Blog do Tinho

Exclusivo: STF recebe ação para garantir que os 60% dos Precatórios do FUNDEF sejam para os Professores

Júnior Tigre/Blog do Tinho Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true JHC

Como anunciado pelo Deputado Federal João Henrique Caldas JHC (PSB), durante a Audiência pública realizada em Maceió, que contou com mais de dois mil Professores, uma das medidas que estavam sendo tomadas para garantir a destinação correta dos precatórios, com o apoio do congressista João Caldas, presidente do PSC em Alagoas, era o ingresso da ADPF 528 (Descumprimento de Preceito Fundamental).

A ação, do Partido Social Cristão (PSC), com a colaboração dos argumentos e discussões extraídos da Comissão de Fiscalização do FUNDEF coordenados por JHC (PSB), questiona, no Supremo Tribunal Federal (STF), ato do Tribunal de Contas da União (TCU) que desobrigou estados e municípios de destinarem percentual mínimo (60%) de recursos complementados pela União, para pagamento de profissionais do magistério.

As verbas decorrem de erro de cálculo no repasse do Fundo de Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério (Fundef) reconhecido judicialmente. A questão é tema da Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF) 528, distribuída ao ministro Alexandre de Moraes.

O PSC explica que vários entes federados acionaram o Poder Judiciário para obter a reparação de um erro no cálculo do valor do Fundef – atual Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) – referente ao período de 1998 a 2006. A Justiça condenou a União a repassar a diferença aos estados e municípios que ingressaram em juízo, mediante o pagamento de precatórios. A matéria também foi submetida ao STF no julgamento das Ações Cíveis Originárias (ACOs) 648, 660, 669 e 700, quando foi decidido que a complementação da União ao fundo deve ser calculada com base no valor mínimo nacional por aluno extraído da média nacional.

Em agosto de 2017, o Plenário do TCU assentou que, embora os recursos recebidos a título de complementação devessem permanecer com aplicação vinculada à educação, não deveria persistir com relação a estas verbas a destinação de 60% para pagamento dos profissionais do magistério da educação básica, pois tal destinação poderia resultar “em graves implicações futuras quando exauridos tais recursos”. Ainda em dezembro do ano passado, lembra o partido, o presidente do TCU concedeu medida cautelar determinando que os recursos provenientes da diferença do Fundef/Fundeb fossem aplicados exclusivamente em ações de manutenção e desenvolvimento do ensino para educação básica pública, sob pena de responsabilidade dos gestores públicos.

Para a legenda, assim como aponta o Deputado JHC, a deliberação do TCU resulta em violação do direito fundamental à educação, à valorização dos profissionais da educação escolar e ao piso salarial profissional nacional, além de afrontar o objetivo constitucional de diminuir desigualdades sociais e regionais. Sustenta ainda que o ato questionado fere o artigo 60, inciso XII, do Ato das Disposições Constitucionais Transitórias (ADCT), ao desobrigar gestores públicos de cumprir a vinculação do mínimo de 60% dos valores para o pagamento de professores. “O acórdão do TCU extrapolou sua competência ao modificar a destinação constituição e legal dos recursos do Fundeb/Fundef” afirma o PSC.

O partido pede a concessão de liminar para suspender o ato questionado até o julgamento do mérito da ADPF, quando espera que o Supremo anule, com eficácia geral e efeito vinculante, a parte questionada do acórdão do TCU.

 

__________

@BlogdoTinho

WhatsApp: 9 9618-0795

JHC tem confirmação de Rogério Teófilo sobre rateio dos 60% do FUNDEF com Professores

Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

A Mobilização do Deputado Federal JHC (PSB) e Coordenador da Comissão Externa de Fiscalização dos Recursos do FUNDEF, em parceria com os sindicatos, membros dos poderes legislativos e principalmente, o engajamento dos Profissionais da Educação, Professores, tem dado um novo rumo às discussões sobre a correta distribuição dos recursos do FUNDEF, quanto aos 40% e 60%.

Discutindo e colocando o ponto de vista à luz da legislação para diversos órgãos representativos, de fiscalização, controle e também para os Prefeitos, JHC (PSB) tem conseguido a sensibilização e também o apoio dos Gestores em diversas oportunidades.

