TJ proíbe entrada de associado à Casa dos Hemofílicos

  • gilcacinara
  • 27/05/2009 10:06
  • Maceió

Em decisão publicada no Diário Oficial do Estado de Alagoas desta quarta-feira (27), o desembargador Washington Luiz Damasceno Freitas, da 1ª câmara Cível do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/AL), negou a entrada e permanência do associado J.E.L.O na Casa dos Hemofílicos de Alagoas, acusado de ter condutas incompatíveis com as exigidas no regulamento da Associação.

A Associação dos Hemofílicos de Alagoas teve pedido negado em primeira instância pela 9ª Vara Cível da Capital. Segundo a Associação, J.E.L.O teria discutido agressivamente com a fundadora da casa, ingressado embriagado e andado diversas vezes sem roupa no local, além de ter assediado uma menor de treze anos.

O relator do processo, desembargador Washington Luiz, suspendeu a decisão de 1ª instância, entendendo que o agravado deve ser punido de entrar e permanecer na referida Casa, por sua presença apresentar possibilidade de lesão grave e de difícil reparação aos outros associados, que se negam a conviver com as condutas do recorrido.

Da decisão ainda cabe recurso.