O desembargador Orlando Monteiro Cavalcanti Manso decidiu, conforme publicação do Diário Oficial desta quarta-feira (10), negar o pedido de habeas corpus a quatro acusados de porte irregular de arma de fogo, na cidade de Coruripe. Presos em flagrante, Carlos Henrique Ferreira Santos, José Tomaz Santos Ferreira, Marciel Roberto Santos e Carlos Miguel de Sá Ferro estão detidos desde 22 de maio de 2009.

A defesa dos acusados alegou, no pedido de habeas corpus, que os mesmos possuem pressupostos para responderem ao processo em liberdade, por serem primários e com bons antecedentes e ainda terem residência fixa e profissões definidas, todos residentes em Junqueiro.

Com os acusados foram apreendidos um veículo Fiat Uno, duas pistolas Taurus modelo PT58, um revólver calibre 38, uma bala clava preta e a quantia de R$ 3.500. O juiz de 1º grau não concedeu a liberdade provisória aos acusados baseado em algumas contradições nos depoimentos, o que torna necessário uma apuração mais detalhada por parte da polícia.

O porte ilegal de armas de grosso calibre sem autorização, segundo o magistrado, demonstra a audácia e periculosidade dos acusados, provocando insegurança à ordem pública e a própria sociedade. “O juiz impetrado fundamentou de forma satisfatória o motivo pelo qual não concedeu a liberdade provisória dos pacientes e os manteve presos. Nestas condições, não nos resta outro caminho senão indeferir a liminar rogada”, explicou o desembargador Orlando Monteiro Cavalcanti Manso.