Bruno Levy

CCXP: Vencedora do Oscar, Alicia Vikander virá ao Brasil em dezembro

Divulgação 5439daef 7bc6 4a3f ba29 fb481354d6c4 Alicia Vikander em Tomb Raider

A atriz vencedora do Oscar, Alicia Vikander, virá para a Comic Con Experience para apresentar o novo filme baseado num dos maiores games de ação da história, Tomb Raider: A Origem. Evento ocorre entre os dias 7 a 10 de dezembro, em São Paulo.

A informação da vinda da atriz partiu do apresentador e sócio do Omelete, Érico Borgo, em uma live transmitida pelas redes sociais da empresa. A Warner Bros. é a empresa responsável pela vinda de Alicia no painel de domingo, dia 10. A atriz começou a carreira no filme sueco “Till det som är vackert”. Ela também esteve em grandes produções como “Agente da U.N.C.L.E”, “Ex Machina” e “Jason Bourne” e foi vencedora do Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante pelo filme “A Garota Dinamarquesa” (2015).

Desta vez, Alicia Vikander é Lara Croft, que leva a vida como bike courier em Londres até o dia em que recebe uma missão secreta de seu desaparecido pai (Dominic West) e parte para uma incrível e perigosa aventura numa ilha japonesa. O filme tem estreia prevista para 2018.

Além dela, o evento já confirmou a vinda de Danai Gurira, a Michonne de “The Walking Dead”, Natalia Tena, a Ninfadora Tonks de Harry Potter (e também Osha de “Game of Thrones), e Rebecca Madder, de “Once Upon a Time” e “Lost”. Os ingressos estão à venda através do site https://ingressos.lojamundogeek.com.br/

Lista: filmes, séries e animes dublados que são melhores que a língua original

Divulgação 4c6cbd37 e214 4fb0 857d 6d3741bf4228 As Branquelas (2004)

Devido a facilidade da tecnologia e ao acesso rápido a filmes e séries estrangeiras, o perfil dos brasileiros vem mudando aos poucos em relação a filmes dublados, já que muitos preferem assistir com as vozes originais, porém há certas produções em que a voz dos brasileiros se sobressaem e transformam o longa muito mais divertido, com referências que só nós brasileiros entendemos e com uma linguagem mais simples.

Sendo assim, confira aqui uma lista com vários filmes e séries que a dublagem se sobressaem à obra original para assistir nos próximos dias:

 

Saga Harry Potter

Os sete filmes de Harry Potter foram quase todos dublados pelas mesmas pessoas durante quase uma década. O personagem principal foi dublado por Caio César, que infelizmente morreu aos 27 anos quando estava trabalhando como policial militar. A voz da Hermione foi dublada por Luisa Palomanes e a do Rony por Charles Emmanuel.

Já Dumbledore foi dublado por Lauro Fabiano, Lord Voldemort por Luiz Carlos Persy e Draco Malfoy por João Cappeli. São uma das melhores dublagens de filmes já realizados e o trabalho de cada um foi impecável. Vale à pena conferir toda a saga em português.

 

 

As Branquelas

Quando se trata de comédia, a dublagem brasileira é de longe a melhor que existe. Não há nenhuma no mundo que vença a nossa e em As Branquelas o resultado é simplesmente incrível.

As vozes de Tiffany Wilson (Fernanda Baronne) e Britanny Wilson (Flávia Saddy) são simplesmente hilárias, sem contar com a voz do irreverente Latrell Spencer (Márcio Simões) que é impecável.

 

 

Todo Mundo em Pânico 1, 2 e 3

Apesar de haver cinco longas, os três primeiros da franquia Todo Mundo em Pânico são espetaculares. É de rachar o bico ouvir as vozes de Cindy Campbell, Brenda, Shorty e Ray, do presidente dos EUA (Leslie Nielsen) e do Doofy, dublados pelos brasileiros Priscila Amorim, Marisa Leal, Jorge Lucas, Eduardo Ribeiro, Márcio Seixas e Alexandre Moreno.

Lembrando que as vozes passaram por mudanças após um tempo, sendo difícil encontrar o filme com as dublagens originais, o que é uma pena.

