Levantamento indica que nove entre 10 carros vendidos no Brasil é bicombustível, o chamado Flex, ou seja, funciona tanto com álcool como gasolina.

Estima-se que em 2012 metade da frota do País seja Flex.