Notícias

Central de Emendas: divulgada a lista de entidades que vão receber até R$ 5 milhões em emendas do senador Rodrigo Cunha

  • Assessoria
  • 22/10/2020 19:46
  • Notícias
Assessoria
Rodrigo Cunha

A segunda edição da Central de Emendas, espaço que o mandato do senador Rodrigo Cunha abriu para que os alagoanos participassem da destinação dos recursos do Orçamento da União, se encaminha para a etapa final. Nesta quarta-feira (21) foram divulgadas as 20 entidades pré-selecionadas para receberem os recursos das emendas parlamentares de Rodrigo em Alagoas.

Ao todo foram inscritos 72 projetos de entidades públicas, organizações sociais e filantrópicas. Entre os selecionados estão instituições ligadas à saúde; ações sociais para crianças e adolescentes; defesa do direito da mulher; cooperativa de catadores; desenvolvimento comunitário; quilombolas; bem-estar social e cultural e à defesa do meio ambiente.

“Pra mim a Central de Emendas é uma forma efetiva de dar à população de Alagoas a chance de participar da escolha dos investimentos que serão feitos com o dinheiro público. É ouvir as pessoas e dar a elas a oportunidade de resolver os problemas que elas mesmas identificaram”, avalia Rodrigo.

Nos projetos apresentados era preciso indicar o problema a ser resolvido e levantar um diagnóstico, bem como os resultados que deverão ser alcançados com o investimento. Conforme o edital, do total de R$ 16 milhões das emendas parlamentares individuais de Rodrigo, R$ 5 milhões poderão ser destinados para a Central de Emendas.

A lista das entidades aprovadas pode ser conferida no site rodrigocunha.org. A confirmação das entidades selecionadas e o envio dos recursos dependem agora de análise dos Ministérios, que vão conferir se os projetos são de fato compatíveis com os programas que os acolherão e as devidas certificações das instituições.

Quando os recursos chegarem na ponta, sua implementação será fiscalizada também pelo mandato do senador.

Central de Emendas 2019

Em sua primeira edição, o projeto levou recursos para a construção do Hospital de Amor de Arapiraca, referência no tratamento de câncer; para a aquisição de veículos para o programa Melhor em Casa; para a construção de ginásios de esporte; para a Santa Casa de Misericórdia e para a construção de espaços de inovação e treinamento de jovens em informática, entre outros.

Escolas estaduais recebem cartões com crédito para aquisição de merenda

  • Redação*
  • 22/10/2020 12:36
  • Notícias
Foto: Ascom Seduc

As escolas da rede estadual começaram a receber os cartões de crédito que serão usados para aquisição de itens alimentícios, que irão compor os kits merendas a serem entregues para 176 mil estudantes da rede. Ao todo, são R$ 1,7 milhões em crédito com recursos do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) que contemplarão 307 unidades de ensino.

Desde o início da semana, as Gerências Regionais de Educação (Geres) promovem a entrega dos cartões aos gestores escolares. Esta é a sexta parcela, primeira neste novo formato, do total de dez a serem repassadas até o final do ano letivo, previsto para fevereiro de 2021. A novidade promete agilizar o processo de aquisição e repasse de alimentos.

“Com o cartão, os gestores farão a compra da merenda e pagarão automaticamente, o que antes era efetuado com cheques. Cada escola receberá um crédito, de acordo com o número de alunos. O uso do cartão facilita a compra e agiliza a prestação de contas também, pois, no final de cada mês, eles recebem uma fatura sabendo o que gastaram”, explicou a superintendente de Rede da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), Roseane Vasconcelos.

Os gerentes regionais de Educação destacam a importância da iniciativa. “Essa proposta é muito positiva, pois facilita o acesso ao estudante e permite que as escolas se organizem com mais tranquilidade e praticidade para distribuição desses kits”, destacou Sérgio Rocha, gerente da 12ª Gere – que abrange Rio Largo e municípios vizinhos –, onde, ao todo, 20 unidades receberam os cartões.

*Com Agência Alagoas 

Defensoria Pública realiza seleção para estágio em cinco municípios

  • Assessoria
  • 21/10/2020 21:11
  • Notícias
Foto: Divulgação / Assessoria
Defensoria Pública do Estado de Alagoas

A Defensoria Pública do Estado dará início a mais uma seleção de estágio nesta quarta-feira, 21. Conforme o edital, divulgado no Diário Oficial de ontem, 20, o processo seletivo será voltado à formação de cadastro de reserva de estágio, na área de Direito, nas unidades de atendimento do órgão em Cacimbinhas, Junqueiro, Major Isidoro, Palmeira dos Índios (setor cível) e Quebrangulo. O processo seletivo será feito a partir da análise do histórico escolar.

As inscrições estarão abertas no período de 21 a 26 de outubro. A ficha de inscrição foi disponibilizada junto com o edital, no site defensoria.al.def.br, campo Estágio.

O resultado preliminar será publicado no site da instituição e Diário Oficial. Após sua divulgação, os candidatos terão prazo de dois dias úteis para apresentar recurso à Coordenação de Estágios da instituição.

Estágio

Após a aprovação, poderão ser contratados estudantes de todas as instituições de ensino superiores legalmente reconhecidas que estejam cursando entre o 5º e o 9º período do curso de Bacharelado em Direito.

A seleção terá validade de um ano, a contar da data da homologação do resultado, podendo ser renovado uma vez por igual período.

Os estudantes aprovados e convocados para as vagas que venham a surgir no período de validade da seleção perceberão uma Bolsa de Complementação Educacional no valor mensal de um salário-mínimo e auxílio transporte durante o período de estágio.

Alagoanos têm até o dia 30 para contribuir com Plano Decenal de Direitos Humanos

  • Redação*
  • 21/10/2020 13:15
  • Notícias
Foto: Agência Alagoas

Até o dia 30 deste mês, cidadãos alagoanos podem contribuir com o aprimoramento do Plano Decenal de Direitos Humanos de Crianças e Adolescentes (PDDHCA-AL) por meio de consulta pública disponível online.