 

 

Animações

Seria impossível citar apenas uma animação nesta lista! Se na dublagem em comédia os brasileiros são especialistas, nas animações somos considerados deuses (é sério!). Não há nenhum país do mundo tão especialista como o nosso e eu, particularmente, prefiro assistir os desenhos totalmente dublados.

A saga Toy Story, Os Incríveis, Meu Malvado Favorito, Procurando Nemo, Wall-E, Detona Ralph, Shrek, Kung Fu Panda, Rei Leão, Vida de Inseto, animações da Liga da Justiça e dentre tantos outros milhares de longas animados são excelentes. Você vai poder encontrar vozes como a do Guilherme Briggs (meu favorito), Pâmela Rodrigues, Márcio Simões e Marco Ribeiro.

 

 

Breaking Bad e House MD

Essas foram as únicas séries que consegui assistir totalmente dublado durante todas as temporadas. É impressionante o trabalho da dublagem nestas produções que são consideradas difíceis de lidar, visto que muita gente venera as vozes originais de Bryan Cranston, o Walter White, Aaron Johnson, o Jesse Pinkman, e do Hugh Laurie, o Dr. Gregory House.

 

 

Animes

É incrível a capacidade dos estúdios de dublagem lidares com tantas culturas diferentes. Nos animes que são produzidos no Japão, quase em 100% as dublagens brasileiras destroem as vozes originais. As sagas Dragon Ball, Cavaleiros do Zodíaco, Naruto, Avatar, Yu-Gi-Oh!, Pokémon, Yu Yu Hakusho, Hunter x Hunter , Full Metal Alquemist, Inuyasha e tantos outros são espetaculares.

Quem não conhece a voz de Wendell Bezerra que faz o Goku, ou de Úrsula Bezerra, que faz as vozes de Naruto e Goten (sim, é uma mulher que faz as vozes)? E a de Alfredo Rollo com a voz inconfundível de Vegeta, de Fábio Lucindo com a voz de Ash, Hermes Barolli como Seiya? São incríveis, não é?

 

 

Então, curtiu a nossa lista? Não deixa de comentar e dar seu feedback! Me segue no Instagram também através do @brunolevycos

Pré-venda de ingressos de Star Wars: Os Últimos Jedi estão à todo o vapor

Foto: Disney Pictures 174fb10e 2b6e 4af1 892c 03ae7f4cdc75 Os Últimos Jedi continua a saga de Rey

Se pensou em deixar para a última em comprar os ingressos para a pré-estreia de Star Wars: Os Últimos Jedi, você uma péssima escolha, pois as entradas estão vendendo como água no deserto desde que a pré-venda começou no dia 1º de novembro.

Nas principais salas de cinema de Maceió, o número de cadeiras vem baixando cada vez mais em apenas 48h de vendas, totalizando mais de 150 cadeiras vendidas. Na sala Cinépic do Cinesystem Cinemas, por exemplo, quase todas já foram vendidas, restando apenas algumas na parte de cima e da frente. Já no Kinoplex, as cadeiras do meio são as mais visadas. Ainda não há dados de vendas no Centerplex.

O oitavo filme da franquia da saga Star Wars vai continuar a saga de Rey que, após encontrar o mítico e recluso Luke Skywalker em uma ilha isolada, ela tenta busca entender o balanço da Força a partir dos ensinamentos do mestre Jedi. Paralelamente, o Primeiro Império de Kylo Ren (Adam Driver) se reorganiza para enfrentar a Aliança Rebelde.

Várias teorias foram lançadas ao ar desde que o segundo trailer e pôsteres foram revelados. Muita gente acredita que Luke esteja paranoico desde que Kylo destruiu o templo Jedi e matou diversos padawans, podendo torná-lo o vilão da trama.

 

Mark Hammil é Luke Skywalker (Foto: Disney Pictures)

 

Já outros acreditam que Rey pode virar para o lado negro da força e Kylo “pular” para a luz após possivelmente desistir de matar Leia em os Últimos Jedi. Por fim, a trama final de Star Wars teria sido mudada desde a morte de Carrie Fisher, a Leia, podendo ser morta após um relance de cena do trailer em que Kylo, com sua nave, mira onde Leia está e fica a dúvida se ele atira ou não.

