Cultura

Secult orienta sobre aplicação de logomarcas em projetos selecionados pela Lei Aldir Blanc

  • Redação*
  • 25/01/2021 10:04
  • Cultura
Foto: Divulgação
Manual de aplicação de logomarcas está disponível no site oficial da Secult

O Governo de Alagoas, através da Secretaria de Estado da Cultura (Secult), divulgou em seu site oficial Manual de Aplicação de Logomarcas da Lei Aldir Blanc de Emergência Cultural em Alagoas (LAB/AL). A publicação tem como objetivo padronizar e orientar os contemplados nos editais quanto ao uso obrigatório das marcas oficiais em seus trabalhos. O material está disponível no site www.cultura.al.gov.br.

Segundo as informações divulgadas pela assessoria, os proponentes de propostas culturais da LAB/AL aprovadas deverão divulgar, obrigatoriamente, em todos os produtos culturais, peças de comunicação, espetáculos, atividades, comunicações, releases, convites, sites, perfis em redes sociais, peças publicitárias, audiovisuais, sonoras e escritas, o apoio do Governo do Estado de Alagoas e do Governo Federal, sob pena de serem considerados inadimplentes.

Ainda de acordo com as informações, a Lei Federal 14.017, de 29 de junho deste ano, estabelece ações ao setor cultural como medida de enfrentamento à pandemia pela covid-19. Ao todo, Alagoas realizou 17 certames, com um investimento total de R$33 milhões em diversos segmentos culturais. São eles: música, artesanato, literatura, cultura e manifestação popular, projetos culturais, pontos, coletivos e espaços culturais, artes visual e digital, artes cênicas, patrimônio e audiovisual. Foram mais de 1.800 premiações, beneficiando grupos, artistas individuais e produções culturais.

*Com Secult

“Ninha, a Bolachinha”: lançamento nacional é aposta para divertir crianças

  • Assessoria
  • 21/01/2021 15:34
  • Cultura

O livro “Ninha, a Bolachinha”, resultado de pesquisa realizada pela publicitária e escritora Tåmires Souza, foi lançado no fim do ano passado pela Editora Sinna como aposta de entretenimento e divertimento ao público infantil. A publicação – inédita em nível nacional – está disponível no site da editora.

Elaborado de forma lúdica e criativa, “Ninha, a Bolachinha” apresenta a história da delicada e pequena bolacha Maria (Ninha). “Esta personagem foi resgatada de uma grande e poderosa indústria pela querida tia Alberta, que decide leva-la para a cidade de São Biscoito de Polvilho”, comenta a escritora.

Nesta cidade, Tåmires Souza disse que a bolachinha terá que superar grandes desafios, como os relacionados à ansiedade, à baixa autoestima, ao medo e à rejeição. “Ninha descobre, no entanto, que o apoio de amigos pode ser fundamental. Por isso, passa a contar com o carinho de Tida, uma goiabinha feliz, Rudi, um tubinho muito mal-humorado e Drogo, um pãozinho de mel animado.”

Em meio a todos os desafios, Ninha ainda precisará salvar a receita do amável confeiteiro da vilã que deseja roubá-la com o intuito de criar um pó mágico e muito especial. “Esta história é comovente e o enredo bastante inspirador. Espero que todos possam se entreter e se divertir com Ninha”, declarou.

 

Produção

O segundo livro da publicitária e escritora Tåmires Souza, com previsão de lançamento para o fim deste semestre, promete uma aventura medieval às crianças. “Os textos foram elaborados com fundamento no depoimento de pais e educadores que já tiveram acesso à primeira publicação”, complementou.

 

Venda

“Ninha, a Bolachinha” está disponível no site da Editora Sinna. Para adquirir a publicação, acesse: editorasinna.lojaintegrada.com.br/ninha-a-bolachinha-pre-venda (com envio disponível em todo o território nacional).  

 

Sobre a Autora

O universo de histórias infantis sempre marcou a trajetória de Tåmires Souza. Desde criança, aprecia as obras literárias destinadas ao público infantil e infanto-juvenil, com destaque às que deram origem aos desenhos animados e filmes com super-heróis (e também super vilões)!