Este plano norteará as ações referentes ao direito de crianças e adolescentes à convivência familiar e comunitária nos próximos dez anos e representa o comprometimento do Estado com a política e com a continuidade das ações a longo prazo, para que tenham efetividade e impacto nas diferentes gerações

Segundo a presidente do Cedca-AL, Taiana Grave, para contribuir, basta preencher o formulário on-line  e conferir o inteiro teor do Plano no site do Centro Dom Helder Câmara de Estudos e Ação Social - Cendhec, que assessora o Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente do Estado de Alagoas (CEDCA-AL). 

“É uma plataforma intuitiva e simples para todos os cidadãos interessados no tema. É também, de certa forma, mais que uma consulta pública, é uma convocação para a população opinar sobre políticas públicas de atendimento a crianças e adolescentes”, ressalta Grave.

Por meio da superintendência da Criança e Adolescente, a Secretaria de Estado de Prevenção à Violência acompanha e integra a elaboração do Plano, sendo responsável também pela execução da iniciativa em Alagoas.

“A Consulta Pública é uma das sete etapas do projeto, que foi pensado para assegurar melhorias na garantia dos direitos de crianças e adolescentes do Estado pelos próximos dez anos e, por isso, a participação da sociedade é fundamental. A chave para discutir essas questões está justamente na escuta do que o outro tem a falar para a melhoria nas condições de vida desse grupo prioritário na nossa Constituição Federal”, explica Samylla Gouveia, superintendente da Criança e do Adolescente.

De acordo com a conselheira do Cedca-AL, Marluce Remígio, a construção do PDDHCA-AL contou com a cooperação de adultos, crianças e adolescentes, representantes de 66 municípios de Alagoas. Os adultos contribuíram como Operadores do Sistema de Garantia de Direitos (OSGD), podendo identificar fatores que comprometem a defesa, promoção e controle social dos direitos de criança e adolescentes, além de propor caminhos para fortalecer as ações voltadas à proteção integral de meninas e meninos.

“Ouvir as crianças e adolescentes é fundamental, pois elas também devem ter voz ativa nas decisões que podem impactar e levar soluções para uma infância e adolescência de direitos. Criança e adolescente precisam ser prioridades, inclusive, nesta própria elaboração”, argumenta.

O percurso de construção do Plano compreendeu sete etapas. Nas três primeiras, foram convidadas crianças, adolescentes e OSGD`S alagoanos para Rodas de Diálogos/ Diagnóstico; Formação para os OSGD´s e Oficina Pedagógica para crianças e adolescentes, além de seminário estadual, como explica Kátia Pintor, representante do Centro Dom Helder Câmara de Estudos e Ação Social/CENDHEC. 

“Essas etapas foram fundamentais para a elaboração da iniciativa que vai nortear as ações para os próximos dez anos. É importante destacar também a parceria entre todos os órgãos e entidades para que tudo aconteça da melhor forma possível, mesmo com todas as dificuldades impostas pela pandemia do novo coronavírus”, diz Pintor.

*Com Agência Alagoas

 

Empresárias do ramo alimentício reinventam negócio e ampliam oferta com recurso da Desenvolve Alagoas

  • Assessoria
  • 20/10/2020 13:45
  • Notícias
Foto: Fernanda Bulhões
Empresárias do ramo alimentício reinventam negócio e ampliam oferta com recurso da Desenvolve Alagoas

Basta lembrar da infância que a memória percorre logo um caminho regado a brincadeiras e lanchinhos saborosos. Pique esconde, amarelinha, pular corda, jogar bola, queimado, para citar algumas das mais disputadas brincadeiras entre a galerinha. E quando o negócio era lanchar, vem logo à mente, algodão doce, quebra queixo e o famosinho churros, que passava nas ruas espalhando aquele cheiro gostoso e o ronco nas nossas barrigas.

As empresárias Mila Brito e Jaci Mendes transformaram essa paixão de criança um negócio rentável e atrativo, tanto que, agora, até estão abertas a franquear outras unidades. Tudo começou há 5 anos, quando elas, a primeira psicóloga e a segunda gastrônoma, resolveram empreender com algo tão simples, mas, ao mesmo tempo, complexo, já que elas não queriam flutuar pela mesmice, e sim elevar o padrão do doce e oferecer, como elas mesmas falam, “uma nova experiência de sabor”.

Após desenvolver massas de sabores variados e recheios diferenciados, além do tradicional doce de leite, elas precisavam de um reforço financeiro para emplacar o negócio de vez no mercado alagoano. Foi aí que elas conheceram a Agência de Fomento de Alagoas (Desenvolve), a única instituição financeira que possibilitou o recurso que elas precisavam, na medida certa, com as melhores condições e entendendo o tipo que negócio que as sócias estavam inserindo para os consumidores de Maceió.

Em 2018 surgiu a Churris, uma empresa puramente alagoana e que hoje é referência no mercado do lanche, oferecendo o famoso churros, um típico doce espanhol, com 11 recheios diferentes. Em 2019, para alavancar o negócio e atender a crescente demanda, as proprietárias tomaram um recurso inicial de R$ 15 mil, que foi investido em maquinário, em especial um que produz o churros sem o artifício do manuseio, o que demandava um esforço exaustivo para quem o produzia.

“A nossa clientela estava crescendo exponencialmente e já não estávamos conseguindo produzir o churros a contento. Hoje, graças a esse investimento feito com o recurso da Desenvolve, produzimos o doce com mais agilidade e quadruplicamos as vendas. Nosso próximo passo é abrir uma segunda unidade na parte alta da capital, onde já temos demanda, mas não conseguimos entregar o produto com a qualidade que gostamos, quentinho e fresco”, afirmou Mila Brito.