De qualquer forma, será mais um épico da maior saga de todos os tempos. Star Wars: Os Últimos Jedi estreia dia 15 de dezembro em todo o mundo. O elenco conta com Mark Hammil (Luke Skywalker), Carrie Fisher (Leia Skywalker), Daisy Ridley (Rey), John Boyega (Finn), Adam Driver (Kylo Ren), Líder Snoke (Andy Serkis), Oscar Isaac (Poe Dameron) e entre outros.

A venda ocorre antecipadamente pelo site ingresso.com.

Segue no Instagram através do @brunolevycos

Netflix errou em cancelar House of Cards por polêmica de assédio envolvendo ator

Divulgação Ebc3869a d2a3 4666 8fb6 728995e56ae3 Kevin Spacey em House of Cards

House of Cards é a mina de ouro da Netflix e uma das séries mais amadas e aclamadas da atualidade. Com uma legião de fãs por todo o mundo, a produção sem dúvida deveria terminar por cima da melhor maneira possível, mas após as acusações envolvendo Kevin Spacey, o ator que interpreta Frank Underwood, de assédio ao também ator Anthony Rapp, House of Cards deve terminar já nesta sexta temporada de forma bem obscura após o caso vir à tona.

Antes de comentar qualquer coisa, primeiro a história. Aproveitando o momento de colocar as cartas na mesa após as severas acusações a um dos maiores produtores de Hollywood, Harvey Weinstein, de assédio sexual por pelo menos 13 mulheres ligadas ao meio artístico durante os 30 anos de carreira, Rapp acusou Kevin Spacey de assediá-lo quando tinha apenas 14 anos de idade.

O ator, que hoje tem 46 anos, conta que estava sentado na beira de uma cama, após uma festa ocorrida no apartamento de Spacey, em 1986, quando o vencedor do Oscar, hoje com 58 anos, o carregou no colo e se deitou em cima dele. Spacey respondeu através do Twitter que se sentiu “horrorizado” e que não se lembra do ocorrido porque estava bêbado. Ele também aproveitou a oportunidade para revelar que era gay, o que com certeza não ajudou nem um pouco já que ser gay não dá carta branca para assediar sexualmente crianças.

 

Anthony Rapp

 

Primeiramente, merecidamente Kevin Spacey deve responder por toda e qualquer polêmica, principalmente graves como esta que envolve pedofilia. Além disso, não é sua bela carreira que vai livrá-lo de qualquer acusação. Mas por que a série House of Cards vai pagar o pato?

Ok, essa última temporada não foi lá essas coisas. A série perdeu o foco, se arrastou e ficou bastante monótona, mas não merecia acabar nesta sexta temporada que está por vir. Há tanto para se criar, para se fazer. Spacey é um pilar forte da trama, isso é fato, mas HoC pode andar sozinha com suas próprias pernas e te explico como: Robin Wright.

Sim, essa atriz é tão forte, senão até mais que o próprio Kevin. Tira o cara de cena de alguma forma. Planeja uma morte adequada ao personagem nessa sexta temporada e deixa Claire Underwood carregar isso aí. Entra com novos personagens, entra com um plot totalmente contrário e traz algo novo. Algo inesperado. Uma revolução, um problema mais fechado aos EUA ou mais fechado ainda à Casa Branca. A primeira temporada foi excelente porque permitiu ser simples.

Acho um erro e um desperdício por parte da Netflix acabar com HoC por causa de um erro grotesco de uma pessoa. Não defendo o Kevin Spacey pelo que fez, muito pelo contrário, ele era um dos meus atores preferidos, mas perdeu todo o meu respeito. Toda a confiança que tinha nele foi por água abaixo, mas o que não pode é acontecer é isso: sacrificar tudo que a série tem de bom por causa de um idiota.

Espero que a Netflix reveja isso e traga mais Robin Wright para nós. Se fosse para House of Cards acabar, que seja por que ela deveria terminar e não por que alguém arruinou a própria carreira. A série é maior que qualquer personagem sempre. Assim como há mais de um Batman, mais de um Homem-Aranha e mais de um Hulk, HoC não precisa ser apenas Kevin Spacey.

