Agreste

Sistema Coletivo passa por manutenção e bairros ficam sem água por 48h em Arapiraca

  • Redação com Ascom Casal
  • 20/07/2021 08:14
  • Agreste

Durante o período de zero hora do dia 20 até meia noite do dia 21, o abastecimento de água ficará deficiente nas cidades de Campo Grande, Coité do Nóia, Feira Grande, Girau do Ponciano, Lagoa da Canoa, Olho d’Água Grande, São Brás e bairros da zona baixa de Arapiraca.

Já a parte alta de Arapiraca e as cidades de Craíbas e Igaci não terão o fornecimento de água afetado pela paralisação, visto que são atendidas pelo Novo Sistema Adutor do Agreste.

Os trabalhos serão executados por profissionais da empresa parceira Agreste Saneamento, com acompanhamento de técnicos da Unidade de Negócio Agreste, da Companhia de Saneamento de Alagoas (Casal). Para outras informações, a Casal disponibiliza aos moradores o Call Center 0800 082 0195.

Segundo a Casal, a interrupção é necessária para que sejam realizados serviços de melhorias operacionais e para garantir a segurança dos profissionais que executarão o trabalho. As intervenções incluem revisão e substituição de diversas peças, manutenção preventiva em válvulas, registros e ventosas, reaperto de conexões, inspeção e lubrificação de conjuntos motobombas e bancos de capacitores, visando o bom funcionamento do sistema e a qualidade do abastecimento dos municípios da região.

Estudante de Direito morre ao sofrer descarga elétrica enquanto lavava o carro em Campo Alegre

  • Redação
  • 13/07/2021 19:58
  • Agreste

O estudante universitário Rafael Tavares, de apenas 23 anos, foi vítima de uma tragédia na tarde desta terça-feira (13) na cidade de Campo Alegre. De acordo com informações, o jovem estava lavando o veículo da família quando sofreu uma forte descarga elétrica provocada por um dos equipamentos que utilizava na lavagem.

No momento do acidente não havia ninguém por perto. Rafael foi encontrado, minutos depois, já sem vida por um familiar. O jovem ainda chegou a ser socorrido e encaminhado para o hospital da cidade, onde passou por processo de reanimação, mas sem sucesso.

Rafael Tavares cursava Direito e era neto do ex-prefeito Jorge Cavalcante Madeiro.

A família ainda não confirmou horário e local do sepultamento.

 

Morre o ex-prefeito de Girau do Ponciano, Aurélio Firmino de Oliveira

  • Redação
  • 27/06/2021 09:29
  • Agreste
Foto: Reprodução
Aurélio Firmino de Oliveira

O Município de Girau do Ponciano decretou, neste sábado (26), luto oficial de três dias após o falecimento do ex-vereador e ex-prefeito Aurélio Firmino de Oliveira. Não foi informada a causa da morte.

A informação foi dada pelo filho, Diógenes Aurélio, através das redes sociais. O decreto considera que devido ao “trabalho [de Aurélio] pelo desenvolvimento girauense, o Prefeito David Barros decreta luto oficial de três dias”.

Ele ocupou o cargo da prefeitura da cidade nos períodos entre 1970 e 1972 e 1977 e 1982, pelo antigo partido Arena.

 

Alagoano de Craíbas encanta e avança para próxima fase do programa The Voice Kids

  • Redação
  • 07/06/2021 10:20
  • Agreste

O alagoano Edu Lima conseguiu avançar mais uma fase no programa musical The Voice Kids, neste domingo (06), após sua primeira apresentação. 

Acompanhado de sua sanfona, o alagoano do município de Craíbas conquistou a virada da cadeira da cantora Gaby Amarantos e também de Michel Teló. "Você é lindo. 

Você é o Brasil que eu acredito. Viva a música brasileira, viva você!", disse a técnica, após ter sido escolhida por Edu. 

 

139 anos: Emancipação de Limoeiro de Anadia reúne live com artistas e sorteio de prêmios

  • Assessoria
  • 31/05/2021 09:59
  • Agreste

A Prefeitura de Limoeiro de Anadia deu início, neste domingo (30), as comemorações dos 139 anos do município. Sete artistas da terra se apresentaram numa live, por meio de uma estrutura montada pela Secretaria de Cultura, que pôde ser acompanhada por milhares de internautas através do Youtube.

“Nos meus dois primeiros mandatos, nós sempre trabalhamos e levamos festa à população. Trazíamos atrações de grande peso pra divertir os munícipes. Infelizmente, devido ao momento que estamos atravessando, não foi possível. Mas os nossos artistas limoeirenses estão dando um grande show. Além disso, a nossa intenção é ajudá-los, já que o setor de entretenimento está sendo um dos mais prejudicados”, disse o prefeito Marlan Ferreira, que inaugurará diversas obras nesta segunda-feira (31), ao lado do senador Fernando Collor e de secretários do município.

O chefe do Executivo agradeceu a deputada Jó Pereira pela doação de uma motocicleta, que foi sorteada, junto a outros prêmios, durante o evento. “Com essa live, queremos resgatar a autoestima do nosso povo, que está sofrendo bastante com a pandemia. Cestas básicas também serão entregues aos mais necessitados”, completou.

A primeira-dama de Limoeiro e secretária da Mulher, Eloísa Ferro, destacou que o objetivo da live é levar diversão a quem está em casa, bem como beneficiar a classe artística, que mais sofre. “Com essa live, mesmo em momento de pandemia, nós estamos retomando a nossa tradição cultural”.

Para a secretária de Cultura, Patrícia Celestino, a live traz aos limoeirenses a expectativa de viver dias melhores “Ouvimos a população e os artistas da terra, que vem há muito tempo passando dificuldades. Agradeço ao prefeito Marlan, que não se esquivou em ajudar os cantores fazendo esse evento”, pontuou.

Já o secretário adjunto de Comunicação, Henkeo Peixoto, ressaltou a importância de o evento ser transmitido pela internet, para que toda população tivesse acesso. “Além de democratizar o acesso às comemorações, a segurança da população foi resguardada, devido o momento de pandemia que vivenciamos. Foi um evento de excelência”, celebrou.

Subiram ao palco os artistas Emerson Ferraz; Som Bala do Brasil; Luan Alves; Fábio Lins; Roberto Rodrigues; Igor Santana e Willy Vaqueiro.

