Morreu na madrugada desta quarta-feira (1º) José Aristodemo Pinotti, secretário especial da mulher da Prefeitura de São Paulo. Ele tinha 74 anos e lutava contra um câncer no pulmão.

Pinotti estava internado no Hospital Sírio Libanês desde segunda-feira (29). Ele era médico ginecologista, e também deputado federal. Estava no terceiro mandato, mas tinha se licenciado.

O médico também era professor e chefe do Departamento de Obstetrícia e Ginecologia da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP). Nos anos 80, foi reitor da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e secretário de estado da Educação.

Pinotti também foi secretário de estado da Saúde e também da capital paulista, além de secretário estadual de Ensino Superior. Ele integrava a Academia Paulista de Medicina, e publicou 37 livros científicos e milhares de artigos em jornais e revistas nacionais e internacionais.

O médico integrava diversas associações brasileiras e estrangeiras de ciência e saúde.