Ministério confirma mais 25 novos casos de influenza A no Brasil

  • antoniomelo
  • 22/06/2009 23:27
  • Saúde
O Ministério da Saúde confirmou ontem (22) mais 25 casos de Influenza A (H1N1) no Brasil. Os novos casos estão em São Paulo (15), Espírito Santo (3), Santa Catarina (3), Distrito Federal (2), Maranhão (1) e Minas Gerais (1). Com a confirmação dos novos casos da nova gripe, o número de infectados pela doença no país chegou a 240.

Os estados com casos da nova gripe são São Paulo (110), Rio de Janeiro (30), Santa Catarina (32), Minas Gerais (25), Distrito Federal (13), Rio Grande do Sul (7), Tocantins (4), Espírito Santo (6), Mato Grosso (3), Paraná (3), Bahia (2), Goiás (2), Alagoas (1), Rio Grande do Norte (1), Maranhão (1).

Segundo o ministério, existem 159 casos suspeitos da nova gripe e estão sendo acompanhados pelo Ministério da Saúde. Outros 592 casos foram descartados.

Dos 240 casos confirmados no Brasil, 16 são de pessoas que pegaram a doença dentro do país. O número foi atualizado pelo ministério nesta segunda-feira. De acordo com o ministério, a transmissão dentro do território nacional é limitada.

Os casos da nova gripe em São Paulo já afetam o ritmo das aulas em alguns colégios da capital paulistana.O Colégio Palmares, localizado em Pinheiros, na Zona Oeste de São Paulo, antecipou para esta terça-feira (23) as férias inicialmente marcadas para 30 de junho. A mãe de um dos alunos da 8ª série informou, no sábado (20), que o garoto foi contaminado pela nova gripe.

O menino, vítima do vírus H1N1, fez uma viagem para Buenos Aires, na Argentina, durante o feriado de Corpus Christi. De acordo com a assessoria do colégio, ele está em casa, passa bem e está sob monitoramento.

Os colégios Magno e Pueri Domus também anunciaram o encerramento antecipado das aulas deste semestre por causa da doença.

Organização Mundial da Saúde (OMS) divulgou ontem (22) um novo boletim sobre os casos da gripe suína no mundo. Segundo a agência da ONU, há hoje 52.160 casos da doença e 231 mortes - 51 a mais do que o último balanço divulgado na sexta-feira (19).

Os EUA concentram o maior número de casos, com 21.449 pessoas doentes. O México é o país com maior número de mortes, 113. A OMS declarou no último dia 11 pandemia da doença, que começou no México e nos EUA.