Covid-19: Girau do Ponciano ultrapassa 8 mil doses aplicadas de vacina:confira cronograma

  • Redação
  • 27/05/2021 09:46
  • Agreste
Foto: Assessoria

A Prefeitura de Girau do Ponciano já aplicou mais de 8 mil doses da vacina contra a Covid-19 no município e segue com as imunizações acompanhando as regras do Plano Nacional de Vacinação. De acordo com a atualização da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), somando as 1ª e 2ª doses, 8.200 doses já foram ministradas.

Desde o início da imunização no município, em 22 de janeiros, Girau do Ponciano recebeu, até o momento, 12.529 doses de imunizantes contra a Covid-19. Trabalhadores da Saúde e Idosos já foram vacinados e a prefeitura continua dando sequência ao cronograma dos grupos prioritários.

“Recebemos 12.529 doses de imunizantes desde janeiro, quando iniciamos a vacinação. Destas 8.200 foram aplicadas e seguimos vacinando a população e aguardando as datas para fazer a aplicação da segunda dose. Vale ressaltar que 1.060 doses foram entregues no Presídio do Agreste, para a imunização dos reeducando e de trabalhadores do sistema prisional”, explicou o prefeito Davi Barros.

A vacinação no Presídio do Agreste continua em andamento, é realizada por módulo e 840 pessoas já foram vacinada na unidade prisional, localizada em Girau do Ponciano. As doses de imunizantes destinadas para a população carcerária são enviadas e contabilizadas junto as vacinas enviadas para o Município.

Há 10 pontos de vacinação distribuídos na zona urbana e na zona rural de Girau do Ponciano. Na área urbana, a imunização acontece na Biblioteca Municipal, na Rua da Matriz. Na zona rural, em todas as Unidades de Saúde.[

Integram os grupos prioritários que seguem sendo vacinados em Girau do Ponciano:

• Trabalhadores da Educação Básica;
• Trabalhadores da Saúde autônomos (farmacêuticos, educadores físicos e veterinários);
• Pessoas com comorbidade com idade entre 18 a 39 anos;
• Pessoas com deficiência permanente com idade entre 18 e 39 anos;
• Trabalhadores de Transporte Coletivo;
• Caminhoneiros;
• Trabalhadores da Indústria e da Construção Civil;
• Trabalhadores e limpeza urbana;

Confira o cronograma de vacinação desta quinta-feira (27) até o próximo sábado (29):

Quinta-feira (27)

Trabalhadores da Educação Básica, dos 18 aos 29 anos e caminhoneiros, serão vacinados na Rua da Matriz. Das 8h às 11h e das 13h às 16h.

Sexta-feira (28)

Serão vacinados os trabalhadores da Indústria, da Construção Civil e trabalhadores da Limpeza Urbana. A imunização ocorrerá na Biblioteca Municipal, das 8h às 11h e das 13h às 16h.

Sábado (29)

Serão vacinadas pessoas de todos os grupos e pessoas de 58 e 59 anos sem comorbidades, na Biblioteca Municipal, das 8h às 11h e das 13h às 16h.

A Prefeitura de Girau do Ponciano ressalta que as pessoas que integram os grupos prioritários, e têm direito a receberem a dose do imunizante, devem apresentar comprovação de vínculo de acordo com a categoria. A população rural deve se dirigir ao posto mais próximo de sua residência.

Ex-diretor do Procon Arapiraca segue intubado em hospital de Maceió

  • Redação
  • 24/05/2021 14:48
  • Agreste

O vereador pelo município de Penedo Denis Reis (PSDB) e ex-diretor do Procon Arapiraca segue intubado no Hospital do Coração, em Maceió. Seu quadro de saúde foi agravado em virtude das consequências causadas pela Covid-19. 

Denys Reis já estava internado há alguns dias mas precisou ser intubado neste domingo (23) após complicações.

Nas redes sociais do vereador está a informação de que seu quadro de saúde é estável e que a intervenção de intubação foi para  intensificar o tratamento. 


 

 

Renan Filho autoriza início da duplicação da AL220 entre Arapiraca e Major Izidoro nesta segunda (24)

  • Agência Alagoas
  • 21/05/2021 16:23
  • Agreste

Em mais um esforço para integrar as regiões do estado e encurtar distâncias entre os municípios alagoanos, o governador Renan Filho e o secretário de Transporte e Desenvolvimento Urbano, Mosart Amaral, assinam, nesta segunda-feira (24), ordem de serviço para a duplicação da AL-220 no trecho que liga Arapiraca, no Agreste, a Major Izidoro, na Bacia Leiteira. A solenidade será realizada na prefeitura de Major Izidoro, às 10 horas.

O trecho tem 43 quilômetros de extensão e é o primeiro a ser autorizado dos quatro que compõem a totalidade da obra, que duplicará a rodovia de Arapiraca até Delmiro Gouveia. Considerando que o governo de Alagoas já duplicou a estrada já entre Maceió e Arapiraca, quando concluídos os serviços, o Litoral e Sertão estarão mais conectados do que nunca, um benefício chega para o todo o estado, já que a rodovia impulsionará ainda mais o desenvolvimento econômico, social e turístico de todas as regiões Alagoanas. 

O investimento nesta primeira etapa é de aproximadamente R$100 milhões em recursos próprios do Governo de Alagoas. A obra vai empregar aproximadamente 200 pessoas e tem prazo de execução de um ano.

Desde 2015 até o momento, a gestão Renan Filho já investiu em 160 quilômetros de vias duplicadas, e até o final de 2022, Alagoas terá mais de 400 quilômetros, o que representa 12 vezes mais do que o estado apresentava até o final de 2014. Além da AL-220, estão em andamento a duplicação da AL-110, ligando Arapiraca a São Sebastião, a AL-115 ligando Arapiraca a Palmeira dos Índios e a AL-101 Norte no trecho entre os bairros de Jacarecica e Garça Torta, em Maceió. Investimentos que indicam o compromisso do governador Renan Filho em garantir mais desenvolvimento para Alagoas por meio, também, da modernização e elevação do padrão da malha viária estadual. 

Fabiana Pessoa recebe secretária arapiraquense e discute melhoria de políticas assistenciais no município

  • Assessoria
  • 21/05/2021 16:16
  • Agreste

Manter o diálogo entre Estado e municípios. Essa é a linha de trabalho que vem sendo implementada pela secretária Fabiana Pessoa a frente da Secretaria de Estado da Assistência e Desenvolvimento Social.