O presidente da Desenvolve, José Humberto Mauricio de Lira, disse que ajudar empreendedoras com as do Churris, que tem a ideia, a força de vontade e só necessitam de um empurrãozinho financeiro é o papel da Desenvolve, fazendo-os atingir metas e, depois, ultrapassar essa meta para manter girando a economia de Alagoas através do Governo do Estado.

Alagoas supera média nacional e tem a maior produtividade leiteira do Nordeste

  • Redação*
  • 19/10/2020 10:49
  • Notícias
Foto: Agência Alagoas

O estado de Alagoas tem a maior produtividade leiteira do Nordeste, com um rebanho de 250,5 mil vacas ordenhadas, Alagoas produziu um total de 603,8 milhões de litros de leite em 2019. Isso representa 2.410 litros por animal. 

Os dados coletados da Pesquisa da Pecuária Municipal (PPM) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) apontam ainda que Alagoas conta com a quinta maior produtividade por animal ordenhado do país, ficando atrás apenas de Santa Catarina (3.817 litros), Rio Grande do Sul (3.610 litros), Paraná (3.324 litros) e Minas Gerais (3.012 litros).

A região Nordeste apresentou, em 2019, uma média de 1.405 litros de leite por animal, isto é, cerca de mil litros a menos que Alagoas por cada vaca ordenhada.

Em Alagoas, a produtividade alcançada em 2019 superou a do ano anterior, 2018, quando as 249,8 mil vacas ordenhadas produziram 587,3 milhões de litros de leite, representando uma média de 2.351 litros por animal.

*Com Agência Alagoas 

Mãe e filha são atropeladas por homem embriagado em Rio Largo; veja vídeo

  • 18/10/2020 10:00
  • Notícias
Print vídeo
Homem é preso após atropelar mãe e filha


Após atropelar mãe e filha, um homem embriagado foi preso na manhã deste domingo, dia 18, nas imediações do bairro Cruzeiro do Sul, em Rio Largo. 

De acordo com informações do Batalhão da Polícia Rodoviária (BPRv), a mãe e a criança de aproximadamente três anos de idade estavam caminhando de mãos dadas na rua, quando foram atingidas pelo veículo, o momento foi flagrado pelas câmeras de segurança da região. 

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado e esteve presente no local para a realização dos procedimentos necessários. 

O motorista não teve a identidade nem a idade revelada pela polícia. Os militares informaram que foi realizado o teste do etilômetro no local do acidente e foi constatada a ingestão de bebida alcoólica (0.63 mg de álcool por litro de ar alveolar).

O condutor do veículo foi preso e encaminhado à Central de Flagrantes I, no bairro do Farol, para a realização dos procedimentos necessários. 

Além da equipe do BPRv, os militares do 8º Batalhão da Polícia Militar (8ºBPM) também estiveram presentes no local da ocorrência. 

Veja vídeo:

Eleições 2020: cresce 22% número de candidatos policiais em Alagoas

  • Raíssa França
  • 16/10/2020 12:22
  • Notícias
Foto: PC/AL
Viatura da Polícia Civil

O número de policiais militares, reformados e civis candidatos às eleições municipais em Alagoas aumentou 22% em comparação com o pleito de 2016. A análise do Cada Minuto teve como base os dados divulgados no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Para as eleições de prefeito e vereador deste ano, o TSE contabilizou 110 candidatos que são policiais. Em 2016, eram 90 candidatos. Destes, 22 eram policiais reformados, 13 civis e 55 militares.

Com relação ao ano de 2020, o número de policiais cresceu. Ao todo, são 26 reformados; 17 civis e 67 militares que estão candidatos no Estado.

Alguns nomes que estão na lista de candidatos são bem conhecidos. Um deles é o ex-coordenador da Lei Seca, o capitão Emanuel Costa (PSC) que está candidato a vereador. Outro é o coronel Ivon (Republicanos) ex-secretário de Segurança Comunitária e Convívio Social (SEMSCS) de Maceió.

Além deles, um dos nomes que está candidato a vereador da cidade de União dos Palmares é o militar Élcio Sarmento que agrediu e ameaçou de prisão um jovem que o questionou a respeito da ausência do uso da máscara de proteção.

Previsão do tempo: final de semana é de sol entre nuvens em Alagoas

  • Redação*
  • 16/10/2020 12:05
  • Notícias
Divulgação/NET
Previsão é de sol entre nuvens

Alagoas apresenta final de semana com sol entre nuvens e pancadas de chuvas. É o que aponta a previsão do tempo divulgada nesta sexta-feira (16) pela Sala de Alerta da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh). Em Maceió, o sol deve aparecer com a temperatura máxima de 31° neste sábado. 

Ainda nesta sexta, o tempo promete ser de curtos períodos de sol com nuvens na maior parte de Alagoas. Em Maceió e em todo litoral alagoano, a temperatura mínima pode chegar aos 25°C e a máxima a 31°C. Já no Agreste, o sol deve tomar conta da maior parte do dia, assim como no Sertão e no Sertão do São Francisco.
 

Em Arapiraca e nas demais cidades que compõem a região Agreste de Alagoas, a mínima deve ser de 22°C e a temperatura máxima de 33°C. No Sertão, mínima de 23°C e máxima de 38°C. Na Zona da Mata alagoana, a temperatura mínima deve chegar à casa dos 24°C e a máxima alcançando os 30°C.

Já no sábado (17), o sol deverá aparecer em todas as regiões de Alagoas. No Baixo São Francisco a mínima pode ser de 24°C, no Agreste, a temperatura máxima prevista é de 33°C. Na capital, as temperaturas mínimas e máximas devem registrar 24°C e 31°, respectivamente.

Fechando o final de semana, o domingo (18) em Maceió deve voltar a ter curtos de sol intercalados com períodos de nuvens e temperatura mínima de 24°C e máxima de 31°C. Já no restante do litoral alagoano, a chuva pode aparecer. A previsão aponta nebulosidade variável e possibilidade de chuva leve e de curta duração, com períodos de tempo seco nas primeiras horas do dia e durante a noite, especialmente no litoral sul.