Os clássicos da literatura nacional, assim como os produzidos pela indústria cultural em todo o mundo, serviram – e ainda servem – de base à autora, que também ama animais e brigadeiros. Tamires Souza é uma destas profissionais modernas e multimídia, que circulam com absoluta tranquilidade e profissionalismo entre escrita, fala e imagem.

Ela também tem o dom de deixar as pessoas sempre mais felizes e melhores; e adora distribuir abraços quentinhos.

Prefeito diz que Rio não terá carnaval fora de época em julho

  • Agência Brasil
  • 21/01/2021 15:10
  • Cultura
© Fernando Frazão/Agência Brasil

O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, decidiu suspender o carnaval fora de época que havia sido planejado para julho. A criação de um carnaval anual no início do segundo semestre foi aprovada pela Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro e sancionada pelo governador em exercício, Claudio Castro.

A decisão da Prefeitura do Rio de Janeiro foi anunciada na tarde de hoje (21), no perfil de Eduardo Paes no Twitter.

Paes explicou que o carnaval exige uma grande preparação por parte dos órgãos públicos e das agremiações e instituições ligadas ao samba, o que ele não considera possível fazer nesse momento.  

"Dessa forma, gostaria de informar que não teremos carnaval no meio do ano em 2021", disse o prefeito, que completou: “certamente em 2022 poderemos (todos devidamente vacinados) celebrar a vida e nossa cultura com toda a intensidade que merecemos".

O projeto que prevê a realização anual de um carnaval fora de época em julho foi sancionado na semana passada pelo governo do estado, que ainda não definiu a data da celebração. Na época, o governo esclareceu que a lei visa a estimular o turismo, o lazer e a economia, mas apenas possibilita que o evento seja realizado, o que irá depender das recomendações das autoridades sanitárias.

A celebração foi batizada de CarnaRio e, segundo a lei, a organização deve ser discutida entre a Secretaria de Estado de Cultura, as ligas de Escolas de Samba, agremiações e blocos carnavalescos.

Antes da aprovação da lei, o adiamento do carnaval para julho já havia sido anunciado pela Liga Independente das Escolas de Samba (Liesa) e por grupos que representam blocos de carnaval tradicionais da cidade. As escolas de samba do grupo especial já haviam sorteado a ordem dos desfiles, que estavam previstos para ocorrer nos dias 11 (domingo) e 12 (segunda) de julho.

Apesar disso, o presidente da Liesa, Jorge Castanheira, havia reiterado, em dezembro, que a vacinação da população contra a covid-19 seria fundamental para a realização do evento.

Eduardo Bolsonaro e integrante do elenco de Sikera Junior visitam AL

  • Coluna Rafafá
  • 20/01/2021 21:45
  • Cultura
Foto: Reprodução
Eduardo Bolsonaro e integrante do elenco de Sikera Junior visitam AL

O deputado Eduardo Bolsonaro e filho do presidente Jair Bolsonaro esteve nesta quarta-feira (20), em uma breve visita, na cidade de São Miguel dos Milagres, no litoral norte do estado de Alagoas. 

Além do parlamentar, também esteve na cidade o humorista e integrante do elenco do apresentador Sikêra Júnior, Wallacy Bruno, que está passando férias no estado.  

Eduardo e Wallacy foram recebidos pelo alagoano e deputado estadual Cabo Bebeto. 

10° Bienal do Livro e Caiite 2021 já têm data para acontecer em Maceió; confira

  • Redação*
  • 19/01/2021 12:46
  • Cultura
Fotos: Márcio Ferreira
Bienal atrai crianças e adultos para o mundo da literatura

Alagoanidade será o tema que se desdobrará na tradicional Bienal do Livro de Alagoas em 2021. A grande novidade desta edição é que será uma realização conjunta com o Congresso Acadêmico Integrado de Inovação e Tecnologia (Caiite), que compartilha com a sociedade alagoana a produção acadêmico-cultural da comunidade científica. São 20 anos de uma construção coletiva sócio-cultural-literária e 60 anos da Universidade Federal de Alagoas (Ufal) comemorados no evento, que acontecerá entre os dias 12 e 21 de novembro, no bairro do Jaraguá, em Maceió-AL.