Três ótimos aplicativos para organizar as séries e filmes que você assiste

Foto: Bruno Levy/CadaMinuto 6adf4f1b 0660 468b aaf3 2cbeece6ffc8 Aplicativos ajudam bastante na hora de lembrar em qual episódio parou

Se você é como eu, o tipo de pessoa que assiste mais de vinte séries ao mesmo tempo, muitos filmes e gosta de pontuar cada um deles, aqui vão alguns ótimos sites que também possuem aplicativos de smartphone para  sempre se lembrar em qual episódio parou naquele momento de esquecimento que sempre ocorre.

 

 

 

 

 

Filmow

Nem todo mundo assiste séries e filmes pela Netflix, então o jeito é anotar em que episódio parou em cada série. Pensando nisso, o Filmow é o maior site deste tipo, mesmo que o foco principal deles sejam os longa-metragem, porém há sim a parte de séries, reality shows, documentários e entre outros.

 

Banco de Séries

Este é meu preferido. Ele foca somente em séries e é excelente, leve, permite comentários próprios, pontuações, estatísticas e muitas outras funcionalidades. Basta criar uma conta e começar a usar. Ele ainda proporciona badges, espécie de prêmios, para quem assiste mais séries, quem pontua mais, quem mais assiste episódios “pilotos” e tantos outros.

 

TV Time: Guia de Séries

Um ótimo aplicativo e o mais recomendado para quem usa smartphone. Com uma pontuação altíssima de 4,7 estrelas na Play Store, TV Time tem uma ótima interface, é leve e organiza da melhor forma as suas séries favoritas. Além disso, ela notifica quando novos episódios vão ao ar, cria um calendário personalizado com as séries que assiste e te entrega recomendações de outras produções.

 

Se seu smartphone travar com esses aplicativos, faça como Heisenberg :)

 

Todos os aplicativos e inscrições são gratuitos! Gostou de algum deles? Recomenda outro serviço? Deixa seu comentário e ajude-nos.

Segue no Instagram: @brunolevycos

Segunda temporada completa de "Stranger Things" já está disponível na Netflix

Divulgação 86c17e07 e561 4b52 85ad 50bec6f88b4a Stranger Things é um sucesso mundial

Após um ano de espera, finalmente os fãs de Stranger Things podem comemorar, pois entrou no catálogo da Netflix durante a madrugada desta sexta-feira, 27, a segunda temporada de uma das séries mais elogiadas do ano passado. Trama vai explorar ainda mais o “mundo invertido”.

Fenômeno mundial, Stranger Things agora vai acompanhar Eleven (Millie Bobby Brown) enquanto ela escapa do Mundo Invertido e tenta descobrir mais sobre sua origem. Enquanto isso, Will (Noah Schnapp) sofre de “stress pós-traumático” após seu sequestro pelo Demogorgon, e seus amigos se envolvem na luta contra um novo monstro, o Shadow Hunter.

Para os irmãos Duffer, criadores da série, esse novo monstro é inspirado em um vilão clássico da cultura pop: Lorde Voldemort, da franquia de livros e filmes Harry Potter. Em entrevista ao DigitalSpy, Matt Duffer explicou que não deve criar novos monstros a cada temporada. “Seguindo em frente, os meninos vão enfrentar uma ameaça comum e maior, uma tensão frequente. É como Voldemort em Harry Potter”, explicou.

 

Elenco mirim é o trunfo da série

 

Sucesso de crítica e público, a série é uma das mais comentadas da Netflix, e recebendo notas máximas de sites especializados em crítica e atingindo a média 9 no IMDB. Uma curiosidade é de que a produção chegou a ser rejeitada por mais de 15 emissoras de televisão antes de chegar ao serviço streaming.

O elenco mirim (que parece que cresceu dez anos em um) conta com Millie Bobby Brown (Eleven), Gaten Matarazzo (Dustin), Noah Schnapp (Will), Finn Wolfhard (Mike), Caleb McLaughlin (Lucas), além de Winona Ryder (Joyce), David Harbour (Chief Hopper), Natalia Dyer (Nancy), Charlie Heaton (Jonathan Byers) e Joe Keery (Steve).