No Sertão, o sol deve tomar conta do dia com temperatura mínima de 23°C e máxima de 36°C. No Agreste, mínima de 23°C e temperatura máxima de 33°C. No Baixo São Francisco, o clima deve acompanhar a previsão do litoral, tendo nebulosidade variável com possibilidade de chuvas leves e rápidas com períodos de tempo seco nas primeiras horas do domingo e durante a noite.

A Sala de Alerta segue monitorando as condições sinóticas e novas atualizações poderão ser enviadas a qualquer momento. O acompanhamento da previsão do tempo pode ser feito pelo site www.semarh.al.gov.br/tempo-e-clima/previsao

*Com Semarh Alagoas 

CESMAC entrega cestas básicas e brinquedos para crianças e Famílias do Projeto Crescer

  • Assessoria
  • 16/10/2020 11:22
  • Notícias
Foto: Ascom CESMAC

O Centro Universitário CESMAC realizou uma importante ação de responsabilidade social, por meio do Projeto Crescer, que oferece educação básica para crianças residentes no entorno da Instituição. A ação aconteceu na sede do projeto, localizada à Rua: Itatiaia, nº 29, no bairro do Farol, anexo do Íris II.

Por conta da quarentena provocada pela pandemia de COVID-19, as crianças do projeto, que estudam na Escola Elias Passos Tenório, não estão tendo aulas presenciais. Quinzenalmente as 81 crianças acompanhadas dos familiares recebem uma pasta com atividades para serem realizadas em casa e também um kit com lanche.

No último encontro a Instituição aproveitou para celebrar o Dia das Crianças, com entrega de cestas básicas e brinquedos. Participaram do momento a equipe de coordenação pedagógica, professores e funcionários do Projeto.

Representando o CESMAC na ação, também participaram o Conselheiro da Fundação Educacional Jayme de Altavila e 1º Tesoureiro – Estácio Valente; o Coordenador do Setor de Gestão com Pessoas – Gustavo Silva, e Flávia Adalgisa, que representou todos os colaboradores. A ação foi realizada atendendo a todos os protocolos de segurança estabelecidos pelos órgãos de saúde locais e nacionais.

A iniciativa contou com o esforço coletivo da equipe acadêmica da Instituição, que também contribuiu para que o momento fosse possível. De acordo com o diretor do Projeto Crescer, Prof. Brancildes Galdino, “a data tinha que ser lembrada, pois as crianças são o nosso futuro. A ideia foi celebrar com brinquedos, mas também proporcionar alívio para a fome, por isso as cestas básicas foram entregues. Esse é mais um gesto solidário do CESMAC, por meio do nosso projeto. Importante destacar que nosso abraço aconteceu com o coração e nosso sorrido foi possível por meio dos olhares”, declarou.

Reitor do CESMAC destaca Dia dos Professores e reforça ainda mais a importância do educador na pandemia

  • Assessoria
  • 16/10/2020 11:19
  • Notícias
Foto: Ascom CESMAC
Reitor João Rodrigues Sampaio Filho

O ano de 2020 tem sido desafiador para todos e para o campo da educação ainda mais. Na passagem do Dia dos Professores, celebrado ontem (15) de outubro, o Reitor do Centro Universitário CESMAC, Dr. João Rodrigues Sampaio Filho, fez questão de homenagear e reforçar a importância do docente para a formação superior e como esse profissional teve que se reinventar para seguir com o trabalho, que sempre foi uma verdadeira missão, ainda mais agora com a pandemia do novo coronavírus COVID-19.

O momento atual fez com que professores de todo o país trocassem a rotina presencial nas salas e corredores das escolas, faculdades e universidades pelas telas e aplicativos digitais. Sete meses após a adoção de medidas de distanciamento social e da interrupção das aulas presenciais por causa da emergência sanitária, os professores continuam se reinventando.

O CESMAC conhece bem essa realidade e, por isso, faz questão de destacar o valor dos docentes em todo esse processo. “No Dia do Professor, nosso agradecimento aos profissionais que nos deram lentes para ver o mundo e transformá-lo em uma visão cada vez melhor. Contamos com um corpo docente qualificado em todos os sentidos e que vem mostrando, ainda mais nesse momento, que são polivalentes, multifacetados e de uma dedicação valorosa. Somos aquilo que plantamos e, com certeza, vamos colher ainda mais frutos inovadores, que reforçam o compromisso do CESMAC com a formação superior dos alagoanos. Parabéns e muito obrigada a todos os Professores que fazem a nossa Instituição”, declara.

“Sou nascido e criado aqui”: as ideias manjadas e a diversidade brasileira no Guia Eleitoral na TV

  • 16/10/2020 10:08
  • Notícias
Foto: Internet
Horário reservado à propaganda eleitoral gratuita

“Olá, você talvez não me conheça ainda”. Nós já ouvimos isso por aí. Vamos a uma variação da sentença que abre o texto: Olá, pessoal! Muitos de vocês ainda não me conhecem. Quem fala essas coisas que estamos ouvindo praticamente todos os dias? Sim, são os candidatos a prefeito. Mas não apenas aqui em Maceió-Alagoas – é no país todo. A reportagem do CM deu um “passeio” pelos Guias Eleitorais Brasil afora. Pela internet, é possível acompanhar tudo, em todos os sotaques, de Caxias do Sul a Porto Velho, de Aracaju a Cuiabá. Tem muita coisa sem sentido, ideias engraçadas e muito, muito mesmo, copia & cola. Achar algo original nos programas de TV é uma dura missão.

Mas a originalidade existe. Ao lado da repetição, vemos o oposto também, a bruta novidade – ao menos para quem não é daquele lugar. A diversidade da geografia e dos tipos humanos figura entre as variáveis mais eloquentes no painel brasileiro – no recorte, digamos assim, feito a partir do famoso Guia Eleitoral. Fique dez minutos vendo os programas dos candidatos de Recife, do Rio de Janeiro, de Campina Grande, de Teresina, de Vitória, de São Paulo... É uma sucessão de peças com exaltação reverente às tradições regionais. Cada cidade é apresentada como se fosse o coração do país, a essência de um povo, o ideal de lugar.