Nesta quinta-feira (21) Fabiana recebeu em seu gabinete a secretária de Assistência Social de Arapiraca, Fabricia Galindo, que apresentou diversas demandas direcionadas à capital do Agreste.

Durante o encontro foram discutidas pautas voltadas à parceria entre Estado e Município para a melhoria e manutenção dos serviços mantidos pela Secretaria de Assistência, a exemplo do CRAS, CREAS e Centro Pop e outros equipamentos voltados às políticas de Assistência Social.

De acordo com a secretária Fabiana Pessoa, a parceria entre Estado e os Municípos são de fundamental importância a melhoria e o bom funcionamento dos serviços. "A Seades vem trabalhando em sintonia com os municípios alagoanos no sentido de agregar ações que possam garantir políticas sociais mais eficientes aos mais necessitados", finalizou a secretária.

Sistema Coletivo do Agreste é paralisado por 48 horas para serviços de manutenção

  • Assessoria
  • 18/05/2021 09:15
  • Agreste

A Companhia de Saneamento de Alagoas (Casal) e a empresa parceira Agreste Saneamento informam que o Sistema Coletivo do Agreste (SCA) sofrerá uma parada programada de 48 horas, com início nas primeiras horas da madrugada da próxima terça-feira (18) e conclusão no final da noite de quarta-feira (19). O motivo é uma manutenção preventiva de equipamentos, a fim de melhorar o abastecimento da região, evitar contratempos e garantir mais segurança hídrica.

Para efetuar a manutenção e garantir a segurança dos trabalhadores envolvidos, será necessário interromper temporariamente o funcionamento do sistema. Dessa forma, poderá haver desabastecimento durante esse período nas seguintes localidades: Campo Grande, Coité do Nóia, Girau do Ponciano, Lagoa da Canoa, Feira Grande, São Brás e Olho d’Água Grande, além dos bairros da zona baixa de Arapiraca.

Os trabalhos serão feitos na estação elevatória de Campo Grande e no Complexo Adutor Morro do Gaia, em São Brás. Entre as ações, serão realizadas manutenções preventivas em válvulas, registros, ventosas e aperto de conexões, incluindo revisão dos bancos capacitores, inspeção e lubrificação de conjuntos motobombas, além da limpeza de outros componentes.

O sistema voltará a operar na madrugada de quinta-feira (20), quando o abastecimento ficará em recuperação gradativa durante o dia e também na sexta-feira (21). Para outras informações, a Casal disponibiliza aos usuários o Call Center 0800 082 0195.

A Companhia lembra ainda que a parte alta de Arapiraca e as cidades de Craíbas e Igaci não sofrerão suspensões de abastecimento no período, visto que essas áreas são atendidas através do novo Sistema Adutor do Agreste.

Vídeo: Jovem de Traipu forja abordagem policial para pedir namorada em casamento

  • Redação
  • 11/05/2021 07:26
  • Agreste
Foto: Reprodução
Lucas combinou ação com policiais militares.

Um jovem de 19 anos elaborou um plano inusitado para pedir a namorada em casamento. No último domingo (9), Lucas da Silva Almeida forjou a própria prisão, com abordagem e alegação de tráfico de drogas.

O caso aconteceu no município de Traipu, interior de Alagoas. Lucas combinou toda ação com militares do 3º Batalhão de Polícia Militar (BPM). O plano também teve a ajuda do pai da namorada, que presenciou o pedido de casamento e registrou tudo pelo celular.

Um vídeo divulgado nas redes socais, mostra o momento em que Lucas foi abordado por policiais e revistado. Os militares retiram do bolso do rapaz pequenos objetos que supostamente perece ser drogas. Ele é detido, algemado e levado para a viatura.

No veículo da PM ele pega um buquê de flores, se ajoelha e surpreende a namorada, identificada como Jayane Freitas, 21 anos, com o pedido de casamento. A jovem responde que sim e o casal é aplaudido por pessoas que presenciaram a cena.

 

Veja o vídeo:


 

 

'Hipólito da Asa Branca' recebe primeiro transplante de pulmão bem sucedido após Covid-19

  • Com informações Folha de São Paulo
  • 02/05/2021 10:42
  • Agreste

No próximo dia 14, o empresário arapiraquense José Hipólito Correia, 61, popularmente conhecido como "Hipólito da Asa Branca, comemorará três meses de um transplante de pulmão inédito no país que lhe devolveu a vida, após ter tido o órgão destruído pela Covid-19 com uma fibrose irreversível.

Ele espera ter alta na mesma semana, após completar quase sete meses de internação hospitalar. Desse total, passou 88 dias ligado à Ecmo (Membrana de Oxigenação Extracorpórea), uma espécie de pulmão artificial que oxigena o sangue fora do corpo, substituindo temporariamente o órgão comprometido de maneira severa.

O transplante foi feito no Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo, e é o segundo realizado com paciente que teve Covid na instituição. O primeiro doente, porém, não sobreviveu. No mundo, foram documentados cerca de 50 procedimentos desde o início da pandemia.

"Se não tivesse ocorrido o transplante, certamente o paciente já teria morrido", diz o cirurgião torácico Marcos Samano, coordenador de transplante pulmonar do Einstein e professor da USP.

A cirurgia demorou dez horas e envolveu sete profissionais e a situação inusual de ter um paciente conectado a duas Ecmos simultâneas: aquela à qual ele já estava ligado antes e outra usada durante o transplante.

"Para a alegria geral, os dois equipamentos foram desconectados logo após o procedimento", afirma Samano.

O caso de Costa suscitou vários debates técnicos e éticos. Afinal, por que priorizar um paciente que acabou de entrar na lista de transplante, atingido por uma doença da qual ainda se sabe tão pouco?

Só no estado de São Paulo há pelo menos cem pacientes à espera de um pulmão. No Einstein, são 35.

A favor do empresário havia o fato de que ele era muito saudável antes da Covid (caminhava 15 km diariamente na orla de Maceió) e, mesmo com a doença, seus outros órgãos estavam preservados.

A situação foi discutida na Câmara Técnica de Transplante de Pulmão, ligada ao Ministério da Saúde, que autorizou a cirurgia.