Para celebrar a elaboração do plano de ação para a execução dos eventos, Ricardo Wanderley, diretor-presidente da Fundação Universitária de Desenvolvimento de Extensão e Pesquisa (Fundepes), reuniu-se com instituições públicas e privadas de Alagoas, na manhã desta segunda-feira (18).

“A Bienal Internacional do Livro é um evento já consolidado no nosso Estado, e, neste ano, em especial devido às atuais circunstâncias, terá um formato híbrido que resgatará a nossa tradicional feira literária e oportunizará uma transmissão da nossa cultura aos mais diversos públicos espalhados pelo Brasil. Além disso, vale ressaltar a importância do Caiite que é um relevante evento de integração de tecnologia e inovação que acontecerá logo após a Bienal”, destacou Wanderley.

E completa: “As instituições de ensino públicas e privadas terão uma participação efetiva no processo de planejamento e execução da Bienal, e todos os conceitos que constituem o evento englobam todas entidades”.

Além do diretor-presidente da Fundepes, participaram da reunião o pró-reitor de Extensão da Ufal, Clayton Santos; o diretor da Edufal, José Ivamilson; a pró-reitora de Pesquisa e Pós-graduação da Ufal, Iraildes Assunção; a presidente do Conselho Editorial do Ifal, Adriana Thiara; representante da Faculdade Uninassau, Cristiane Rodrigues; da UMJ/FAT, Maria de Fátima; Cesmac, Giulliano Aires; a Gerente de Sistema de Informação da Secti, Pollyanna Simião; da Unit, Victor Vasconcelos; representante da Faculdade de Negócios, Graciela Luíza; da Uncisal, Ozarlan Oliveira; e representantes da Uneal.

“O evento em Jaraguá, nas edições anteriores, se mostrou bastante interessante e agregador. É uma grande oportunidade para que lançamentos de títulos próprios sejam realizados por meio da Edufal e de editoras próprias de cada instituição”, explicou o pró-reitor Clayton Santos.

A Bienal Internacional do Livro em Alagoas é o maior e já consolidado evento literário, cultural e social do estado. Constitui um evento completamente gratuito, com atrações diversas, voltadas aos mais plurais públicos, na promoção do acesso da sociedade à leitura, à cultura e à inovação.

*com Assessoria

AL RPG Club lança programa nerd TV em Maceió

  • 14/01/2021 12:52
  • Cultura
Foto: assessoria
Nerd Tv

Vencedora do edital Mestra Hilda, lançada pela Fundação Municipal de Ação Cultural (Fmac) no final do último ano, a Associação Alagoana de Role-Playing Game anunciou o projeto Nerd TV. Um programa em seu canal do YouTube, que vai focar em artistas da cultura nerd de Maceió. O programa será transmitido no canal de YouTube "desvendado RPG" e sua estreia está prevista para fevereiro.

A associação foi uma das poucas organizações do cenário nerd contempladas pela lei Aldir Blanc, por isso decidiu investir nos grupos e artistas nerds que não possuem a mesma oportunidade.

De acordo com o presidente da associação alagoana de RPG, mais conhecida como AL RPG CLUB, Marcus Kelly, o programa vai ao ar no início de fevereiro e contemplará mais de 40 artistas da cultura nerd de Maceió.

"É um momento novo para todos do cenário nerd, a AL RPG CLUB tem buscado parcerias para investir neste cenário e nada melhor do que dividir o prêmio mestra Hilda com estes coletivos. O programa NERD TV! será um projeto guarda chuva, permitindo que os grupos e artistas apresentem seu trabalho", disse o presidente.

O programa contará com 12 episódios em sua primeira temporada, mas este não será o único projeto da associação para este ano voltado a cultura nerd. "2021 será o melhor ano para este segmento, além do programa nerd TV, outros projetos nerds estão saindo do papel, um ano para colher o que plantamos", completou Marcus Kelly.