A filha de 4 anos do boxeador norte-americano Mike Tyson está hospitalizada com risco de morrer. Ela foi encontrada na segunda-feira (25) na casa da família, pendurada pela nuca em uma corda de uma esteira de exercícios, segundo a polícia.

A menina foi achada por seu irmão, de 7 anos, na casa da familia em Phoenix, no estado americano do Arizona, segundo o sargento Andy Hill. O policial classificou o caso como um "trágico acidente".

Exodus avisou a mãe, que estava em outro cômodo da casa. Ela tirou a menina da corda, ligou para o telefone de emergência e tentou reanimar a menina.

Policiais e bombeiros tentaram aplicar técnicas de respiração artificial na menina enquanto a levavam a um hospital próximo. Ela chegou ao hospital em condições "extremamente críticas", segundo Hill.

"De alguma maneira, ela estava brincando na esteira, e havia uma corda pendurada sob o console", disse Hill. "Ela escorregou ou colocou a cabeça na corda, que deu um nó, e ela obviamente não conseguiu tirar a cabeça."

Hill disse que o ex-campeão de boxe estava em Las Vegas, mas voou para Phoenix imediatamente depois que soube do acidente. A polícia não divulgou o nome da menina.

Tyson não falou sobre o assunto, mas a empresa de relações públicas que o representa divulgou um comunicado em nome da família, em que os Tyson agradecem pelo apoio e pedem respeito à sua privacidade.

Imagens da TV local mostraram Tyson chegando ao hospital.

Hill disse que os primeiros dados da investigação apontam para um acidente.