As relações entre o deputado estadual João Henrique Caldas, o JHC (PTN), e o presidente da Assembleia Legislativa do Estado de Alagoas, Fernando Toledo (PSDB), estão em vias de “azedar” de vez.

Não bastasse a ação na Justiça – por parte de JHC – contestando a formação das comissões na Casa de Tavares Bastos, o deputado do PTN tem sido incisivo em suas colocações. Ele afirma – categoricamente – que o atual presidente age de forma “antidemocrática” e rasgando o Regimento Interno ao sabor de suas vontades, como foi o caso das indicações para as comissões que não levou em conta os partidos.

Os líderes dos partidos – na visão do deputado – não são ouvidos por Fernando Toledo, que já acumula rusgas também com o deputado estadual Antônio Albuquerque (PTdoB), líder de partido (diga-se de passagem). As comissões teriam sido compostas – como já dito aqui neste blog – de acordo com o grau de afinidade dos parlamentares com a Mesa Diretora.

Assim, se forma na ALE o alto clero e o baixo clero. Um com muita decisão, o outro com alguns insatisfeitos, mas com poucas vozes. Circula nos bastidores a informação de que JHC não é o único insatisfeito com a presidência de Fernando Toledo, mas – os demais – vivem de cautela e evitam a exposição. Claro que nem tudo é comissão, há outros assuntos.
 

Estou no twitter: @lulavilar