Um sobrevivente foi resgatado do Oceano Índico na manhã desta terça-feira (30), na região próxima às Ilhas Comores, onde um Airbus A310, da companhia Yemenia Air, caiu a cinco minutos de pousar, informou o vice-diretor geral de operações da companhia, Mohammad al-Sumairi, em entrevistas às agências internacionais de notícias.

A informação foi confirmada pelos jornais franceses “Le Monde” e “Le Figaro”, porém, com base em fontes diferentes.

“Nós ainda não sabemos a nacionalidade ou o sexo da pessoa resgatada”, disse, sem informar mais detalhes sobre as operações de resgate.

De acordo com Mohammad al-Sumairi, as operações de buscas são difíceis por causa das más condições metereorológicas. "Um mar agitado e um vento forte dificultam os trabalhos de buscas e resgate", afirmou.

Alguns corpos e destroços do Airbus A310, da companhia Yemenia Air, foram localizados no Oceano Índico, na região das Ilhas Comores, disseram o vice-presidente da Aviação Civil Iemenita, Mohamed Abdel Abdel Kader, e o gerente do Aeroporto de Moroni, Hadji Mohamed Ali. Os destroços e os corpos teriam sido avistados após um voo de observação, no início da manhã desta terça, horário local.

O número de corpos resgatados, no entanto, anda é incerto e varia, segundo informações das agências internacionais, entre três e sete.

Segundo Hadji, barcos de vários tipos, inclusive de pescadores, rumaram para o local do acidente e ajudam nas operações de resgate. “Todos os nossos recursos estão sendo enviados para o local, inclusive barcos de pescadores”, afirmou.

O governo francês colocou à disposição um avião e duas embarcações para serem utilizados em resgates. Essas equipes já teriam partido para o local do acidente.

66 franceses

O Airbus A310 da companhia Yemenia Air caiu nas proximidades das ilhas Comores, no Oceano Índico, com 153 pessoas a bordo, segundo informação divulgada pela companhia aérea, sendo 142 passageiros e 11 tripulantes.  Os jornais franceses dizem que 66 franceses estariam a bordo.

De acordo com a rede de TV CNN e agências de notícias, o acidente ocorreu no início da madrugada desta terça (hora local, por volta de 17h no horário de Brasília). O avião teria caído cinco minutos antes de chegar a seu destino. 

Segundo os jornais “Le Monde” e “Le Figaro”, o voo IY 626 partiu de Paris em direção a Moroni, nas ilhas Comores, com conexões em Marselha, na França, e em Sanaa, capital do Iêmen.

Inicialmente, os passageiros embarcaram em um Airbus A330, e na conexão em Sanaa trocaram de aeronave, embarcando em um Airbus A310. Em 31 de maio, um outro Airbus, modelo A330, que partiu do Rio de Janeiro em direção a Paris, caiu sobre o Oceano Atlântico, matando 228 pessoas.