Do Prefeito do Município de Arapiraca, Rogério Teófilo, JHC tem a confirmação, já há algum tempo, que destarte tenha a permissão jurídica, fará a divisão dos recursos de acordo com o que determina a lei do FUNDEF, respeitando os 60% para os Professores.

Como já prometido ao Deputado Federal JHC, Rogério Teófilo voltou a afirmar em evento público, que “está confiante no posicionamento favorável da Justiça com relação à liberação de 60% dos precatórios do Fundef para o rateio entre os professores da rede municipal.

“Fomos o primeiro município no Nordeste a dizer que 60% dos recursos do precatório iriam para os professores... ”, disse o Prefeito.

Já no próximo dia 23, segunda-feira, o município de Arapiraca e região, por meio da mobilização do deputado JHC, sindicatos e legisladores, receberá a Audiência Pública, que discutirá a aplicação dos Recursos do Fundef e deve ratificar o compromisso de Rogério Teófilo com JHC e os Professores do Município.

 

_________

@BlogdoTinho

WhatsApp: 9 9618-0795

PMN rejeita candidatura a Presidente de ex-apresentadora Valéria Monteiro

Aureliza Correa Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Valéria Monteiro

O Partido da Mobilização Nacional (PMN) rejeitou em convenção nacional neste sábado (21) o nome da jornalista e ex-apresentadora TV Globo Valéria Monteiro como candidata à Presidência da República.

Durante sua passagem por Alagoas, em maio deste ano, a jornalista já havia citado a possibilidade do seu partido, PMN, negar-lhe a legenda para concorrer ao cargo de Presidente.

A executiva do partido já havia vetado o nome de Valéria, mas a ex-apresentadora do Jornal Nacional recorreu da decisão na Justiça e conseguiu assegurar a manutenção da pré-candidatura até a convenção.

Antes da votação que rejeitou o seu nome, Valéria Monteiro pediu para falar e o presidente da legenda, Antonio Carlos Massarollo, negou, alegando que ela não era convencionada. Valéria reagiu e Massarollo pediu à segurança para retirá-la do evento. "Vai definir tudo na canetada, presidente?", questionou a jornalista Ela afirmou que deve entrar com uma ação para anular a convenção, que, segundo ela, "foi a demonstração de como o processo eleitoral brasileiro é fraudulento".

Durante a convenção, além de não ter candidatura própria, o partido decidiu ainda não apoiar a candidatura de outro partido no primeiro turno.

 

Com:Brasiliense

Convenções para definição de candidatos a presidente começam nesta sexta; veja lista

Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

As convenções partidárias para definição dos candidatos a presidente da República nas eleições deste ano começam nesta sexta-feira (20) – saiba mais abaixo as datas e locais das convenções de cada partido.

Conforme o calendário eleitoral de 2018, definido pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), os partidos terão até 5 de agosto para também definir os candidatos a vice-presidente da República, governador, vice, senador e deputados (federais, estaduais ou distritais).

O primeiro turno das eleições deste ano está marcado para 7 de outubro; o segundo, para 28 de outubro.

Muitos partidos lançaram pré-candidatos a presidente da República nos últimos meses, entre os quais PT (Luiz Inácio Lula da Silva), PSDB (Geraldo Alckmin), MDB (Henrique Meirelles), PSOL (Guilherme Boulos), PCdoB (Manuela D'Ávila), PSL (Jair Bolsonaro), Rede (Marina Silva), PDT (Ciro Gomes) e DEM (Rodrigo Maia).

Conheça todos os pré-candidatos a presidente

Pelo calendário do TSE, a partir desta sexta:

Começa o prazo para convenções partidárias (até 5 de agosto);

É assegurado direito de resposta a candidatos e partidos atingidos por afirmação inverídica, caluniosa, difamatória ou injuriosa;

É permitida a formalização de contratos com instalação física e virtual de comitês de candidatos e partidos que já tenham realizado convenção;

Pesquisas têm de incluir os nomes de todos os candidatos cujas candidaturas estejam registradas.

Os partidos deverão registrar os candidatos na Justiça Eleitoral até 15 de agosto. A partir do dia 16, começará a propaganda eleitoral.

Datas e locais das convenções

Saiba na tabela mais abaixo, por partido, as datas e os locais das convenções para escolha do candidato a presidente da República.

