Michael Jackson não era apenas o Rei do Pop, mas também era um negócio de bilhões de dólares – e mesmo depois da sua morte, no dia 25 de junho em Los Angeles devido a uma parada cardíaca, pouco antes de iniciar uma temporada de 50 shows em Londres, ele deve continuar gerando muito lucro.

A morte do cantor aumentou as vendas de discos e a execução de suas músicas, e ainda por cima, deve render uma grande herança para a sua mãe, Katherine, e para os seus três filhos. O G1 listou os principais personagens, entre empresas e pessoas físicas, que podem lucrar com a a morte de Michael Jackson. Confira no infográfico abaixo.