Satuba e Maceió estão com abastecimento de água deficiente

  • annaclaudia
  • 27/05/2009 07:04
  • Maceió
As chuvas torrenciais que ocorreram na parte alta de Maceió e cidades vizinhas, no fim da tarde de terça-feira (26), danificaram parte do aqueduto do sistema de abastecimento Catolé-Cardoso. Equipes da Companhia de Saneamento de Alagoas (Casal) detectaram que uma árvore de grande porte caiu em cima do aqueduto e houve um desmoronamento de um trecho próximo ao povoado de Goiabeiras. A área onde ocorreu o problema é de difícil acesso, ainda não há previsão para normalização do sistema. Porém, a Superintendência Técnica da Casal informa que até o final do dia vai divulgar a previsão do tempo que vai durar os reparos.

Devido à paralisação do aqueduto 14 bairros de Maceió (Bebedouro, Chã de Bebedouro, parte de Santa Amélia, Bom Parto, Sanatório, Gruta de Lourdes, Farol, Pinheiro, Pitanguinha, Centro, Prado, Trapiche da Barra, Vergel do Lago e Ponta Grossa), além de toda a cidade de Satuba estão com o abastecimento deficiente. Nesse período poderá ocorrer deficiência ou falta de água nessas localidades.

De acordo com a Superintendência Técnica, após as chuvas houve uma perda de vazão da água que chega até a Estação de Tratamento de Água (ETA) de Bebedouro e com isso, a Companhia teve de interromper o sistema para rastrear onde ocorreu o problema. “Além disso, a água bruta que chega até a ETA de Bebedouro está turva, com excesso de material sólido, e fomos obrigados a parar o sistema”, aponta o superintendente Jorge Briseno.

O aqueduto Catolé-Cardoso possui 11 quilômetros, que vai da barragem do Catolé até a Estação de Tratamento de Água (ETA) de Bebedouro. Com cerca de 50 anos de construção, o aqueduto está localidado numa área de Mata Atlântica da Área de Preservação Ambiental (APA) do Catolé.

Pratagy

As chuvas também obrigaram a Companhia paralisar o Sistema de abastecimento do Pratagy. Segundo Jorge Briseno, “a água bruta do rio Pratagy, que está chegando até a ETA do Sistema, está imprópria para tratamento devido à turbidez”. A previsão é de que o Sistema Pratagy volte a operar até o meio-dia. Durante esse período pode haver falta ou deficiência é água nas regiões que vão do Poço à Cruz das Almas e do Centro até o Pontal da Barra.