"É um procedimento de alta complexidade, que exige que o paciente tenha condições mínimas de fazê-lo. Ao fazer um transplante sem grandes chances de dar certo, você não só mata o paciente como mata também aquele outro da lista que não teve a possibilidade de ser transplantado", explica o pneumologista José Eduardo Afonso Júnior, coordenador médico do programa de transplantes do Einstein.

Segundo o médico, antes da Covid-19, pacientes que ficavam gravemente doentes do pulmão por um evento agudo nunca eram candidatos a transplante. "É um paciente que está há muito tempo na UTI, muito enfraquecido, colonizado por bactérias."

Com a pandemia, muitas pessoas saudáveis passaram a morrer rapidamente de complicações pulmonares. A partir de relatos de transplantes feitos com sucesso no mundo, o Einstein decidiu encarar a empreitada.

Os candidatos precisam passar por avaliação de médicos, psicólogos, enfermeiros, fisioterapeutas, nutricionistas e também pelo serviço social (o paciente tem que ter condições de fazer reabilitação após a alta, por exemplo).

Outro critério é o paciente estar consciente e autorizar o transplante. Costa estava sedado, mas foi acordado. "Na maioria das vezes, a gente tem um paciente grave e não conseguimos acordá-lo. Acordamos o paciente, conversamos com ele e ele respondeu que, sim, queria muito criar os netos e os bisnetos", conta Samano.

A recuperação foi trabalhosa. Além da perda muscular sofrida durante o longo período na UTI após o transplante, ele teve complicação neurológica e convulsões com rebaixamento do nível de consciência, devido ao uso das medicações imunossupressoras. "Foi o ponto de maior preocupação, mas, depois de alguns dias, ele se recuperou bem", diz o médico.

 

Taquarana: MP recomenda que prefeito suspenda contratações para cargos que tem aprovados em concursos

  • Assessoria
  • 28/04/2021 10:31
  • Agreste

A Promotoria de Justiça do município de Taquarana recomendou ao prefeito a suspensão na contratação de pessoal para cargos onde existem aprovados no último concurso público realizado pela administração e que ainda aguardam nomeação. 

Conforme portaria, publicada no Diário Oficial do Ministério Público Estadual, em 2019 a Prefeitura de Taquarana realizou concurso para diversos cargos efetivos, contudo, ainda hoje, mantém nos seus quadros servidores contratados para as mesmas funções previstas no edital. 

“Considerando que o concurso em debate foi realizado no ano de 2019, certamente que houve a previsão orçamentária na época, o que significa que a convocação dos candidatos não acarretará despesa nova. Além disso existem muitos servidores comissionados e contratados que ingressaram na Prefeitura de Taquarana nesse período de 2 anos e considerando que não se pode admitir que o Município de Taquarana utilize a crise financeira decorrente da  pandemia da Covid-19 para, mais uma vez, postergar a nomeação dos aprovados em concurso público, mantendo, no seu quadro, servidores contratados de forma precária e ilegal”, colocou a promotoria da portaria. 

Transplantio de árvores: técnica preserva espécies no agreste alagoano

  • Assessoria
  • 22/04/2021 15:06
  • Agreste

Uma técnica inovadora preservou espécies de Pau Brasil da região agreste de Alagoas. Conhecida como transplantio, o trabalho consiste na retirada de árvores de um determinado ponto a outro, com as mesmas condições do ambiente original, para que se desenvolvam. A iniciativa foi realizada pela Agreste Saneamento, empresa controlada pela Iguá Saneamento, e permitiu que árvores originárias do município de Campo Grande fossem levadas ao município de São Brás, uma distância de mais de 30 km.

A ideia surgiu após a necessidade de ampliação de uma das instalações da empresa no município de Campo Grande. As árvores necessitariam de supressão, obedecendo o que preconiza a legislação ambiental. Mesmo com a autorização para a retirada, a equipe de sustentabilidade da Agreste percebeu que poderia ir além.

"Aplicamos dois aspectos do DNA Iguá: sustentabilidade é a base, e ser diferente é um caminho para ser melhor. A partir daí, decidimos seguir pela alternativa mais relevante para o meio ambiente. Realizamos um estudo que comprovou a viabilidade de transplantar as árvores, também nos arredores de uma instalação da empresa, mas em outro município", detalha Marcello Cardoso, gerente operacional da Agreste Saneamento.

Como explica Marcello o transplantio é normalmente empregado para mudas. Realizar o trabalho com árvores adultas exigiu dedicação e esforço conjunto.

"Contratamos uma consultoria especializada para executar o trabalho e fizemos todo o planejamento desde a retirada até o replantio. Mesmo após a finalização, realizamos o acompanhamento para garantir que as plantas permanecessem em boas condições. O transplantio foi um sucesso. E o mais importante: conseguimos preservar as espécies. Entendemos que precisamos dar nossa contribuição, assumir o papel na proteção ambiental da região" enfatiza.

 

Em quatro anos, produção de água tratada cresce 25% no agreste alagoano

  • Assessoria
  • 12/04/2021 10:43
  • Agreste

No mês em que completa nove anos, a Agreste Saneamento comemora sua atuação no agreste alagoano com um importante resultado: a produção de água tratada aumentou 25% desde 2017. Isso se traduz numa crescente oferta do recurso à população, beneficiando mais comunidades e, consequentemente, gerando um importante impacto social. 

"É um cenário extremamente positivo, onde temos a água chegando em localidades mais afastadas, proporcionando qualidade de vida aos seus moradores. Tudo isso graças a um esforço conjunto que demonstra o compromisso e o cuidado das empresas Agreste e Casal com seu papel social, acima de tudo" enfatiza Sérgio Bovo, diretor operacional da Agreste Saneamento.

Bovo explica ainda que nesses nove anos de atuação, as conquistas da Agreste se multiplicam. Os benefícios representam uma mudança histórica para a região. Desde a construção do Sistema Adutor do Agreste, por exemplo, o acesso à água vem sendo ampliado.

"Nosso planejamento foi feito para suprir a demanda por água das 10 cidades da região agreste. No entanto, houve um aumento na produção em torno de 1.200 metros cúbicos por hora, incrementando os 1.800 metros cúbicos por hora já previstos. Isto resultou numa ampliação na oferta de água e no alcance de mais comunidades. Compete à Agreste fazer a gestão do recurso até à Estação de Tratamento de Água de Arapiraca. A partir daí, a água fica em reservatório e a distribuição é de responsabilidade da Casal", pontua Bovo.

