O presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad, questionou durante entrevista coletiva as intenções dos Estados Unidos de empreender de fato um diálogo franco com o Irã, mas advertiu que, de qualquer forma, as conversas não começarão antes das eleições presidenciais marcadas para o próximo dia 12.

 

Ahmadinejad também falou sobre a futura negociação sobre o programa nuclear do Irã com o grupo formado pelos membros permanentes do Conselho de Segurança da ONU mais a Alemanha, a qual, para ele, "beneficiará o povo iraniano".

 

O grupo acusa o Irã de esconder, sob a cobertura de seu programa nuclear civil, um projeto militar paralelo que tem como objetivo desenvolver um arsenal atômico.

 

O presidente iraniano concorrerá à reeleição no pleito do próximo dia 12.