O diretor-adjunto de basquete da Sociedade Esportiva Palmeiras, José Francisco Fappi, 47, morreu na noite de segunda-feira (25) após ser baleado no peito na rua Nilo, na Aclimação (zona sul de São Paulo). O crime ocorreu por volta das 20h15.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública, o boletim de ocorrência informa que Fappi foi abordado após estacionar o carro --um Toyota Corolla azul-- próximo ao Tênis Clube Paulista, local onde participaria de uma partida de basquete.

Ainda segundo as investigações, um morador da região contou que ouviu o barulho do tiro e, depois, do carro saindo em alta velocidade. Ao olhar pela janela da casa, viu Fappi caído na calçada.

A Polícia Militar levou a vítima até o pronto-socorro do Hospital do Servidor Público, onde Fappi chegou ainda com vida, mas não resistiu aos ferimentos. O 5º Distrito Policial (Aclimação) e o DHPP (Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa) vão investigar o caso.

Segundo a assessoria do Palmeiras, o velório e o enterro do dirigente esportivo será na tarde desta terça-feira no cemitério Getsêmani, na rodovia Anhanguera. Fappi deixa mulher e dois filhos.