De cidade para cidade, nem todas capitais, é curioso ver como vai mudando a paisagem. Pelo Nordeste, asfalto, periferias, sol quente. Pelo Centro-Oeste, plantações, o verde, a fazenda. No Sul, um quadro “europeu”, muita roupa sobre o corpo, a pele branca. Subindo para o Norte, a vastidão de água, prédios baixos, pele preta. Rio e São Paulo, o exagero em tudo, do trânsito aos moradores de rua, da escola distante à madrugada já no batente.

Aí voltamos um pouco a falar do discurso, do texto, das ideias marqueteiras. É a repetição. “Chegou a hora da transformação”, anuncia um candidato. “Pra evoluir, pra fazer a cidade avançar, pra mudar de verdade”, explica outro. Em tom comovido, há sempre uma testemunha (pode ser um amigo ou um parente, a mulher, o marido) a atestar a grande qualidade do candidato: “Sempre gostou de cuidar das pessoas”. Essa ideia parece um mantra, um mandamento, um dogma: está em praticamente cem por cento das campanhas. É a impressão que fica. 

Um clássico nos programas do Guia Eleitoral é o candidato caminhando por diferentes pontos da cidade. É um verdadeiro videoclipe, como se dizia antigamente. Lá vai o sujeito andando com passos firmes, cabeça erguida, olhar no horizonte... Movimentos de câmera e cortes rápidos procuram dar dinamismo à encenação. O candidato para. A câmera arrodeia o rosto, fazendo um giro de 360°. Letras garrafais, coloridas, reforçam expressões e clichês que confirmam o clássico: “Firmeza”, “coragem”, “honestidade”, “vontade de trabalhar”. 

No quesito biografia, os programas dos candidatos também chafurdam na mesmice. Sou casado com A, sou filho de Y e Z; e sou o pai do M e da H. É uma repetição infernal, de ponta a ponta no país. Até parece que os marqueteiros formam uma confraria que obriga a todos da categoria a seguir a mesma cartilha. O cara arregaça as mangas da camisa, e o locutor avisa: esse não tem medo de desafios. E ela, que foi à luta como candidata, é “mulher guerreira”.

Combinado ao aspecto biográfico, há uma exaltação patrioteira da cidade que o sujeito sonha governar. “Sou nascido e criado aqui”, diz o candidato com ares ufanistas. É como se desfilasse na tela um extravagante sentimento que poderíamos chamar de nacionalismo municipal – múltiplo, colorido e amalucado. Em muitos casos, a jogada retórica é puramente oportunista. Na propaganda política, enfim, mudam o cenário e o pano de fundo, o que já é muita coisa. Já no campo das ideias, a regra é requentar o que der pra ser requentado.

Os programas com todos esses candidatos e lugares, disponíveis em diferentes canais da internet, merecem estudos aprofundados em nossas universidades e demais ambientes de produção de conhecimento. Diante do incrível painel que temos de Norte a Sul, de Leste a Oeste, no retrato final do Horário Eleitoral Gratuito, salta um Brasil caótico, vertiginoso, inclassificável.

Vendas do varejo em Alagoas crescem acima da média nacional

  • Redação*
  • 16/10/2020 09:11
  • Notícias
Foto: Divulgação
Centro de Maceió

Alagoas registra o sétimo maior crescimento do país no volume de vendas no comércio varejista em agosto, quando comparado ao mês de julho, com um aumento de 8,4%. É o que revelam os dados da Pesquisa Mensal de Comércio (PMC), divulgados na última semana pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Em todo o país, a média do volume de vendas do varejo foi de 3,4% no mês de agosto. Com isso, Alagoas apresentou um crescimento 5% maior que a média nacional. Com relação ao Nordeste, a alta é a terceira maior, ficando atrás apenas dos estados do Piauí (10,6%) e da Bahia (8,5%).

Vendas no comércio varejista ampliado

Ao se comparar os números de agosto de 2019 com o mesmo mês deste ano, o setor varejista também registrou alta, crescendo 5% no período.

O volume de vendas do comércio varejista ampliado – que integra também as atividades de veículos, motos, partes e peças, e de material de construção – registrou resultado bastante positivo. Em Alagoas, no mês de agosto, o aumento foi de 7,6%. Em comparação com o mesmo mês de 2019, o crescimento foi de 7,8%.

*Com Agência Alagoas 

Últimos dias de inscrições para editais de artes visuais, fotografia e música

  • Redação*
  • 15/10/2020 12:44
  • Notícias
Funarte
Teresa Viana - Encáustica e Óleo Sobre Tela. Mostra Pensamentos Pictóricos. Prêmio de Artes Plásticas Marcantonio Vilaça – 9ª Edição (Funarte). Doada ao Museu de Arte de Ribeirão Preto. 2014

A Fundação Nacional de Artes (Funarte) anuncia os últimos dias de inscrições para concursos públicos ligados às áreas de artes visuais; preservação e conservação fotográfica; e de música. São eles: o Prêmio Funarte Artes Visuais 2020/2021 e a Bolsa Funarte de Estímulo à Conservação Fotográfica Solange Zúñiga, ambos com inscrições prorrogadas até o dia 19 de outubro; e o Prêmio Funarte Festivais de Música 2020, com prazo até o dia 9 de novembro. As inscrições são gratuitas e válidas em todo o país. Os editais fazem parte do programa Funarte de Toda Gente iniciado em 2020, em que a Funarte reforça seu compromisso com o incentivo a artistas e produtores e com o reforço à economia das artes.