O Patriota, cujo pré-candidato é deputado Cabo Daciolo (RJ), e o Solidariedade, cujo pré-candidato é o ex-ministro Aldo Rebelo, ainda não definiram as datas das convenções.

PROS, PTC, PHS, PRB, PPL, PRP, PCB, PCO e PMB ainda não deram informações sobre as convenções.

 

Eleições 2018: partidos fazem convenções para definir candidatos

Data Partido  Pré-candidato a presidente   Local da convenção

20/07 PDT     Ciro Gomes  Brasília (DF)

20/07PSCPaulo Rabello de CastroBrasília (DF)

20/07PSTUVera LúciaSão Paulo (SP)

21/07PSOLGuilherme BoulosSão Paulo (SP)

21/07AvanteSem pré-candidatoBelo Horizonte (MG)

21/07PMNSem pré-candidatoBrasília (DF)

22/07PSLJair BolsonaroRio de Janeiro (RJ)

28/07Democracia CristãJosé Maria EymaelSão Paulo (SP)

28/07PTBSem pré-candidatoBrasília (DF)

28/07PVSem pré-candidatoBrasilia (DF)

28/07PSDSem pré-candidatoSão Paulo (SP)

01/08PCdoBManuela D'ÁvilaBrasília (DF)

02/08MDBHenrique MeirellesBrasília (DF)

02/08DEMRodrigo MaiaIndefinido

02/08PPSem pré-candidatoBrasília (DF)

04/08PTLuiz Inácio Lula da SilvaSão Paulo (SP)

04/08PSDBGeraldo AlckminBrasília (DF)

04/08NovoJoão AmoêdoSão Paulo (SP)

04/08RedeMarina SilvaBrasilia (DF)

04/08PodemosÁlvaro DiasCuritiba (PR)

04/08PPSSem pré-candidatoBrasília (DF)

04/08PRSem pré-candidatoBrasília (DF)

05/08PRTBLevy FidelixSão Paulo (SP)

05/08PSBAinda sem definiçãoBrasília (DF)

Fonte: G1/ Partidos políticos

Prefeito Pedoca Jatobá sofre derrota na Justiça contra comunicador Miguelense

Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

O Prefeito do Município de São Miguel dos Campos, Pedoca Jatobá (DEM), avaliado como uma das maiores rejeições do Estado, até o momento, sofreu mais uma derrota na justiça, dessa vez contra o comunicador Miguelense Ivanildo Marques.

Acusando o comunicador de ofensa à honra, devido às palavras “Canalha e Burro” utilizadas nos áudios de Marques, Pedoca pediu a retirada do programa e indenização de 25 mil por parte do Comunicador.

Analisando os autos, utilizando a razoabilidade e os demais fins democráticos, o Juiz Helestron Silva da Costa entendeu que caberia determinada reparação de danos ao Prefeito, porém entendeu também que é direito legítimo e cristalino a liberdade de expressão, imprensa e opinião.

Não reconhecendo calúnia por parte do comunicador, e reconhecendo o direito de opinião,  o Juiz derrubou a expectativa do Prefeito que era de receber 25 mil reais de indenização, para 4 mil. Esse valor se assemelha ao que Pedoca foi condenado a pagar, 3 mil reais, por descumprir decisão em fornecer documentos públicos.

Do mesmo modo, a sentença Nega o pedido de Pedoca Jatobá para cessar os áudios e destaca “que, em se tratando de conflito político, ao passo que se pretende evitar que o direito à liberdade de opinião exceda seus limites e viole a honra do ofendido, não pode também o Poder Judiciário servir como meio de Censura”.

Sobre o trecho da música “ O Prefeito”, de Tom Oliveira, “ É a cidade esburacada (ai ai ai) E o povo vivendo mal (ui ui ui), Mas quando a coisa ficar preta,Eu invento uma micareta, E faço aquele carnaval, Trago um conjunto da bahia (ai ai ai), Pago mais do que ele merece (ui ui ui), Se pagar 100 digo é 500, Desviando os 400 meu saldo banqueiro cresce”, o Juiz não reconheceu conduta caluniosa de Ivanildo como apontou Pedoca por meio de seus advogados.

Sobre o trecho, a sentença ainda afirma que; “a conduta caluniosa ocorreria, nesse caso, ocorreria se houvesse acusação falsa de situação específica, o que não ocorreu”, sentencia o magistrado.

