O porta-voz das novas alianças, o prefeito Cícero Almeida (PP) – segue na busca de fechar acordos para o ano de 2012. O desafio tem sido – como em todo chapão (foi assim em 2010, o que acabou dissolvendo alguns acordos ao longo do processo) - aglutinar os interesses individuais em um mesmo tabuleiro de xadrez. Mas, vale lembrar, que em uma das pontas deste “tabuleiro” está o senador Renan Calheiros (PMDB); que avisa: seu partido vai participar do processo, se não na cabeça da chapa, indiretamente.

Se isto é bom para Almeida, ou ruim para o prefeito, o futuro dirá...

Na busca pelo fecho das novas alianças, uma proposta: a dobradinha Galba Novaes (PRB) – presidente da Câmara Municipal de Maceió – e Mozart Amaral (sem partido), o homem dos sonhos do prefeito Cícero Almeida para ocupar sua cadeira. Amaral – que ocupa a pasta municipal da Infraestrutura – ainda não teve sua densidade eleitoral medida pelas urnas e - conforme alguns “especialistas” - é muito pouco tempo para se construir o sucessor de dentro do ninho almeidista.

Desta forma, nada mais natural que as declarações de Novaes, no dia de ontem, quando ao lado do prefeito Cícero Almeida (PP), disse que o chefe do Executivo era quem iria capitanear o processo de construção de uma candidatura. O presidente da Câmara é cortês, prudente e espera o resultado das negociações em andamento...sem se expor como vitrine, pois é chefe de um Poder.

Novaes disse que estaria ao lado do prefeito. Claro que vai estar, diante do atual cenário! Surpresa nenhuma, quanto a isto! Novaes pode contar com Mozart Amaral (leia-se Renan Calheiros e Cícero Almeida) ao seu lado. Quem sabe até ser o candidato a prefeito, com Amaral como vice (ou não)!

Como fica Ronaldo Lessa (PDT) nesta história?! Bem, o pedetista está livre – ao menos por enquanto – para ser candidato. O PDT – como já afirmou Almeida e o próprio Lessa – também está na reedição do “chapão”. Entre pedetistas, há a intenção clara de fazer Ronaldo Lessa prefeito. Acreditam na densidade eleitoral do ex-governador, mesmo depois das recentes derrotas nas urnas. Ronaldo Lessa – em público – já declarou que uma candidatura majoritária se constrói em grupo e não por vontade solitária; neste caso, também estaria disposto a apoiar um grupo em que ele não estivesse na cabeça. O que Lessa ganharia com isto? Uma pergunta, cuja resposta vai estar em um futuro...

Assim, Almeida luta para fazer seu sucessor, mas nem de longe é o principal nome, o principal articulador, ou o conselheiro-mor destas alianças! Pode haver até quem desfaça tudo que ele faz e ainda conte com seu aval!

O sorrido de Almeida e Galba Novaes, na mesma foto, mostra que os espaços do presidente da Câmara Municipal de Maceió estão assegurados. Colocaria do mesmo lado Renan Calheiros e Fernando Collor de Mello (PTB), que tem uma proximidade grande com Novaes.

O problema é que dialogar com Cícero Almeida, é estar ciente de que - como adora cantar Mercedes Sosa – “Todo cambia”.

 

Estou no twitter: @lulavilar