Um estudo da ONG Transparência Brasil aponta que os parlamentares brasileiros são mais caros para o contribuinte do que nos Estados Unidos, Chile, Alemanha, França e Grã-Bretanha. A pesquisa comparou as verbas destinadas aos congressistas com o Produto Interno Bruto (PIC) per capita de cada país. Um deputado brasileiro, por exemplo, custa o dobro do que um americano.

No Brasil, que o PIB per capita é de R$ 19.503,84 ao ano, cada senador custa R$ 1.618.460 no período, enquanto um deputado gasta R$ 1.340.077. Já nos Estados Unidos, cujo PIB per capita é de R$ 91.607, um deputado custa R$ 2.938.799. Na Grã-Bretanha, os deputados custam R$ 756.006. Os números correspondem a 2007.

Segundo o estudo, um senador brasileiro custa, em termos reais, mais de três vezes o que custa um senador chileno para o contribuinte do país vizinho e "cerca de 8,4 vezes mais o que pesa um senador francês no bolso do cidadão ao qual serve".

Cada deputado brasileiro custa 5,5 vezes mais do que um alemão, seis vezes mais que um francês e 6,5 vezes mais do que um britânico, diz o estudo.

A ONG Transparência Brasil levou em conta o salário, a verba de representação (verba indenizatória), as viagens e a verba de gabinete. Os pesquisadores não encontraram informações sobre alguns casos em outras Casas Legislativas, como as verbas referentes a viagens no Senado americano.