Conheça os editais:


Mostras de artes visuais inspiradas no patrimônio histórico

O Prêmio Funarte Artes Visuais 2020/2021 – O Diálogo Entre o Patrimônio Histórico da Cidade do Rio de Janeiro e o Brasileiro Presente nas Artes Visuais e nos Espaços Urbanos contemplará com um total de R$ 650 mil cinco propostas de exposições com acesso gratuito ao público. Cada projeto ganhará R$ 130 mil e deve ter como suporte o vídeo e/ou a fotografia. Os trabalhos devem considerar a herança histórica do país, presente nas artes plásticas e visuais, na arquitetura e nos espaços das cidades brasileiras; e ter como referência o legado histórico da cidade do Rio de Janeiro, a partir de seu patrimônio arquitetônico e/ou urbano. O concurso teve prazo de inscrições prorrogado até dia 19 de outubro.

Leia mais sobre o edital em: https://www.funarte.gov.br/edital/premio-funarte-artes-visuais-2020-2021/

Acesse o "vídeo-teaser" promocional no link: https://youtu.be/Bkh3U5aLJOY

Projetos nas áreas de conservação e preservação da fotografia


Também com inscrições prorrogadas até dia 19 de outubro, o Edital Bolsa Funarte de Estímulo à Conservação Fotográfica Solange Zúñiga, em sua segunda edição, concede bolsas de estímulo à conservação e preservação fotográficas. O concurso contempla textos de pesquisas sobre esse campo de atividades, com cinco bolsas de R$ 40 mil cada uma. Podem candidatar-se pessoas físicas, que atuem nas áreas técnicas relacionadas ao tema. A iniciativa tem como objetivo promover a produção de bibliografia para profissionais e estudantes da área, bem como a difusão de conhecimento e de experiências ligadas ao tema. O total investido é de R$ 260 mil.

Leia mais sobre o edital em: https://www.funarte.gov.br/edital/edital-bolsa-funarte-de-estimulo-a-conservacao-fotografica-solange-zuniga-2020/

Acesse o "vídeo-teaser" promocional no link: https://youtu.be/IH7s3BvmX7c


Projetos relacionados a festivais e mostras de música


O Prêmio Funarte Festivais de Música 2020 é uma seleção pública de 24 propostas para realização de espetáculos musicais, debates, palestras e oficinas, entre outras atividades (virtuais ou presenciais) que estejam relacionadas a festivais de música considerados relevantes no país. Cada projeto contemplado receberá R$ 40 mil. O total destinado à iniciativa é de R$ 1 milhão. O objetivo do concurso é apoiar um setor, que, devido à natureza de suas atividades, foi fortemente impactado pela pandemia de covid-19. Além disso, o concurso beneficiará mostras que, ao longo dos anos, vêm contribuindo para o fortalecimento da música brasileira. As inscrições estão abertas até 9 de novembro.

Leia mais sobre o edital em: https://www.funarte.gov.br/edital/premio-funarte-festivais-de-musica-2020/
Acesse o "vídeo-teaser" promocional no link: https://youtu.be/hZj5RHmmOPc
Funarte de Toda Gente: incentivo à produção das artes e à formação de público

Iniciado em 2020 e planejado para durar por mais um ano, o Funarte de Toda Gente reúne todos os projetos da Fundação. O programa tem como foco unir cada vez mais artistas, produtores, técnicos e instrutores de arte ao público e à instituição, para que ela cumpra seu propósito essencial: incentivar a cadeia produtiva econômica das artes brasileiras, estimulando, em todo o país, o trabalho e a renda para esses profissionais, a formação de público, e o consumo cultural, para que a sociedade possa usufruir da arte cada vez mais – um trabalho por meio do qual se possa contemplar todos os cidadãos.


Mais informações para a imprensa e entrevistas

Mais de 14 milhões de unidades de EPIs já foram distribuídas durante a pandemia em Alagoas

  • Redação*
  • 15/10/2020 10:39
  • Notícias
Foto: Divulgação/ AstraZenca
Pesquisadora com vacina contra a covid-19 em laboratório da farmacêutica britânica AstraZeneca

Na última quarta-feira (14), o site www.alagoascontraocoronavirus.al.gov.br trouxe a publicação de mais um Boletim de Distribuição de EPIs – Equipamentos de Proteção Individual. O documento emitido pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) informa que, entre 18 de março e 14 de outubro, o Governo do Estado distribuiu mais de 14 milhões de unidades de EPIs. Mais precisamente: 14.276.020 itens, entre luvas, toucas, óculos de proteção, aventais, sapatilhas, máscaras e álcool líquido e em gel.

A distribuição estratégica dos EPIs atendeu às necessidades das unidades de saúde da Sesau e da Uncisal (Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas), da rede hospitalar e pré-hospitalar e dos agentes de Segurança Pública, entre outros.

Transparência 

A transparência e a publicidade dos investimentos da gestão pública estão, além de no site alagoascontraocoronavirus.al.gov.br, disponíveis no link transparencia.al.gov.br/despesa/covid19/ que pode ser acessado na página de abertura do Portal da Transparência Graciliano Ramos.

Como resultado, Alagoas foi avaliada por um instituto internacional no início do mês de setembro como o estado mais transparente do Brasil em relação à publicação de informações sobre a Covid-19. A gestão obteve pontuação máxima no ranking da ONG Transparência Internacional Brasil, que analisa a transparência no uso dos recursos emergenciais para o combate à pandemia do novo coronavírus.

*Agência Alagoas 

Novos auditores da Sefaz serão empossados nesta sexta-feira (16)

  • Redação*
  • 15/10/2020 10:06
  • Notícias
Foto: Divulgação
Sefaz/AL

Os 85 servidores aprovados no concurso público da Secretaria de Estado da Fazenda de Alagoas (Sefaz) serão empossados, nesta sexta-feira (16), para os cargos de Auditor de Finanças e Controle de Arrecadação e Auditor Fiscal da Fazenda Estadual.

Devido às recomendações de distanciamento social por causa da pandemia do novo coronavírus, estabelecidas por decreto governamental, a cerimônia acontece às 10h de forma virtual, com o governador Renan Filho e o secretário de Estado da Fazenda, George Santoro.

