Neste sábado, dia 23 de maio, o Diretório Estadual do Partido Popular Socialista (PPS) de Alagoas reúne pré-candidatos que pretendem disputar uma vaga de deputado estadual. A reunião será na sede do partido e deve contar com mais de 20 nomes para concorrer à Assembléia Legislativa. A relação tende a aumentar até o mês de julho deste ano.

O objetivo do PPS é lançar chapa própria com nomes que representem densidade eleitoral para concorrer. De acordo com o presidente estadual do PPS, Regis Cavalcante, quanto maior o número de candidatos do partido, menor será a chance dos ‘Taturanas’ conseguirem espaço na próxima eleição. “Queremos passar para os pré-candidatos a visão de compromisso partidário com a mudança do quadro político no Legislativo”, declarou.

Regis destaca que o potencial de votos de cada pré-candidato do PPS será um ponto crucial para o fortalecimento da chapa proporcional. “Queremos ter, efetivamente, uma chapa formada por bons nomes. Teremos uma relação expressiva, tanto de homens como de mulheres”, assegurou o presidente estadual do PPS, explicando que todos podem ajudar na formação de um projeto político comprometido com os interesses maiores da sociedade alagoana.

O projeto Pé na Estrada, segundo Cavalcante, é uma oportunidade para avaliar os nomes que serão lançados. “Inclusive, já temos militantes de outros partidos interessados em ingressar no PPS”, observou, acrescentando que o partido está se organizando nos municípios e discutindo os nomes potenciais para as eleições proporcionais, no Estado.

Já para a Câmara Federal, os nomes que deverão formar chapa própria são os dos ex-deputados federais Regis Cavalcante e Rogério Teófilo. Atualmente, os dois nomes assumem as pastas estaduais do Trabalho e Educação, respectivamente.