Os vereadores por Maceió não colocaram para frente a Comissão Especial de Investigação (CEI) da “máfia do lixo”, sepultando-a antes mesmo de nascer, mas prometem atividades intensas nas outras duas CEIs que tem como alvo a iniciativa privada. Uma tem como foco a Braskem; a outra, os preços dos combustíveis em Maceió.

Em relação a CEI dos Combustíveis – presidida por Théo Fortes (PTdoB) – os representantes de distribuidoras e da Agência Nacional de Petróleo (ANP) devem ser ouvidos na segunda quinzena de agosto em convocação. Isto faz com que a Comissão possa apresentar um relatório final lá para os meados de setembro. Ao menos é o que espera Fortes.

Quanto à CEI da Braskem, o presidente Marcelo Malta (PCdoB) espera reunir a comissão nesta semana. De acordo com Francisco Holanda (PP) – que é relator da CEI dos Combustíveis – “Malta tem feito um bom trabalho junto com os demais membros da Comissão”. É prudente esperar o relatório e efeitos práticos – se tiver! – para um melhor juízo de valor.

A CEI da Braskem retoma as atividades no dia 4, quando os membros – conforme Marcelo Malta – definem um cronograma de atividades. O que o caro leitor espera destas CEIs? Bem, esperemos ao menos os relatórios, como já frisado!
 

Estou no twitter: @lulavilar