Acesso à água tratada muda realidade de comunidades

Uma das consequências desse aumento na produção de água é a chegada recente de água tratada a duas comunidades rurais do município de Craíbas. Os moradores de Pau Ferro e Curupira passaram agora a ser beneficiados com a água que vem do Sistema Adutor do Agreste.

O sistema que chega a essas comunidades é fruto de investimentos da Agreste Saneamento colocados em prática desde 2014. Além disso, a distribuição do recurso ocorre por meio de uma parceria entre a Casal e a Mineradora Vale Verde, que apoiou a implantação do abastecimento para essas localidades. Atualmente, a Casal está na fase de cadastro dos moradores e instalação das ligações domiciliares, para posterior colocação de hidrômetros dos imóveis.

O presidente da Companhia, Clécio Falcão, ressalta que a Casal distribui água para centenas de comunidades rurais em todos os 77 municípios onde atua. “Estamos empenhados em levar água para um número cada vez maior de alagoanos, para que tenham melhoria de vida, mais saúde e conforto. Atendemos cerca de dois milhões de pessoas e sabemos da importância da Companhia para o bem-estar delas. Na região Agreste, contamos com a parceria da Agreste Saneamento para isso. Com o aumento da produção de água a partir da PPP, pudemos expandir a distribuição, e assim, contemplar outras comunidades”, acrescenta o presidente da Casal.

 

Sobre a Agreste Saneamento
A Agreste Saneamento atua junto com a Companhia de Saneamento de Alagoas (CASAL) desde 2012, através de uma parceria público-privada (PPP) com duração de 30 anos, com o objetivo universalizar o acesso da população à água de qualidade e assegurar melhorias nos sistemas de abastecimento de 10 municípios da região agreste do estado, beneficiando mais de 377 mil habitantes. Desde 2017, faz parte da Iguá Saneamento, companhia que está presente em 37 municípios brasileiros e que alcança 6 milhões de pessoas com o compromisso de ser a melhor empresa de saneamento para o Brasil. Foi eleita a melhor empresa de médio porte para trabalhar em Alagoas, em 2018, de acordo com pesquisa realizada pela consultoria Great Place to Work Brasil (GPTW). Em 2020 a concessionária foi eleita a terceira melhor empresa para se trabalhar em Alagoas pelo Great Place To Work (GPTW) e recebeu o destaque nacional entre as cem melhores empresas de pequeno porte do país pela Revista Pequena Empresas, Grandes Negócios e GPTW. Também em 2020, foi reconhecida pelo Instituto Trata Brasil como “Caso de Sucesso em Saneamento Básico”.
 

Sobre a Iguá Saneamento
A Iguá é uma companhia de saneamento, controlada pela IG4 Capital, que atua no gerenciamento e na operação de sistemas de abastecimento de água e esgotamento sanitário por intermédio de concessões e de parcerias público-privadas. Atualmente, está presente em 37 municípios de cinco estados brasileiros – Alagoas, Mato Grosso, Santa Catarina, São Paulo e Paraná – por meio de 18 operações que, somadas, beneficiam cerca de 6 milhões de pessoas. O alcance dos serviços prestados pela companhia a coloca entre os principais operadores privados do setor de saneamento do país. Em 2020, a Iguá aderiu à Rede Brasil do Pacto Global, iniciativa da Nações Unidas (ONU) para mobilizar a comunidade empresarial na adoção e promoção, em suas práticas de negócios, de Dez Princípios universalmente aceitos nas áreas de direitos humanos, trabalho, meio ambiente e combate à corrupção. A companhia foi eleita, em 2020, pelo quarto ano consecutivo, uma ótima empresa para se trabalhar pela consultoria Great Place to Work (GPTW). Atualmente, emprega cerca de 1,5 mil pessoas. O nome Iguá é uma referência direta ao universo em que atua: em tupi-guarani, “ig” quer dizer água.

 

 

Arapiraca lidera número de casos de Covid no interior de Alagoas

  • Redação com Gazetaweb
  • 30/03/2021 08:41
  • Agreste

Segunda maior do Estado, Arapiraca é a cidade do interior de Alagoas com mais casos de Covid-19. A capital do Agreste tem 19.005 casos confirmados, segundo boletim divulgado nesta segunda-feira (29) pelo Governo de Alagoas.

Na sequência, aparecem Marechal Deodoro, com 4.353 casos, e Santana do Ipanema com 3.420 pacientes infectados pelo novo coronavírus, completando as três cidades do interior do estado com mais casos de Covid-19.

Palmeira dos Índios (3.048 casos), Coruripe (2.866), São Miguel dos Campos (2.713), Penedo (2.523), Delmiro Gouveia (2.363), Campo Alegre (2.300) e Rio Largo (2.197) completam as 10 cidades com mais casos da doença no interior do estado.

As três cidades com menos habitantes infectados são Olho D’Água do Casado (76), Jaramataia (73) e Mar Vermelho (70).

Maceió é a cidade de Alagoas com mais casos confirmados de Covid-19 em Alagoas. A capital já registrou a infecção pelo novo coronavírus em 59.735 pessoas.

Caminhão carregado de madeira perde a tração, sai da pista e fica pendurado em ponte na AL 220

  • Redação
  • 19/03/2021 10:11
  • Agreste
Foto: BPRv
Caminhão perdeu tração, saiu da pista e ficou pendurado em ponte

Um caminhão com carga de madeira ficou pendurado em uma ponte, na tarde desta quinta-feira (18), em um trecho da AL-220, no município de Jacaré dos Homens, Sertão alagoano. O acidente aconteceu após o veículo apresentar problemas técnicos.

De acordo com informações do Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv), o condutor do caminhão Mercedes-Benz, Axor 2644, placa FEJ6F70, tracionado a um reboque, seguia sentido Jacaré dos Homens/ Batalha, quando o veículo perdeu a tração em um aclive, voltou de marcha ré, saiu da pista e ficou pendurado na ponte.

O caminhão estava carregado com madeira. Parte da carga caiu sobre o Rio Jacaré.

População se aglomera na frente de Centro Social para receber auxílio financeiro em Campo Alegre

  • Redação
  • 18/03/2021 17:40
  • Agreste
Foto: Cortesia ao CadaMinuto

Cidadãos de Campo Alegre, no interior de Alagoas, se aglomeraram em frente ao Centro Social do município, na manhã desta quinta-feira (18).

