A página oficial do Fundo Especial de Modernização do Poder Judiciário (Funjuris) na internet, inaugurou nova ferramenta, nesta segunda-feira (22), para disponibilizar na internet o informativo de todas as despesas e repasses diários de recursos geridos pelo fundo. A mesma tecnologia está disponível na página principal do site do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/AL) e poderá ser acessada por qualquer internauta que navegue pela rede mundial de computadores.

“Queremos dar maior transparência às ações do Funjuris”, disse o juiz Nelson Tenório, presidente da comissão gestora do fundo. Segundo o magistrado, o projeto de implantação da nova ferramenta tecnológica foi idealizado no início do ano e desenvolvido a partir de reuniões da comissão junto à Diretoria Interna de Tecnologia da Informação(Diati) do TJ/AL. “Nosso objetivo é permitir que toda a população possa acessar e ter o controle dessas informações financeiras”, frisou Nelson Tenório.

De acordo com a equipe de web designers responsável pela criação do link despesas dia a dia, a ferramenta permitirá o acesso e controle de todas as movimentações de recursos feitas pelo Funjuris. “O internauta poderá navegar pelas diversas categorias e assim acompanhar quanto foi gasto em construções, reformas, aquisições, informatização, manutenção de fóruns e Juizados, convênios e contratos”, explicou Lauro Arthur Reis, analista de sistemas, que junto com o coordenador José Rômulo Ribeiro, desenvolveu a nova tecnologia.

Antes da implantação do link despesas dia a dia, o site do Funjuris já divulgava informações sobre a arrecadação geral do Fundo, dados que podiam ser acessados tanto em sua página oficial quanto nos sites do Tribunal de Contas do Estado e do Siafem (Sistema Integrado de Administração Financeira dos Estados). A partir do lançamento da nova tecnologia, a comissão gestora do Fundo passa a alimentar a página com atualizações diárias sobre os recursos gastos e suas devidas aplicações.

Fiscalização de reformas e obras

Ao acessar o novo link, a população também poderá obter informações sobre a aplicação de recursos geridos pelo Funjuris em obras como a reforma do fórum Desembargador Jairon Maia Fernandes, entre outros empreendimentos. Conforme ressaltou Nelson Tenório, desde o dia 19 de maio, a comissão gestora do Fundo encaminhou à Procuradoria Geral de Justiça um ofício, solicitando a indicação de um promotor de Justiça para realizar o devido acompanhamento e fiscalização quanto aos recursos aplicados nas obras de reforma do prédio do Fórum da Capital.

 “As portas do Funjuris estarão sempre abertas para a população, que poderá nos procurar no sentido de esclarecer qualquer dúvida a respeito das informações disponibilizadas em nossa página na internet ou para conhecer o nosso trabalho”, afirmou Nelson Tenório, acrescentando que os números 4009 3272 e 4009 3237 estarão a disposição do público para reclamações, sugestões ou dúvidas. As solicitações deverão ser encaminhadas por escrito à comissão gestora.

Também integram a comissão gestora do Funjuris os juízes Roldão de Oliveira e Adriana Carla Feitosa.