Cortesia - Alagoas 24 horas (Arquivo) Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Cabo Luiz Pedro

O vereador Luiz Pedro (PMN) retornou à Câmara Municipal depois de uma longa licença médica. Voltou – inclusive – com o mesmo foco: os ataques ao prefeito Cícero Almeida (PP). O edil do PMN aproveitou o discurso do presidente Galba Novaes (PRB), que é aliado do prefeito de Maceió, para ressuscitar a discussão da “máfia do lixo”, ao falar sobre segurança pública.

Eis um assunto indigesto que a Câmara Municipal demorou para conseguir sepultar – com todas as letras! – dentro do parlamento-mirim, dando fim à Comissão Especial de Investigação (CEI) que sequer chegou a existir. Luiz Pedro destacou: “tenho dois conjuntos e dizem que lá o povo tem hora para dormir, para acordar, para comer, para tudo”. Era o começo do discurso que tinha – inicialmente – o foco na segurança pública.

“É mentira!”, retrucou. Com o discurso de sempre lembrou que os seus conjuntos – conhecidos pela política da “disciplina rígida” – não registram índices de violência. E sobrou até para o Governo do Estado, que também foi alvo por conta dos números da criminalidade. Mas, o ataque veio mesmo ao prefeito: “esses R$ 200 milhões (eis que a máfia do lixo entra em cena!) desviados pelo prefeito dariam para fazer uma boa segurança em Maceió”, alfinetou Luiz Pedro.

Luiz Pedro ainda criticou a extinção das subdelegacias e cobrou concurso público. No fim das contas, o vereador do PMN mostra que ainda é uma pedra (ou tenta ser!) no sapato do prefeito Cícero Almeida, com quem já trocou farpas por meio da imprensa. O vereador já teve a credibilidade questionada pelo chefe do Executivo. Vale lembrar que o homem que fala de segurança – no caso o edil! – é o mesmo que é acusado de sequestro, homicídio e ocultação de cadáver. Mas, isto está com a Justiça...ela que resolva...

Porém, não se nega que este fato pesa e depõe contra o discurso de quem retorna a Casa depois de um tratamento médico, mas continua disposto a galgar no campo da oposição...

Sílvio Camelo (PV) – líder de Almeida na Casa de Mário Guimarães - ainda tentou pedir a Luiz Pedro que voltasse à fala central, que era a discussão sobre segurança pública, mas ouviu do vereador do PMN a seguinte frase: "O senhor está sendo pago pra defender esse prefeito ladrão, não é? O mandato dele tá acabando e eu quero ver o prefeito dar uma banana bem grande para Maceió. Se preocupe não". É o estilo Luiz Pedro!

Estou no twitter: @lulavilar