Raul Malta - Cada Minuto Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Carro do subgerente é encontrado

Uma ação bem planejada por uma quadrilha especializada em roubo a agências bancaria, conseguiu levar uma grande quantidade de dinheiro, ainda não revelada pelo Banco do Brasil de Mata Grande, sertão de Alagoas. O assalto ocorreu na manhã desta quinta-feira (28). O carro utilizado na fuga foi encontrado abandonado na zona rural do município.

De acordo com o cabo Washington, o veículo Corsa Classic, cor prata, placas NLX-5912, de Arapiraca, Alagoas, utilizado na fuga da quadrilha acabou sendo encontrado na noite desta quinta-feira (28), nas proximidades do povoado Santa Cruz do Deserto, com a chave na ignição. Outro veículo esperava no local que dá acesso aos estados da Bahia e Pernambuco.

Na sede da 3ª Companhia da Polícia Militar, foi identificado que o veículo pertence ao subgerente da agência. Na última quarta-feira (27), o subgerente foi feito refém quando descansava no hotel. Cabo Washington não acredita que algum funcionário da agência tenha envolvimento com o crime.

“Não está descartado, mas a vida do subgerente era muito vulnerável ele dormia no hotel que sequer tinha vigilante. A garagem dá acesso diretamente aos quartos. A ação criminosa foi feita por especialista e contou com muita gente ajudando”, explicou o cabo.

Policiais continuam fazendo rondas na região, ouvindo pessoas para tentar descobrir a rota de fuga da quadrilha. “O carro foi recolhido, mas não existem materiais específicos para tentar ao menos identificar impressões digitais no veículo. Mesmo assim esperamos que o Instituto de Criminalística venha periciar para ajudar no trabalho de investigação", disse Washington.

Não existe blitz nas rodovias

O subgerente foi mantido refém na cidade de Mata Grande em seguida levado para a cidade de Arapiraca, cerca de 160 quilômetros, onde famíliares ficaram também reféns. Observe o trajeto. Os assaltantes utilizaram duas rodovias federais, BR-423 passaram em frente ao Posto da Polícia Rodoviária Federal, no Carié, município de Canapi, em seguida pela BR-316.

Em Santana do Ipanema, seguiram pela AL-130, até chegar ao trevo da Polícia Militar, na cidade Olho D’ Água das Flores e seguir pela AL-220 ligando ao município Arapiraca. Os criminosos passaram por 12 acessos a cidades e nenhuma uma blitz existiu. O mesmo percurso ocorreu novamente, na manhã seguinte a até Mata Grande, onde roubaram todo dinheiro da agência.