De acordo com o vereador Vanio, ontem (17), a grande quantidade de pessoas estava no local porque a prefeitura anunciou que haveria recadastramento do programa social Bolsa Alegre, que atende a população de baixa renda do município.

O prefeito Nicolas Pereira anunciou, neste mês, que o número de famílias atendidas pelo programa iria aumentar de 1.000 para 1.200 e que o valor, que anteriormente era R$ 80, será, nos próximos três meses, de R$ 200.

“Acho uma falta de respeito que eles peçam que a população fique em casa, fechem o comércio eles mesmos promovem esse tipo de aglomeração”, protestou o vereador.

 

O QUE DIZ A PREFEITURA

A prefeitura de Campo Alegre, por meio de nota, disse que a equipe técnica, com apoio da guarda municipal, tentou de todo modo organizar a fila para distribuir as fichas, porém não conseguiu contar com a colaboração de algumas pessoas que estavam na porta e por não chegar em um consenso. Por isso, houve suspensão temporária no cadastro das famílias e, em breve, será divulgado um novo calendário de seleção das famílias.

Confira abaixo a nota na íntegra:

A Secretaria Municipal de Assistência Social e Direito à Cidadania vem por meio desta nota esclarecer os seguintes pontos:

• Conforme vem sendo veiculado nas redes oficiais do município, foi anunciado um aumento de 200 vagas para o Programa Bolsa Alegre. Essas vagas serão distribuídas entre Sede, Luziápolis e Povoados;

• Já existe um cadastro de reserva para futuros beneficiários, entretanto, pensando em garantir que outros beneficiários tenham a chance de concorrer, foi decidido divulgar novos cadastros na modalidade livre demanda;

• Foi divulgado na rádio Campo Alegre FM quais critérios;

• No Distrito Luziápolis e no Povoado Chã da Imbira, onde foram atendidos também Mineiro e Usina Porto Rico não houveram aglomerações e os atendimentos seguem fluindo normalmente.

• Desde a noite do dia 17 fomos surpreendidos já com o inicio de aglomerações na porta do CESCA, solicitamos apoio e a situação foi resolvida. Entretanto, na manhã do dia 18 o número de pessoas que apareceram foi maior que o esperado;

• A equipe técnica, com apoio da guarda municipal, tentou de todo modo organizar a fila para distribuir as fichas. Porém não conseguiu contar com a colaboração de algumas pessoas que estavam na porta e por não chegar em um consenso, deliberou-se, pela própria segurança dos munícipes e dos profissionais, PELA TEMPORÁRIA SUSPENSÃO DE CADASTROS NA MODALIDADE DEMANDA ESPONTÂNEA na Sede do município;

• Logo será divulgada nova estratégia de seleção para essas famílias, que não as coloque sob o risco de aglomeração;

• Nos colocamos a inteira disposição para quaisquer esclarecimentos e pedimos desculpas aos munícipes pelos transtornos ocorridos.

Agreste e Sertão regridem para a fase vermelha. Saiba o que fecha e o que pode funcionar

  • Cada Minuto
  • 07/03/2021 21:05
  • Agreste

O governador Renan Filho anunciou neste domingo (07) as novas medidas para conter a covid-19 em Alagoas. Segundo Renan, a partir da meia-noite de hoje, o Sertão e Agreste vão para a fase vermelha e as demais regiões, incluindo Maceió, regridem para a laranja. O decreto vai até a terça-feira, dia 16.

“O Agreste explodiu a quantidade de casos. No Sertão, as pessoas que não se contaminaram na primeira onda, estão se contaminando nessa segunda onda. Por isso que eles vão para a fase vermelha", disse o governador.

Com relação as outras regiões que ficam na fase laranja, Renan disse que é preciso que se salve o maior número de vidas possível. “Vamos fortalecer as medidas. Reduzir um pouco as possibilidades de aglomeração como forma de ampliarmos a vacinação”.

Ainda conforme Renan Filho, é fundamental o esforço de isolamento social nesse momento, sobretudo que nas proximidades de mais pessoas vacinadas. “Até o fim do mês de março, o Estado espera, com o MS cumprindo o cronograma da entrega das vacinas, entregar a vacinação a todo mundo que tem 65 anos ou mais. Até o mês de abril, esperamos concluir a vacinação desse público, assim como as pessoas de mais de 60 anos. Assim que conseguirmos isso, vamos ver despencar o contágio e o número de mortes”.

A medida foi tomada após a taxa de ocupação de leitos exclusivos de UTI atingir 81%, segundo o boletim da Sesau divulgado no sábado (06).

O secretário de Planejamento, Gestão e Patrimônio, Fabrício Marques apresentou o plano de distanciamento social controlado e como a doença vem evoluindo. “Fechamos ontem a semana epidemiológica. Nas duas últimas semanas a taxa de ocupação acelerou muito”, disse. 

Fabrício também falou sobre o aumento no número de óbiCatos. “Nós tivemos um crescimento de 50% nas duas últimas semanas. Em Maceió, tivemos um aumento de 25% da última semana para essa”. 

O crescimento, segundo ele, nunca foi visto na pandemia. “Em uma semana, a ocupação subiu de 54% para 74%”.

O secretário da Saúde, Alexandre Ayres, reforçou que está trabalhando para ampliar o número de leitos, mas tem observado que a população não tem ajudado. “Nosso objetivo não é prejudicar o setor econômico, principalmente os que estão trabalhando corretamente. Infelizmente, o justo acaba pagando pelo injusto”.

O que pode funcionar?

De seis da manhã até às 20h, bares e restaurantes podem funcionar na capital. Durante o final de semana, os bares e restaurantes ficam fechados, funcionando apenas em sistema delivery ou pague leve. Academias e igrejas só podem funcionar com 30% da capacidade. Também fica determinado o fechamento das marinas nos finais de semana e clubes náuticos. 

Na fase vermelha, bares e restaurantes no Sertão e Agreste ficam fechados, funcionando apenas em sistema de delivery. Apenas serviços essenciais, como supermercados, farmácias e locais que prestem serviços de saúde, higiene, limpeza e alimentação podem funcionar. Academias ficam fechadas, e o comércio não essencial fecha aos finais de semana.