Todos os episódios estão disponíveis na Netflix. Vai maratonar a série? Gostou da primeira temporada? Comenta!

Confira o trailer da segunda temporada:

 

 

Me segue também no Instagram através do @brunolevycos

Pré-venda de ingressos para o filme da Liga da Justiça já começou

Divulgação 6fcda801 9c52 443a a8af c0dc8074dbc6 Liga da Justiça estreia dia 16 de novembro

Após tantos anos de espera, finalmente chegou a hora de se juntar aos maiores heróis dos quadrinhos. A pré-venda de ingressos para o filme da Liga da Justiça já começou nesta quinta-feira, 26, nos cinemas brasileiros. Longa estreia dia 16 de novembro em todo o mundo.

De acordo com a DC Comics no Brasil, a pré-venda tem início a partir de hoje, a 20 dias da grande estreia. O país será o primeiro do mundo a passar sessões do filme, já que a Warner agendou horários para a madrugada de quarta-feira, 15 de novembro, às 0h, por ser feriado da Proclamação da República.

O Brasil é o terceiro país que a DC arrecada mais bilheteria, perdendo apenas para os mercados gigantes de Estados Unidos e China. De acordo com uma previsão do site Variety, Liga da Justiça deve passar de US$ 150 milhões somente no país norte-americano, devendo chegar a mais de US$ 300 milhões se considerarmos o restante dos continentes.

 

VAI SER IRADOOOOOOOO!

 

Crítica positiva

A primeira crítica já publicada pela imprensa chinesa, visto que a première do longa se passa lá, rendeu uma avaliação bastante positiva.  O evento, organizado pela Warner, contou com a exibição de 30 minutos da adaptação e a produção já estaria sendo considerada “brilhante” pela crítica local.

Uma dessas avaliações vai ainda mais além, chamando Liga da Justiça de “o filme mais maduro do universo DCEU”.

O super elenco da Liga conta com Henry Cavill (Superman), Ben Affleck (Batman), Gal Gadot (Mulher-Maravilha), Ezra Miller (Flash), Jason Momoa (Aquaman) e Ray Fisher (Ciborgue), além de Amy Adams (Lois Lane), Jeremy irons (Alfred) , Willem Dafoe (Vulko), J. K. Simmons (Comissário Gordon) e Amber Heard (Mera).

Para garantir a vaga na pré-estreia, o cinéfilo deve acessar o site Ingresso.com, se cadastrar e comprar o bilhete.

Ansioso pelo filme? Eu definitivamente estou! Me segue no Instagram pelo @brunolevycos.

Confira o trailer final:

 

 

Confira o que entra no catálogo da Netflix em novembro

Divulgação 2ead2cc2 82b2 410d 8e43 64e0dda542bc O Justiceiro é a série mais aguardada do mês de novembro

O mês de novembro está recheado de novidades para entrar no catálogo da Netflix. Novas séries, filmes e documentários estarão disponíveis a partir do dia 1, dentre os principais nomes estão a segunda temporada de Frontier, série estrelada por Jason Momoa, o primeiro ano de Atlanta, a terceira temporada de 12 Monkeys e a série mais aguardada do mês: O Justiceiro.

De filmes, já no dia primeiro, no clima do Dia dos Finados, entra no catálogo o longa de terror A Entidade 2. O Matador, filme brasileiro produzido pelo Netflix, também estreia em novembro. Confira todas as produções:

 

01.11

Greenleaf  - 2ª temporada

Amor por Direito

Morte Limpa

A Entidade 2

 

"A Entidade 2" entra dia 1º no catálogo da Netflix

 

03.11

The Big Family Cooking Showdown  - 1ª temporada

Alias Grace

 

06.11

Nobel

 

07.11

The Sinner – 1ª temporada

Project MC2 (Parte 6)

 

10.11

O Matador

Dinotrux – Turbinados - 1ª temporada

Glitter Force Doki Doki  - 2ª temporada

 

O Matador é o filme brasileiro produzido pela Netflix

 

12.11

Descompensada

Straight Outta Compton: A História do N.W.A

A Visita

 

16.11

12 Macacos – 3ª temporada

Jennifer Lopez: Dance Again

Steve Jobs – O Homem e a Máquina

Meru: O Centro do Universo

 