Em nota divulgada à imprensa, o comunicador Ivanildo Marques disse “estar tranquilo” e mesmo “reconhecendo a vitória” da opinião da população contra o gestor, vai recorrer da decisão, para tentar cristalizar ainda mais a vitória da opinião e da liberdade de expressão dos miguelenses.

 

_____________

@BlogdoTinho

Votação continua: Deputado JHC lidera preferência no Prêmio Congresso em Foco

Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

O Deputado Federal por Alagoas, João Henrique Caldas, JHC(PSB), segue na liderança do Prêmio Congresso em Foco, entre os parlamentares do Estado.

 JHC aparece como o melhor deputado de Alagoas e já figura entre os 30 mais atuantes e combativos do País, podendo subir ainda mais no ranking nacional a depender da participação popular.

A votação para o público permanece aberta, na internet, até o próximo dia 31 julho, quando os parlamentares também serão votados e avaliados por um júri especializado e pelos jornalistas que cobrem as atividades do Congresso Nacional.

Só participam do Prêmio os parlamentares considerados ficha limpa e que tenha relevante trabalho apresentado pela população no exercício do mandato, no qual são analisados quesitos como: Apresentação de Projetos, discussão de Temas Relevantes e Presença na Câmara Federal.

Para participar da votação é só acessar o site: Congresso em Foco

 

 

Idealizada pela Secretária de Saúde, Izabelle Pereira, unidade referência para o Bebê, Puérpera e à Gestante será apresentada em evento do SUS no Pará

Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

A Comissão Científica Avaliadora (CCA) formada por cinco assessores técnicos e a Coordenação Técnica do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde de Alagoas (Cosems) avaliou 105 experiências exitosas dos municípios alagoanos e selecionou seis para serem apresentados na 15ª Mostra Brasil Aqui Tem SUS – 2018, no Congresso Nacional de Secretarias Municipais de Saúde que acontecerá em julho em Belém do Pará.

Entre as selecionadas está a experiência exitosa da Secretaria Municipal de Saúde de Teotônio Vilela, batizada de Espaço Vida, que é a implantação de um amplo Ambulatório de Atenção ao risco Gestacional, Puérpera e Infantil.

A experiência; “Atenção à Saúde Materno Infantil: um relato de implantação de ambulatório de atenção ao risco gestacional, puerperal e infantil no Município de Teotônio Vilela-AL", será apresentada durante os dias 25 e 27 de julho de 2018 em Belém no Estado do Pará.

O Espaço Vida

O espaço, que é referência em Alagoas no atendimento humanizado das Gestantes, bebês e Puérperas, é uma idealização da Secretária de Saúde do Município de Teotônio Vilela, Izabelle Monteira Alcântara Pereira, e dispõe de uma equipe específica, integrada e multiprofissional que proporciona um ambiente humanizado com cuidados especiais, contando com assistência qualificada para o binômio mãe-bebê em consonância com a Atenção Básica.

E, nos casos em que há diagnóstico de alto risco, o Espaço Vida proporciona à gestante consultas e exames específicos e acompanhamento especializado.

No ambulatório, além de cursos de conscientização para todas as etapas da gestação e os cuidados da mãe para com o bebê, realizados por uma equipe multiprofissional, que trabalham o fortalecimento e a adesão ao pré-natal, à formação de vínculo, estimulando a amamentação exclusiva e à redução dos casos de mortalidade infantil, também são realizados os testes de triagem neonatal, da orelhinha, linguinha e olhinho.

Além do Município de Teotônio Vilela, também foram selecionadas as experiências: O Bebê em primeiro lugar: A Reorganização da Assistência Materno-infantil no Município de Jundiá, a partir da Vinculação da Gestante às Maternidades de Referência localizadas no Estado de Alagoas. – Jundiá/AL. A Implantação do Ambulatório de Seguimento do Recém-Nascido de Alto risco: Um Projeto de Fortalecimento da Rede. – Arapiraca/AL; Empresas Promotoras de Saúde: Estratégia para Melhoria da Qualidade de Vida do Trabalhador. – Arapiraca/AL. Consultório na Rua e a Potência do Cuidado no Território: Produção de Afetos e Encontros. – Maceió/AL; Ultrapassando Barreiras: O Acesso a Saúde no Sistema Prisional. Girau do Ponciano/AL.