A solenidade será transmitida ao vivo pelos canais oficias do Governo de Alagoas no Facebook (Governo de Alagoas) e no Instagram (@governodealagoas); e da Sefaz no Instagram (@sefazal), no Facebook (Secretaria de Estado da Fazenda de Alagoas) e no YouTube (sefazalagoas).

Concurso
Publicado em novembro de 2019, o edital de abertura do concurso ofertou 25 vagas para o cargo de Auditor de Finanças e Controle de Arrecadação, com salário de R$ 8.264,90, e 60 vagas para Auditor Fiscal da Fazenda Estadual, com salário de R$ 9.471,42, ambos com carga horária semanal de 40 horas.

Os novos servidores concorreram com mais de 8 mil candidatos inscritos nas provas do certame realizado em fevereiro deste ano, que teve como banca organizadora o Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe). A seleção foi dividida em duas fases, com etapas objetiva e discursiva, de caráter eliminatório e classificatório.

O concurso é histórico, já que o último certame havia sido realizado pelo órgão há mais de 18 anos.
 

*Com Agência Alagoas

Polícia Civil incinera cerca de duas toneladas de drogas

  • Redação*
  • 14/10/2020 12:10
  • Notícias
Crédito: PC
Maconha, cocaína, crack e sintéticos foram apreendidos em operações realizadas em 1 ano

Cerca de duas toneladas de drogas, entre elas, maconha, cocaína, crack e entorpecentes sintéticos foram incineradas, nesta terça-feira (13), em uma usina, localizada na zona rural de Rio Largo, Região Metropolitana de Maceió.

Segundo informações da Polícia Civil (PC), a droga queimada foi apreendida em operações policiais nos últimos 12 meses, realizadas pela Polícia Civil, Polícia Militar e Polícia Penal.

Já o delegado-geral Paulo Cerqueira afirmou que diversas quadrilhas envolvidas com o tráfico de drogas foram desmanteladas em Alagoas, nos últimos meses.

“Entendo que os índices da violência no Estado somente serão reduzidos com o combate sistemático ao tráfico de drogas”, ressalta o delegado-geral.

 *Com PC

Na primeira semana, Hospital Regional da Mata atende mais de 300 pacientes

  • Redação*
  • 14/10/2020 09:01
  • Notícias
Foto: Carla Cleto
Hospital Regional da Mata

Na primeira semana de funcionamento, o Hospital Regional da Mata, em União dos Palmares, atendeu 319 usuários, conforme balanço divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) nesta terça-feira (13).  Do total de usuários assistidos entre os dias 06 e 12 deste mês, 68 receberam atendimento na Ala Pediátrica e os demais na Ala Adulto, sendo 159 pacientes do sexo feminino e 160 do masculino.

A unidade teve uma média de 46 atendimentos por dia, dos quais sete foram na Área Vermelha, 207 na Clínica Médica, 84 na Ortopedia e 21 procedimentos cirúrgicos foram realizados. Dos 319 usuários atendidos, 264 eram de União dos Palmares, 13 da cidade de Branquinha, 12 de Santana do Mundaú e dez de Maceió. Também foram assistidos nove pacientes de Ibateguara, seis de Murici, quatro de São José da Laje e um de Marechal Deodoro.

Além da população de União dos Palmares, os moradores de Murici, Branquinha, Santana do Mundaú, Ibateguara, Colônia Leopoldina, Novo Lino, Jundiá, Campestre, Joaquim Gomes e São José da Laje podem ser atendidos no novo equipamento de saúde, que recebe usuários encaminhados pelas unidades mistas e hospitais municipais de pequeno porte dos 11 municípios da III Região de Saúde.

Para isso, no entanto, é necessário que a Central de Regulação Estadual seja comunicada, visando organizar o fluxo e agilizar a assistência.

O único atendimento que tem demanda espontânea é o serviço de urgência e emergência, com porta aberta para os usuários, mas mediante classificação de risco, segundo prevê o Protocolo de Manchester, utilizado em unidades de saúde de todo o mundo.

Além de atendimento na área de urgência e emergência, o Hospital Regional da Mata disponibiliza uma unidade de internação, centro de diagnóstico, centro cirúrgico e assistência ambulatorial. O centro de diagnóstico conta com um laboratório que funciona 24 horas, além do serviço de tomografia computadorizada, Raios X e ultrassonografia abdominal total.

A nova unidade hospitalar tem 30 leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva), 27 na enfermaria cirúrgica, 18 na obstetrícia e dez na pediatria, além de sete leitos de recuperação anestésica, divididos entre as quatro salas do centro cirúrgico.

*Com Agência Alagoas 

Direto da Província discute desafios e impactos na educação em tempos de pandemia

  • Assessoria
  • 12/10/2020 15:27
  • Notícias

Nesta terça-feira (13), às 20h, o programa Direto da Província, conduzido pelo jornalista Luis Vilar, irá debater o tema "Os desafios e impactos na educação em tempos de pandemia", com a representante da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime) de Alagoas e secretaria Municipal de Educação de Santana do Mundaú, Daniele Marcia da Rocha.  

A discussão será transmitida em Live, no Instagram do Portal CadaMinuto (portalcadamin) e abordará também questões como impactos na aprendizagem a curto, médio e longo prazo e de que forma a Undime tem pensando e trabalhado para amenizar esses impactos.

O tema seria discutido na ultima terça-feira (6), mas devido a problemas de saúde do entrevistado, o programa foi adiado para esta terça.  

Convidada

Daniele Marcia da Rocha Melo é formada em Pedagogia e pós-graduada em Inspeção Escolar. Atuou como Professora Pesquisadora do Curso Técnico Profuncionário pelo IFAL e como avaliadora técnica do MEC em Alagoas dos Planos de Carreira e Remuneração. Atualmente é secretária Municipal de Educação de Santana do Mundaú.  