12 Monkeys já produz a quarta temporada e terá a 3ª disponibilizada pelo serviço streaming

 

17.11

O Justiceiro – 1ª temporada

O Príncipe do Natal

Jim & Andy: The Great Beyond

Jake Armstrong e os Guerreiros Flex – 1ª temporada

Luna Petunia – 3ª temporada

Spirit: Cavalgando Livre - 3ª temporada

 

 

20.11

3 Generations

 

21.11

De Canção em Canção

Salvando o Capitalismo

 

22.11

Godless

 

23.11

Ela Quer Tudo (Temporada 1)

 

24.11

Frontier  - 2ª temporada

Cuba e o Cameraman

 

25.11

Atlanta – 1ª temporada

 

Atlanta é produzida e estrelada pelo astro Donald Glover

 

28.11

Glitch  - 2ª temporada

 

Gostou das novidades de novembro? Comenta aí o que você achou e o que poderia entrar no catálogo da Netflix o quanto antes.

Me segue também no Instagram pelo: @brunolevycos

Thor: Ragnarok deve arrecadar US$ 100 milhões em bilheteria só no fim de semana

Divulgação 8690b66e b8ca 4957 9836 f29a5c5507b5 Cena do trailer de Thor: Ragnarok

Um dos filmes mais aguardados de 2017, Thor: Ragnarok chegou na sua semana de estreia e deve fazer US$ 100 milhões (algo em torno de R$ 320 milhões) só nos três primeiros dias de exibição nos Estados Unidos. Bilheteria doméstica é a mais importante para os filmes de Hollywood.

A informação partiu do site Variety e contraria a previsão anterior de US$ 90 milhões. Isso se dá devido às criticas extremamente positivas de jornalistas e de pessoas que já tiveram o prazer de assistir o filme previamente. A Marvel espera que o filme domine as bilheterias norte-americanas no início de novembro até a estreia de Liga da Justiça no dia 16.

Ao contrário dos filmes anteriores, Ragnarok vai trazer um novo olhar sobre o herói que vai dividir as telonas com Hulk. Bem mais colorido e divertido, Taika Waititi, diretor do longa, buscou referências das histórias do quadrinista Jack Kirby e do também diretor James Gunn, de Guardiões de Galáxia.

Thor é preso do outro lado do universo, sem o seu martelo poderoso e encontra-se numa corrida contra o tempo para voltar a Asgard e impedir Ragnarok - a destruição do seu mundo e o fim da civilização Asgardiana -, que se encontra nas mãos de uma nova e poderosa ameaça, a implacável Hela. Mas, primeiro precisa sobreviver a uma luta mortal de gladiadores, que o coloca contra um ex-aliado e companheiro Vingador – o incrível Hulk.

A estreia ocorre nesta quinta-feira, 26, e tem Chris Hemsworth como Thor, Tom Hiddleston como Loki,  Mark Ruffalo como Hulk, Idris Elba novamente como Heimdall e Anthony Hopkins aparecerá como Odin. A vilão Hela é vivida por Cate Blanchett e Tessa Thompson é uma das novidades no elenco como Valquíria, enquanto Jeff Goldblum vive o Grão-Mestre.

Confira o trailer:

 

"Dicionário Nerd": veja a tradução das palavras em inglês nos textos sobre cinema

17217a34 8670 4bb0 b873 e5f0a3acdcca

O cinema é algo gigante e que engloba diversas gírias e principalmente palavras em inglês. Nos meus textos, por exemplo, em diversos enunciados são utilizadas palavras que são conhecidas por muita gente que entende e que acompanha o cinema todo o santo dia, porém nem todos se disponibilizam de tempo necessário para entender o que são essas tais palavras.

Pensando nisso, o post de hoje (23) vai se fantasiar de dicionário “Aurélio”, ou dicionário “Nerd”, e explicar o que cada palavra em inglês quer dizer nos textos:

 

 

Segue no instagram: @brunolevycos

Comercial (82) 3313.6040 (82) 99812.2189 comercial@cadaminuto.com.br
Redação (82) 3313.2162 (82) 99664.2221 cadaminutoalagoas@hotmail.com