Arapiraca volta à Fase Amarela após aumento de casos e mortes por conta da Covid-19

  • Assessoria
  • 07/03/2021 09:28
  • Agreste

O prefeito de Arapiraca, Luciano Barbosa, assinou, na tarde desta sexta-feira (05/03), um Decreto Municipal com novas determinações sobre as medidas de segurança para os estabelecimentos comerciais que estão autorizados a manterem o funcionamento durante a Fase Amarela do Plano Estadual de Distanciamento Social Controlado.

O documento municipal ratifica as normas estipuladas através do decreto estadual, publicado nessa quinta-feira (04/03), pelo governador de Alagoas, Renan Filho, e estabelece algumas regras adicionais.

Além das medidas estaduais, o decreto municipal estabelece que:

  • Feiras Livres funcionarão das 5h às 11h;
  • Mercado Público Municipal funcionará das 6h às 14h;
  • Shopping Popular funcionará das 9h às 17h;
  • Feiras de Atacados funcionarão dias de quarta e quinta-feira, das 3h às 6h, no antigo Matadouro Público;
  • Feiras Noturnas estão suspensas por tempo indeterminado;
  • Qualquer atividade comercial em logradouros públicos será remanejada para ambientes adequados de acordo com sua atividade;
  • Fica proibido toda e qualquer atividade que provoque aglomeração;
  • Cirurgias eletivas ficam suspensas por 15 dias;
  • Aulas continuam autorizadas na modalidade híbrida.

As equipes de fiscalização das Secretarias Municipais de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente, Procon e Vigilância Sanitária estarão atuando de forma intensificada e em parceria com o 3º Batalhão de Polícia Militar (3º BPM) para coibir irregularidades.

É importante ratificar que as medidas de segurança devem ser seguidas por todos. Sendo assim, a Coordenação de Epidemiologia da Secretaria Municipal de Saúde orienta a população que intensifique os cuidados para evitar a proliferação do coronavírus, pois todos temos a responsabilidade de buscar o controle da pandemia.

Dentre os principais cuidados estão:

  • Lave suas mãos com frequência, utilizando água e sabão;
  • Leve consigo sempre álcool em gel para higienizar mãos e superfícies;
  • Utilize sempre máscara de proteção, de forma adequada, cobrindo nariz e boca;
  • Mantenha o distanciamento social de pelo menos 1,5m;
  • Evite tocar nos olhos, nariz ou boca;
  • Ao tossir ou espirrar, cubra nariz e boca com o braço dobrado ou com um lenço (o uso de máscaras já ajuda nesse caso);
  • Caso esteja com algum sintoma da Covid-19, procure o serviço de saúde e mantenha o isolamento social.

Por mês, cerca de 20 mil análises atestam qualidade da água no agreste alagoano

  • Assessoria
  • 04/03/2021 08:27
  • Agreste

Por mês, cerca de 20 mil análises são feitas para atestar a qualidade da água que chega a dez municípios da região agreste de Alagoas. O trabalho da Agreste Saneamento, empresa que atua na captação e tratamento da água do Rio São Francisco numa parceria público-privada com a Companhia de Saneamento de Alagoas (Casal), se baseia numa gestão eficiente e minuciosa para garantir que o recurso chegue com excelência a 400 mil alagoanos.

As aferições consideram diferentes parâmetros. A média mensal é de mais de 8,4 mil análises no Sistema Novo e 10,4 mil no Sistema Antigo. Em meses como junho e dezembro, o número de exames ultrapassa a marca de 20 mil, porque inclui avaliações semestralmente.

A cada duas horas os técnicos da Agreste realizam as análises considerando parâmetros físico-químicos que verificam aspectos como pH, cor, turbidez e cloro. Semestralmente, outros testes acontecem em quatro pontos de coleta de cada sistema, onde são considerados mais de 100 parâmetros.

O coordenador técnico operacional da Agreste Saneamento Mikael Vasconcelos explica que o rígido controle de qualidade atende a três níveis de critérios: um previsto pelo Ministério da Saúde, outro pela Casal e um ainda mais complexo exigido pela controladora da Agreste, a Iguá Saneamento.

“O plano amostral que cumprimos é estabelecido pelo Anexo XX da portaria de consolidação Nº 5 do Ministério da Saúde. O documento já apresenta a quantidade de amostras que precisamos fazer para o atendimento da população. Além disso, a nossa controladora, a Iguá Saneamento também determina acompanhamento rigoroso tanto no laboratório interno, que tem equipamentos e reagentes certificados de última geração, como também em laboratórios credenciados. Além disso, passamos por análises da Vigilância Sanitária e todos os dados obtidos nas avaliações vão ao Sistema de Informação para Água (Siságua) do Governo Federal”, pontua.

Monitoramento da rede de abastecimento

O monitoramento também é realizado na rede de abastecimento, isto é, ao chegar até às residências. No fim do ano passado, a Vigilância em Saúde Ambiental, a Casal e a Agreste atuaram juntas na verificação destes padrões.

"Em novembro foram realizadas coletas em dois endereços dos municípios de São Brás, Olho d’água Grande, Campo Grande, Girau do Ponciano, Lagoa da Canoa, Feira Grande e Arapiraca.  Em dezembro pegamos amostras em dois endereços nos municípios de Girau do Ponciano, Lagoa da Canoa, Feira Grande, Coité do Noia e Arapiraca. Todos as amostras tiveram conformidade com os limites de potabilidade estabelecidos pela Portaria de Consolidação N°5/2017 do Ministério da Saúde", diz Mikael Vasconcelos.

“É um trabalho incessante, que assegura que a água que chega até às torneiras das residências tenha confiabilidade. Nosso papel é garantir que todos os processos de captação e tratamento envolvam o máximo de segurança, atendam às exigências legais e funcionem de acordo com nossos padrões de excelência. Água de qualidade é certeza de saúde e bem-estar social”, enfatiza.

Presidente da Casal, Clécio Falcão ressalta que a Companhia mantém o controle rigoroso da qualidade da água que distribui em todos os 77 municípios onde opera os sistemas, tanto no Agreste quanto nas demais regiões.

