A comissão de divulgação do espetáculo da Paixão de Cristo de Arapiraca divulgou, na manhã desta sexta-feira (12), os nomes de dois novos atores que farão parte do elenco da 15ª edição do evento, programado para acontecer nos dias 1, 2 e 3 de abril no Morro Santo da Massaranduba, em Arapiraca.

O casal de atores Thiago Fragoso e Cristiana Oliveira, conhecidos nacionalmente, principalmente pela atuação em telenovelas, participarão do espetáculo arapiraquense, atuando, respectivamente, nos papéis de Pôncio Pilatos e Maria.

Thiago Fragoso, apesar dos vários trabalhos na televisão, teatro e no cinema, se popularizou ao protagonizar o papel de Marcos, na novela O Profeta, da Rede Globo. Já a atriz Cristiana Oliveira teve, em 1990, um dos trabalhos mais marcantes de sua carreira, ao protagonizar a pantaneira Juma, na novela Pantanal, da extinta TV Manchete.

O casal de atores estará em Arapiraca no dia 22 deste mês, onde concederão uma entrevista coletiva a partir das 9 horas no Teatro do Sesi, no bairro Primavera. Durante a tarde, Thiago Fragoso e Cristiana Oliveira estarão gravando o VT para a divulgação do evento. Os atores retornarão a Arapiraca no dia 30 de março, onde ensaiarão seus papéis. Nos três dias seguintes, Thiago e Cristiana dividirão o elenco da Paixão de Cristo, ao lado de outros 200 atores, inclusive figurantes.

O elenco principal ainda terá a participação da modelo e Miss Alagoas 2009, Ana Carolina, que fará o papel de Madalena. O papel de Jesus Cristo continua sob o comando do ator arapiraquense Marcos Cordeiro. O ator Homero Cavalcante fará Caifás, enquanto Aemerson Barros será um dos sacerdotes.

 

 

BIOGRAFIA DE CRISTIANA OLIVEIRA

A atriz Cristiana Oliveira (46) começou a carreira como modelo aos vinte anos, viajando para Alemanha e Espanha. Em 1988 trabalhou no jornal O Globo como repórter de comportamento, no segundo caderno. No mesmo ano, gravou um comercial com a direção de Walter Salles Jr. e, com este comercial, foi chamada à extinta TV Manchete por Jayme Monjardim, para um teste para o programa de clipes musicais Shock. Acabou fazendo teste não para o programa e sim para a telenovela Kananga do Japão, para o papel da protagonista Dora. Com a desistência da atriz Bia Seidl, que seria a Hannah, uma judia, Cristiana foi colocada em seu lugar.

Em 1989 começou a gravar Pantanal, no papel de Juma, que inicialmente seria para a atriz Glória Pires. Mas Cristiana se ofereceu para fazê-lo, já que havia se apaixonado pelo papel ao ler a sinopse. A telenovela foi um grande sucesso, derrubando a audiência da TV Globo e virando um marco na teledramaturgia brasileira. Cristiana Oliveira, com este trabalho, ganhou prêmios no Brasil e no exterior.

Em 1992, foi contratada pela TV Globo, para fazer a telenovela De Corpo e Alma, de Glória Perez, dirigida por Roberto Talma. Na mesma emissora ainda participou das seguintes telenovelas: Quatro por Quatro, Salsa e Merengue, Corpo Dourado, Vila Madalena, Porto dos Milagres, O Clone, Kubanacan, Malhação, Sete Pecados e Paraíso. Também atuou no papel de Marinalva, na minissérie Memorial de Maria Moura, e como Carminha, em Amazônia, de Galvez a Chico Mendes.

Cristiana Oliveira ainda atuou nas séries “A Diarista”, “Casos e Acasos” e “Faça sua História”, além dos filmes Gatão de Meia Idade, Nossa Senhora de Caravaggio e Os Trapalhões e a Árvore da Juventude, além de várias peças no teatro.

 

BIOGRAFIA DE THIAGO FRAGOSO

O ator Thiago Fragoso (28) começou sua carreira teatral em 1989, aos nove anos de idade, em um grupo de teatro amador na Tijuca, no Rio de Janeiro. Aos onze começou sua carreira profissional com o musical Os Sinos da Candelária, baseado no massacre de meninos de rua na igreja carioca em 1993. Desde então não parou mais e participou de mais de sessenta trabalhos profissionais.

Sua formação passou por duas companhias teatrais no Rio, onde trabalhou com clássicos do teatro brasileiro e mundial; em 2003 e 2004 foi convidado a participar como esquete convidada do Circuito Carioca de Esquetes; em 2001 teve um espetáculo selecionado para a mostra "Frinji" do Festival de Teatro de Curitiba; fez inúmeros workshops e cursos de formação de voz, corpo, interpretação, dança e canto com diversos profissionais como Amir Haddad, Luis Melo, Leila Mendes, Marilena Bibas, Juliana Carneiro da Cunha, Michel Bercovitch e Felipe Abreu em instituições diversas como Uni-Rio, Casa das Artes de Laranjeiras, Studio Escola de Atores, dentre outras. Ganhou e foi indicado a diversos prêmios de ator, dentre eles "Melhor Ator" no Prêmio Contigo 2007 pela novela O Profeta e ganhou o mesmo prêmio na categoria "Par Romântico" pela mesma novela.

Fez intercâmbio para os Estados Unidos em 1998 e morou durante um ano no Alabama onde se formou na Lamar County High School. O ator teve aulas de literatura americana e inglesa e até hoje é capaz de declamar trechos de Macbeth, de Shakespeare, em inglês. Participou de duas peças teatrais em um grupo de artes dramáticas escolar e ganhou o prêmio de "Melhor Ator do Ano" na cerimônia de graduação.

Sua estréia no cinema ocorreu em 2001, com o filme A Partilha, baseado na obra de Miguel Falabella e dirigido por Daniel Filho. Em 2005 fez uma participação especial no Sítio do Picapau Amarelo, interpretando o Príncipe Rabicó. É casado com a atriz Mariana Vaz.

Um de seus trabalhos mais importantes foi na novela O Profeta, na Globo, remake de telenovela homônima, onde interpreta um jovem com poderes premonitórios com forte ambição. Esse personagem foi criado por Ivani Ribeiro.

Gravou uma música para a versão brasileira do CD da trilha sonora do filme High School Musical 2, ao lado de Itauana Ciribelli, que se chama "Você é a Música em Mim" (versão de "You Are the Music In Me").

Participou do episódio "A Classe Média vai ao Paraíso", da série Toma Lá Dá Cá, como o deputado corrupto Ícaro Mojave que se casou com Isadora (Fernanda Souza). Apesar de ter participado só deste episódio, seu personagem continuou "existindo" na série. Mesmo depois de sua morte, dita no episódio "A Vida é uma Roleta", Ícaro continua sendo lembrado por Isadora.

Thiago Fragoso já atuou nas seguintes novelas: Perdidos de Amor (1996), Laços de Família (2000), Estrela Guia (2001), O Clone (2001), Agora é que são elas (2003), Senhora do Destino (2004), O Profeta (2006) e Negócio da China (2008). Em minisséries, recentemente atuou em Dalva e Herivelto – Uma canção de amor e na Casa das Sete Mulheres, no ano de 2003. Os principais seriados foram: Guerra e Paz, Toma Lá Dá Cá, Casos e Acasos, Sítio do Picapau Amarelo, Zorra Total, Sexo Frágil, Malhação e Confissões de Adolescente, além de várias atuações no teatro e no cinema.