Os gestores municipais da Cultura têm até 30 de setembro deste ano para realizar as Conferências Municipais ou Intermunicipais de Cultura, que vão mobilizar o poder público e a sociedade civil alagoana para participar das Conferências Estadual e Nacional de Cultura, previstas respectivamente para dezembro de 2009 e março de 2010.

O secretário de Estado da Cultura, Osvaldo Viégas propôs a realização de Conferências Intermunicipais, para facilitar a realização dos eventos, que vão eleger os delegados para as etapas estadual e nacional. A definição dos locais e formatação da programação de cada conferência deve acontecer dia 3 de julho, quando os gestores municipais de cultura voltam a se reunir, em Maceió.

“A programação das conferências deve levar em conta a temática geral ‘Cultura, Diversidade, Cidadania e Desenvolvimento’, com foco  na produção de arte e de bens simbólicos, promoção de diálogos interculturais, formação no campo da cultura e democratização da informação;  na cidade como espaço de produção, intervenção e trocas culturais, garantia de direitos e acesso a bens culturais; na importância estratégica da cultura no processo de desenvolvimento; na economia criativa como estratégia de desenvolvimento; e  no fortalecimento da ação do Estado e da participação social no campo da cultura”, adianta Viégas.

Entre outros assuntos em pauta, no encontro dos gestores da Cultura alagoana, também foram discutidas questões sobre política de preservação de bens do patrimônio material. Por sugestão dos participantes, a Secult deve promover, em breve, um evento específico para orientar a formatação legal dos Conselhos Municipais de Cultura, leis específicas para o setor e procedimentos relacionados ao tombamento.