Cerca de 1.200 pessoas, entre estudantes e professores do ensino fundamental e médio e representantes da comunidade, fizeram uma caminhada pela paz na cidade de Sobradinho, no Distrito Federal. A iniciativa foi de uma escola da cidade e contou com a participação de mais seis. Depois da caminhada, cinco escolas fizeram apresentações de teatro e música.

Segundo a coordenadora de Projetos na Área de Prevenção à Violência Escolar da Secretaria de Educação, Vera Cavalcante, a ideia do evento foi promover a filosofia da cultura da paz. "O objetivo é prevenir a violência com a cultura de paz, de diálogo, de convivência com amor. Buscamos desenvolver a consciência nos alunos e na sociedade", disse Vera.

De acordo com estudo da Secretaria de Educação do Distrito Federal e da Ritla (Rede de Informação Tecnológica Latino-Americana), divulgado no dia 6 de maio, quase 70% dos alunos das escolas públicas do Distrito Federal já presenciaram alguma agressão física no ambiente escolar e 15% foram vítima desse tipo de violência.

O estudo revela a presença de diferentes formas de violência nas escolas, desde agressões verbais até o tráfico de drogas e o porte de armas. Quase um quarto dos alunos diz já ter visto alguém portando arma de fogo na escola. Nas unidades de ensino localizadas nas cidades-satélites de Brasília, os índices chegam a 30%. E 3% dos estudantes afirmaram já ter levado arma de fogo para a escola.