A presidente da Câmara de Representantes (Deputados) dos Estados Unidos, Nancy Pelosi, declarou em Xangai, através de um comunicado recebido pela Agência Efe, que se for certo que a Coreia do Norte realizou um novo teste nuclear é "uma ação inaceitável e um motivo de grande alarme".

Pelosi, que lidera esta semana uma delegação oficial sobre energias limpas, convidada à China pela Assembleia Nacional Popular do país asiático, emitiu o comunicado depois do anúncio da agência de notícias norte-coreana "KCNA" informando que seu país realizou "com sucesso" seu segundo teste nuclear.

"Este teste ressalta a mensagem de que nossa delegação do Congresso tinha previsto dar aos altos membros do Governo chinês durante nossos encontros desta semana: os chineses devem usar sua influência para ajudar a trazer a Coreia do Norte à mesa das conversas de seis lados", indica a nota.

Pelosi se referia ao diálogo multilateral destinado a desarmar a Coreia do Norte no qual participam, além deste país, Coreia do Sul, EUA, Japão, Rússia e, o país anfitrião, China.

Ontem Pelosi começou em Xangai uma visita oficial à China na qual tratará sobre temas ambientais, e participará em Pequim, com o senador John Kerry, de um fórum sobre energias limpas da Câmara de Comércio dos EUA no país.