A Polícia Civil de Alagoas está ajudando nas investigações que visam esclarecer o assassinato do delegado regional de Caruaru (PE), Fernando Machado, morto no domingo (22), na cidade de Palmares, na Zona da Mata Sul de Pernambuco.

O apoio foi solicitado pela polícia pernambucana, em contatos feitos com o delegado-geral da PC de Alagoas, Marcílio Barenco, e com o delegado-geral ajunto, José Edson de Freitas Júnior. “Estamos oferecendo apoios material, logístico e de pessoal”, disse José Edson.

A necessidade da ajuda ficou mais evidente depois que o carro do delegado morto, um Pólo preto, de placa KHQ - 8529, foi encontrado em um canavial pertencente ao Engenho Oriental, ainda no lado pernambucano mas já próximo à divisa com Alagoas.

“Devido à posição geográfica do local onde o carro foi encontrado, existe a suspeita de que os assassinos possam ter se deslocado para o território alagoano”, afirma o delegado pernambucano Osvaldo Morais, que participa das investigações.

No carro de Fernando Machado, foram encontradas manchas de sangue, uma camisa e até a sobremesa que o delegado estava comendo antes de ser abordado pelos três homens que o assassinaram. Todos os materiais foram recolhidos e encaminhados ao Instituto de Criminalística (IC), no Recife, onde serão submetidos a análises, em busca de pistas dos atiradores.