15ª Edição da Mostra Brasil Aqui Tem SUS

 

A 15ª Edição da Mostra Brasil Aqui Tem SUS irá ocorrer no dia 25 de julho de 2018, e terá os seguintes objetivos: propiciar o intercâmbio de experiências municipais bem-sucedidas no SUS; estimular, fortalecer e divulgar as ações de municípios que inovam nas soluções visando à garantia do direito à saúde; dar visibilidade às práticas de saúde na abrangência da gestão local, segundo a realidade dos territórios; e promover um espaço para a troca de experiências e reflexões sobre a gestão e organização de serviços de saúde.

 

 

__________

@BlogdoTinho

WhatsApp: 9 9618-0795

 

Ato do Sindpol que relembra o 17 de Julho marca a luta contra o desmonte da Polícia Civil

Ascom Sindpol Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

Os dirigentes do Sindicato dos Policiais Civis de Alagoas (Sindpol) realizaram ato público nesta terça-feira (17), para relembrar o 17 de Julho de 1997 e marcar a luta contra o desmonte da Polícia Civil. Na mobilização, os participantes distribuíram panfletos que alertavam a população quanto a falta de efetivo da Polícia Civil e as consequências negativas para a população, como a impunidade, o avanço da violência e o não atendimento à sociedade.

Sindicalistas e policiais civis prestigiaram o ato público com café da manhã, realizado na Praça D. Pedro II, em frente à Assembleia Legislativa.  O presidente do Sindpol, Ricardo Nazário, ressaltou a importância de relembrar a derrubada do governador Suruagy em 17 de Julho de 1997, destacando que o Sindpol participou ativamente com os outros funcionários públicos e policiais militares. “Os servidores públicos unidos deram um exemplo aos atuais políticos. Infelizmente, a gente vivencia um mundo de corrupção, mas o Sindpol está atento juntamente com outras categorias do serviço público. Podemos mostrar a união dos servidores públicos de novo. Isso é um marco na história de Alagoas”, defende.

Para o dirigente do Sindicato dos Trabalhadores do Nível Médio da Saúde, Jadson Alves, o 17 de Julho é de suma importância para o movimento sindical e os servidores. “O movimento ajudou em uma nova visão para Alagoas em relação à defesa dos serviços públicos, primordialmente, a realização de novos concursos, que apareceram depois de 1997, pois o Estado estava carente de serviços após o PDV, que foi criado para desmontar o Estado. Os sindicatos, que estavam à frente, na época do 17 de Julho, tiveram um profundo papel na questão do combate à desigualdade. Então, houve o fortalecimento dos servidores, um olhar diferente para a saúde e a importância do reconhecimento dos serviços públicos no Estado de Alagoas”, revelou.

O historiador Luiz Gomes, autor de vários livros sobre o 17 de Julho, disse que os servidores públicos saíram às ruas, enfrentaram o Exército e derrubaram o Suruagy, que adotava uma política neoliberal de destruição de serviços públicos. “Nesses 21 anos, os servidores públicos não têm muito o que comemorar. Estamos assistindo ao governo Renan Filho uma política de desmantelamento silenciosa através das Organizações Sociais (OS) e das parcerias públicos privadas, entregando os hospitais à iniciativa privada. Tudo isso exige do povo alagoano uma reação, que só pode acontecer com uma grande mobilização. Este ato é alusivo ao dia histórico que simboliza uma luta em defesa dos serviços públicos”, esclarece.

Bastante emocionado, o policial civil Cléber Ferreira reviveu o 17 de Julho de 1997. "Aqui me traz grandes recordações. Os servidores públicos eram massacrados por um governo que estava destruindo Alagoas. Com apoio das entidades de Segurança, Educação e Saúde conseguimos tirar um governo forte. O povo unido consegue o impossível, e o impossível para o povo unido não existe”.

O diretor Jurídico do Sindpol, José Carlos Fernandes, o Zé Carlos, que também teve papel atuante no 17 de Julho, destacou que a história dos trabalhadores é cheia de revoluções, e o 17 de Julho faz parte dessa história do Brasil. “A situação econômica daquela época, com as pessoas passando necessidades, fez com que os servidores públicos, os policiais civis e militares, trabalhadores da Saúde e da Educação tomassem uma medida de enfrentamento com o Exército. A polícia veio para o lado do povo, em defesa da população. Quando a polícia passa para o lado do povo, a revolução acontece. Quando o povo quer, o povo consegue. Esse momento não pode cair no esquecimento. A população sabe que quando o povo se reúne, o povo faz sua história, é o que aconteceu no 17 de Julho”.

