O presidente da Câmara Municipal de Maceió, Galba Novaes (PRB), se reuniu – na manhã desta sexta-feira, dia 22 – com o prefeito de Maceió, Cícero Almeida (PP), e com o promotor do Ministério Público Estadual, Flávio Gomes de Barros. De acordo com a assessoria de Novaes, o assunto foi segurança pública na capital alagoana.

Novaes e Gomes de Barros apresentaram ao prefeito a ideia do “bico legal”. O vereador – após a polêmica – tende a tratar a ideia como uma questão de honra, para mostrar que não é uma “visão pequena”. Além disto, de forma mais ampla discute a construção de mais uma pasta no Executivo: a Secretaria Municipal de Segurança Pública, que será aprovada pela Câmara Municipal de Maceió já no retorno das atividades.

Se terá efetividade, ou será mais uma como a de Direitos Humanos, que foi fechada, lacrada e sepultada após a saída de Pedro Montenegro, é algo que a história dirá. Novaes defende a pasta, inclusive garantindo – ao prefeito – celeridade na votação desta, “no intuito de já por em prática as ações da nova secretaria”.

Para defender o bico legal, Novaes levou o verdadeiro autor da ideia na Terra dos Marechais, o promotor Flávio Gomes de Barros. Segundo a assessoria de Novaes, o promotor teria afirmado que traz lucro tanto para o município, quanto para o Estado. Esperar para ver o que nos trará a Segurança Pública, afinal iniciativas neste sentido são importantes, já que violência é uma questão de preocupação nacional e local também, como se vê nos fatos corriqueiros que tomam conta da imprensa.
 

Quanto ao "bico legal", eu volto ao asunto no Conversa de Tuiteiro...

 

Estou no twitter: @lulavilar