Cerca de 150 taxistas de Maceió realizaram na manhã de hoje (24)uma carreata em direção ao Palácio República dos Palmares. A manifestação da categoria é para questionar uma portaria do Governo do Estado publicada em dezembro de 2008 onde garante a isenção do IPVA apenas para aqueles que estejam quites com o INSS retroativo.

A decisão gerou insatisfação a categoria que pretende com o protesto conseguir uma audiência com algum representante da Secretaria de Finanças do Estado.

Segundo o presidente do Sindicato dos Taxistas Ubiracy Correia, a cobrança do IPVA para a categoria ocasiona grande impacto no bolso dos profissionais. Correia explica que os táxis com finais de placa 1 e 2 já receberam a cobrança, que chega a um valor de R$ 800,00. “Fica impossível o pagamento desse valor. Até agora ninguém pagou. A isenção do IPVA é um direito nosso, garantido por lei”, coloca o presidente.

Desde dezembro do ano passado, quando a portaria foi publicada, os taxistas tentar conseguir audiência com o governador do Estado, Teotônio Vilela, mas sem êxito. Eles explicam vão procurar os meios legais caso não consigam uma solução para o problema.

Ao chegar no Palácio do Governo, a categoria conseguiu uma reunião, que deve começar em instantes, entre uma comissão do Sindicato dos Taxistas e Aída Barros, superintendente da Receita Estadual da Secretaria da Fazenda. Os taxistas que haviam bloqueado a rua Cincinato Pinto liberaram o local e aguardam o resultado do encontro.