 9 a 12 de abril, as equipes da Visa reforçarão as ações de orientação e fiscalização, com ênfase em atividades educativas e na distribuição de panfletos e informativos à população. O coordenador de Inspetoria de Alimentos da Vigilância Sanitária municipal, Ricardo Walker afirmou que os inspetores da Vigilância visitarão as balanças, mercados públicos, supermercados e locais de comercialização de pescados.