 

 

__________

@BlogdoTinho

WhatsApp: 9 9618-0795

Em novo ato, apoiado por JHC, mais de 3 mil Professores reivindicam Precatórios do FUNDEF em Maceió

Júnior Tigre Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Deputado JHC mobilização Professores

Com o apoio e a mobilização do Deputado Federal JHC (PSB), que é o Coordenador Nacional da Comissão Externa de Fiscalização dos Recursos do FUNDEF, hoje (16), mais de 3 mil Professores, dos diversos municípios alagoanos, reivindicaram pelas ruas de Maceió a aplicação dos recursos do FUNDEF 100% na Educação, com a garantia dos 60% para o Magistério.

A pauta é defendida pelo Deputado JHC, que tem mobilizado os Profissionais de todo o Estado e provocado os órgãos de Fiscalização e Controle no sentido de rediscutir algumas decisões, consideradas ‘equivocadas’, que foram proferidas até o momento.

Após percorrerem, de modo pacífico e em ato de conscientização, várias ruas da Capital, uma comissão dos Professores, com a interlocução do Deputado JHC e dos Sindicatos representativos da categoria, participou de uma importante reunião na sede do Tribunal de Contas da União com o Secretário de Controle Externo do TCU em Alagoas, Claudivan da Silva Costa.

O Secretário do TCU em Alagoas informou que tem acompanhado a mobilização, inclusive participando das audiências promovidas pelo Deputado JHC, e que a instituição irá ouvir os órgãos que tenham competência e interesse na decisão, a exemplo do Ministério da Educação (MEC), antes da decisão em caráter definitivo do órgão e que auditorias foram iniciadas para investigar a destinação desses recursos pelos Prefeitos.

Claudivan garantiu ao Deputado JHC e à comissão que repassará à presidência nacional do TCU as observações e o posicionamento dos trabalhadores da educação em Alagoas e dos Sindicatos sobre os Precatórios do FUNDEF.

JHC disse que a luta não para e que novas mobilizações devem acontecer já que a luta dos profissionais da Educação tem dado fruto nas diversas discussões dos órgãos.

“Professores de todo o Estado realizaram mais uma mobilização histórica e fomos recebidos por técnicos do TCU. Recentemente, tivemos mais uma vitória, o Tribunal admitiu a possibilidade de discutir a subvinculação para o magistério e no início deste mês representamos ao MP de Contas da União. A luta não para”, sentenciou JHC.

Os recursos dos Precatórios do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério (Fundef) é estimado em um bilhão só para Alagoas.

 

___________

@BlogdoTinho

WhatsApp: 9 9618-0795

Professor Eduardo Vasconcelos é aposta do PSB de Alagoas para eleições

Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Eduardo Vasconcelos

Após ganhar projeção em todo o Estado não só como professor de várias instituições de ensino tradicionais, mas principalmente como presidente do Sindicato dos Professores do Estado de Alagoas, o professor Eduardo Vasconcelos vai empunhar com propriedade a bandeira da educação na disputa por uma das vagas a deputado federal.

A candidatura do Professor Eduardo Vasconcelos é uma aposta do seu partido o PSB, que deve eleger além do destacado deputado JHC, mais um deputado Federal.

Eduardo Vasconcelos vai disputar pela primeira vez efetivamente as eleições. Ele é um dos pré-candidatos do partido à Câmara Federal. “Sou pré-candidato a deputado federal porque acredito que posso lutar por uma educação de qualidade justa e igualitária para todos”, disse ele.

Professor e sindicalista, ele é um dos novos nomes da política alagoana. “Minha principal bandeira será a educação, que infelizmente não tem sido pauta de prioridade para nossos governantes, pois entendo que educação, esporte e cultura são a base de tudo”, avaliou.

 

___________

@BlogdoTinho

WhatsApp: 9 9618-0795

Comercial (82) 3313.6040 (82) 99812.2189 comercial@cadaminuto.com.br
Redação (82) 3313.2162 (82) 99664.2221 cadaminutoalagoas@hotmail.com