Parte do teto de uma das igrejas mais antigas de Olinda (PE) desmoronou nesta segunda-feira. Construída em 1581, a Igreja de São João Batista, localizada no bairro do Amparo, é um tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), entretanto, está há oito anos interditada para missas em sua nave principal devido às condições da estrutura. A última reforma no prédio ocorreu há 30 anos.

O desabamento atingiu a parte do teto localizada em cima da nave da igreja. Na hora da ocorrência não havia ninguém no local. Segundo o pároco Marcelo Gomes Costa, a interdição da ala principal do templo para as celebrações se deu por riscos de desabamento do teto.

Há dois meses os trabalhos haviam sido retomados, mas apenas na parte lateral do templo. O pároco afirmou que foi diversas vezes ao Iphan alertar para a situação da edificação. "Depois que as coisas acontecem, todo mundo vem aqui", disse.

A Igreja foi totalmente interditada depois do desabamento. Imagens e objetos foram retirados do local. Representantes do Iphan compareceram ontem ao templo. Segundo o superintendente regional do instituto, Frederico Almeida, serão realizados serviços emergenciais na estrutura do local, entretanto, reforma mesmo, ainda não tem data para começar.

"Já estávamos com projeto de captação de recursos para a recuperação da igreja quase pronto. Mas agora vamos ter que esperar essas obras emergenciais para continuar o processo", afirmou.