Depois que o deputado petista Paulão indagou da tribuna quem nomeou os parentes do deputado afastado Cícero Ferro (PMN), o arapiraquense Ricardo Nezinho (PT do B) assumiu as nomeações, apenas dizendo que mãe dos nomeados: Paulo Cardoso Ferro e Maria Luz Cardoso Ferro, é prima da mãe de Cícero.

Paulão chamou atenção da Mesa Diretora da Assembleia que existe uma lei proibindo o nepotismo. Também o parlamentar petista estranhou quando da última vez que Cícero Ferro foi a casa Tavares Bastos, estava escoltado com a segurança de dez militares. O deputado estranhou a forte segurança, no momento, em que Alagoas passa por uma série crise na segurança, onde a violência tomou conta do Estado.

O petista solicitou ao presidente da Assembléia, deputado tucano Fernando Toledo é preciso colocar a polícia na rua, e por isso, desejava saber do Comando Militar e da própria Secretaria de Defesa Social quais as autoridades que se utilizam dos militares e civis para fazer sua segurança pessoal.

Para ele, enquanto o povo anda assustado com a violência e sem segurança, um parlamentar com problema na Justiça aparece na Assembleia com dez militares lhe dando garantia. Paulão acha que o Governo do Estado tem co-participação nesse absurdo, onde poderia esses militares ao invés de dar segurança a pessoa privilegiada, estaria na rua combatendo a violência, onde hoje Alagoas é um dos Estados mais violento do Brasil.