Alagoas tem 88.826 casos da Covid-19 e 2.138 óbitos

  • Redação*
  • 11/10/2020 14:18
  • Notícias
Reprodução / Internet
Covid-19

Mais 36 novos casos de covid-19 foram confirmados em Alagoas por meio do Boletim Epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), deste domingo (11). Dessa forma, o estado tem um total de 88.826 casos confirmados do novo coronavírus até o momento. Com relação ao número de óbitos foram registradas mais seis mortes em Alagoas. Sendo assim, o Estado tem 2.138 óbitos por Covid-19.

Os casos confirmados de pessoas com a Covid-19 estão distribuídos nos 102 municípios alagoanos. Em relação ao quadro total de óbitos em Alagoas, estão confirmados 2.138 óbitos por Covid-19, mas, oito deles, eram de pessoas residentes em Pernambuco, São Paulo, Santa Catarina e Bahia, tendo como vítimas seis homens e duas mulheres. Dos 2.130 óbitos de pessoas residentes em Alagoas, 1.197 eram do sexo masculino e 933 do sexo feminino. Eram 979 pessoas que residiam em Maceió e as outras 1.151 moravam no interior do Estado, segundo o Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde (Cievs), da Sesau.

Para ter acesso ao boletim epidemiológico, baste clicar neste link e baixar os dados da Covid-19.

Óbitos – No boletim deste domingo (11/10), mais seis mortes foram confirmadas, laboratorialmente, por causa do novo coronavírus. Uma vítima do sexo feminino residia em Maceió, tinha 65 anos, era diabética e tinha doença cardiovascular e morreu no Hospital Unimed.

A Covid-19 vitimou mais cinco pessoas que moravam no interior do Estado, sendo duas do sexo masculino e três do feminino. O homem de 71 anos, de Maragogi, tinha doença cardíaca crônica e morreu no Hospital Getúlio Vargas; o homem de 78 anos, do Pilar, era diabético e morreu no Hospital Metropolitano; a mulher de 68 anos, de Porto Real do Colégio, era diabética e morreu no Pronto Atendimento Maria Laura Otto Krummer; a mulher de 83 anos, de Matriz do Camaragibe, tinha doença crônica e morreu no Hospital Luiz Arruda; e a mulher de 68 anos, de Arapiraca, não tinha comorbidades e morreu no Hospital de Emergência do Agreste (HEA).

Leitos de Covid-19 do Estado – Dos 773 leitos criados pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) para atender, exclusivamente, pacientes com suspeita e confirmação de infecção pelo novo coronavírus, 173 estavam ocupados até às 17h do último sábado (10/10), o que corresponde a 22% do total. Atualmente, 69 pacientes estão em leitos de UTI, 04 em leitos intermediários e 100 em enfermaria. Para acompanhar a evolução da ocupação dos leitos exclusivos para Covid-19, acesse http://www.alagoascontraocoronavirus.com.br/.

*com Agência Alagoas 

Davi Filho visita feira e mercado no Jacintinho e diz que descaso vai acabar

  • Assessoria
  • 11/10/2020 14:06
  • Notícias
Foto: Assessoria
Davi Filho visita feira e mercado no Jacintinho e diz que descaso vai acabar

“Vou revitalizar os mercados públicos de Maceió, um investimento barato e que traz resultados imediatos. É um absurdo alguém trabalhar num local com fossa aberta, sujeito a todo tipo de doença. Não podemos aceitar que comerciantes e consumidores passem por isto. É um descaso que vai acabar a partir de primeiro de janeiro”. Afirmação é do candidato a prefeito de Maceió, Davi Davino Filho, neste domingo, 11, ao visitar o mercado público e a feira livre no bairro do Jacintinho. “São centenas de comerciantes que geram renda e emprego, mas que estão esquecidos pela municipalidade”, afirmou.

Acompanhado do vice Emmanuel Fortes, Davi Filho considera um investimento barato e de grande resultado a revitalização dos centros de compra populares. “Não se pode aceitar esgoto a céu aberto e lixo por toda parte. Os permissionários sofrem e todos saem perdendo. Infelizmente, é o retrato de uma gestão que abandonou os mercados públicos de Maceió e as feiras livres. “Firmo aqui um compromisso. A gente vai mudar, essa realidade e beneficiar a população e os permissionários que tanto precisam de uma gestão mais presente”.

Durante a visita, Davi foi abordado pelos comerciantes que falaram dos diversos problemas encontrados na feira e no mercado. Um deles, Antônio Omena dos Santos, trabalha como feirante há mais de 15 anos. “Essa fossa fica aberta no meio do mercador. Eu já fui à prefeitura mais de dez vezes e nada foi feito. Aqui também não tem nenhuma segurança. Os portões estão quebrados e temos que pagar, por nossa conta, um vigia particular”, disse. Já a feirante Jéssica Vital Bezerra também tratou da fossa. “Ela está assim há quase dois anos. Nós fechamos por nossa conta, porque a prefeitura não vem aqui, mas ela abre novamente e fica esse mau cheiro”.

 Ao final da visita, Davi Filho destacou a importância dos mercados e feiras livres: “são espaços indispensáveis para movimentação da economia local, comercialização dos produtos da agricultura familiar e, também, para socialização e reafirmação da identidade regional e cultural. “É urgente a solução para os problemas que aqui constatamos, sobretudo os de ordem sanitária. Quanto melhor estruturado o mercado público e a feira estiverem, mais atrativo a saudáveis ficam para todos”, concluiu o candidato.

Preso suspeito de agredir ex-namorada em Japaratinga

  • Redação
  • 11/10/2020 11:28
  • Notícias
Foto: Ilustração / Internet
Violência contra mulher.

Um homem de 25 anos suspeito de agredir a ex-namorada em Japaratinga foi preso nesse sábado (10) pela Polícia Militar. 

A vítima de 21 anos ainda informou à PM que o irmão dela também foi agredido pelo suspeito.

Após a denúncia, os militares foram até o local indicado pela vítima. O suspeito foi detido e encaminhado para a Delegacia Regional de Matriz do Camaragibe. Ele foi autuado por ameaça e lesão corporal dolosa.