O projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) – como era esperado – foi aprovado na sessão Parlamento na Praça. Agora inicia o recesso regimental dos edis. De acordo com o presidente da Casa de Mário Guimarães, este não era cumprido há dez anos, pelo atraso na tramitação da LDO. A lei aprovada já segue amanhã para o prefeito de Maceió, Cícero Almeida (PP).

A LDO – também como previsto – foi aprovada por unanimidade, com nove emendas publicadas no Diário Oficial do Município (DOM) de hoje. As emendas são de autoria de Galba Novaes (PRB), Heloísa Helena (PSOL), Théo Fortes (PTdoB) e Fátima Santiago (PP).

“Amanhã mesmo o ofício da LDO estará sendo entregue ao prefeito e a Casa de Mário Guimarães entra em recesso a partir de hoje”, confirmou Novaes. Além da LDO, outros projetos foram aprovados, como a gratificação por avaliação de desempenho dos servidores do Iprev e o projeto de prorrogação do mandato dos conselheiros tutelares.

Novaes avaliou a sessão como “proveitosa” e cheia de projetos “importantes”. Na visão do presidente: “todo este esforço dos parlamentares reforça o compromisso que esta Casa tem com o cumprimento de suas atribuições”. No segundo semestre, os vereadores apreciam o pré-projeto que institui o subsídio dos servidores do município e o polêmico projeto do aumento do número de vereadores.

 

Estou no twitter: @lulavilar