“O saneamento é um viés de saúde pública muito importante. Basta lembrar que a chegada da água canalizada, tratada e de qualidade foi um dos fatores que contribuíram para a redução da mortalidade infantil em todas as localidades de Alagoas. Por isso, não medimos esforços para levar esse produto sempre dentro do que preconizam os órgãos de controle, visando ao bem-estar da população e à qualidade de vida. Em todas as suas Unidades de Negócio a Casal mantém laboratórios de análise da água devidamente equipados e pessoal técnico qualificado, a exemplo de Arapiraca por meio da parceria com a Agreste Saneamento”, acrescentou Clécio Falcão.

Importância da qualidade da água

Dados da Organização Mundial da Saúde apontam que mais de dois bilhões de pessoas ao redor do mundo fazem uso de água sem tratamento adequado. A água apropriada para consumo humano deve ser sem gosto, sem odor, cristalina e livre de substâncias que podem causar o adoecimento como vírus e bactérias, entre outros aspectos.

Sistemas de abastecimento de água com rigorosos padrões de qualidade beneficiam diretamente a população, com a melhoria em seu bem-estar. “À medida que os esforços em torno da eficiência dos serviços de abastecimento de água são ampliados e contínuos, diminui-se a incidência de doenças relacionadas à água e isso se traduz na saúde, principalmente entre os mais vulneráveis”, acrescenta Angela Lins, diretora geral da Agreste Saneamento.

 

 

Moradores de Campo Alegre bloqueiam AL 220 e pedem construção de retorno e passarela

  • Adalberto Custódio
  • 02/03/2021 08:52
  • Agreste
Foto: Cortesia - CadaMinuto
Protesto Campo Alegre

Moradores da cidade de Campo Alegre, localizada na região Agreste do Estado, realizam neste momento um protesto no trecho urbano da rodovia AL 220, que está bloqueada no sentido para quem viaja de Maceió à Arapiraca. Com faixas e cartazes em punho, os manifestantes bloquearam a pista com pneus, galhos de árvores e atearam fogo.

O motivo do protesto foram as mudanças impostas pela obra de duplicação daquela rodovia, que segue desprovida de quebra-molas, sinalização, passarelas, além de retornos muito distantes. 

Os moradores reclamam da falta de passarelas para pedestres. Segundo eles, a cidade ficou segregada e para atravessar de um lado a outro se arriscam na travessia em pequenas passagens deixadas na mureta. Eles relatam que precisam dividir o mesmo espaço com motos, bicicletas, cavalos e até os cadeirantes e deficientes visuais precisam utilizar esse pequeno espaço para atravessar a rodovia.

O grupo também reclama da distância dos retornos para veículos, A falta de um retorno ou girador no trecho urbano obriga os motoristas se deslocarem até os povoados Pimenteira e Belo Horizonte a fim de chegarem do outro lado da rodovia.

De acordo com uma fonte do Minuto Arapiraca em Campo Alegre, os manifestantes aguardam a chegada de algum representante do DER ou do Governo do Estado para somente após algum entendimento, desbloquearem a rodovia.

Confira o vídeo enviado por um internauta:

 

 

Hospital Regional opera na capacidade máxima por conta dos atendimentos a pacientes com Covid

  • Redação com Assessoria
  • 28/02/2021 08:16
  • Agreste

O setor de COVID-19 do Hospital Regional Nossa Senhora do Bom Conselho, em Arapiraca, está operando com capacidade máxima.

Atualmente mais de 90% dos leitos estão ocupados. Dos 10 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) disponíveis no local, nove estão com pacientes. Já na área de enfermaria há apenas duas vagas.

O constante aumento de casos e a superlotação da unidade estão preocupando diretores e profissionais do hospital, que têm alertado a população para os riscos da doença e a importância da prevenção.

“O número de casos positivos está aumentando todos os dias em Arapiraca e por todo Estado. É essencial que cada um faça sua parte e siga todas as medidas de segurança, como usar máscara, higienizar as mãos com álcool e manter distanciamento social”, comentou o diretor médico Ulisses Pereira.

Ele também destacou o trabalhou da equipe que está na linha de frente. “Estamos todos em alerta. Todos os dias recebemos novos pacientes e os profissionais estão se dedicando muito para tentar salvar a vida deles. Mas o número de leitos não suportará um novo aumento”, colocou.

Desde maio, o Hospital Regional de Arapiraca atende pacientes com coronavírus. Uma reforma no estabelecimento garantiu um setor exclusivo para os casos.

“Muitos investimentos foram feitos, tanto em aumento de pessoal quanto na melhoria da estrutura. Mas a população precisa ter consciência de que ainda estamos em pandemia, que todos precisam se cuidar evitando aglomerações afim de contermos o contágio”, disse o provedor do Hospital, Magela Pirauá.

TRE e SSP se reúnem para discutir eleição suplementar de Campo Grande

  • Redação
  • 23/02/2021 08:00
  • Agreste
Portal 7 Segundos
Sede da Prefeitura de Campo Grande

Os moradores do município de Campo Grande irão as urnas para a eleição suplementar no dia 11 de abril. Nesta segunda-feira (22), o presidente e o vice e corregedor do Tribunal Regional Eleitoral de Alagoas (TRE/AL), desembargadores Otávio Leão Praxedes e Washington Luiz Damasceno Freitas, se reuniram com representantes dos órgãos de segurança pública para tratar sobre o plano integrado de segurança.

Na reunião, representantes da Polícia Federal (PF), da Secretaria de Defesa Social (SDS), da Polícia Militar de Alagoas (PM/AL), do Conselho de Segurança Pública e da Associação dos Magistrados de Alagoas (Almagis), além do juiz eleitoral Raul Cabus, responsável pela 20ª Zona Eleitoral, estavam presentes. O juiz auxiliar da Corregedoria, Ivan Brito, o diretor-geral do TRE, Maurício Omena, a assessora especial da Presidência, Valeska Emídio e o coordenador de Serviços Gerais, André Bonaparte, também participaram da reunião.

Entre os temas abordados na reunião, destaque para o reforço no quantitativo de policiais federais, militares e civis na região alguns dias antes do pleito e a intensificação de ações de combate à compra de votos e propaganda eleitoral irregular também por parte das forças policiais.

“A eleição suplementar ocorrerá no dia 11 de abril mas é muito importante que os órgãos que integram a segurança pública tenham planejamentos individuais que se integram no plano de segurança, garantindo o bom andamento dos trabalhos eleitorais no município e a segurança de eleitores e candidatos”, evidenciou o presidente do TRE/AL, desembargador Otávio Leão Praxedes.