Policiais da Operação Asfixia voltaram a atuar na periferia de Maceió, neste final de semana. Ao passar pela ponte da pista nova do Feitosa, os policiais foram informados que um elemento portando uma arma de fogo, tipo revólver, tinha praticado um assalto em frente à discoteca Sítio Bar, na Rua Desembargador Hélio Cabral.

O deslocamento dos policiais foi rápido e logo um suspeito foi localizado. “O rapaz chegou a sacar a arma mais viu que não tinha chance de fugir”, declarou o coordenador da operação, Jeferson Gomes.

O suspeito foi identificado como Fábio Clebson da Silva, que acabou preso por crime de roubo e autuado em flagrante, com base no Artigo 157 do CPB.

Logo após a prisão de Fábio, os policiais localizaram a vítima do assalto. José Iran Calado da Silva declarou ter entregado seu único real, sob a ameaça de perder a vida. “Ele disse que se eu não passasse todo dinheiro, ele atiraria em mim”, declarou Iran.

“Assim que chegamos ao local eu vi o suspeito na esquina de tocaia já esperando outra vítima e ao me aproximar com toda equipe vimos quando ele sacou a arma e nos sacamos as nossas. No entanto, antes que efetuássemos qualquer disparo ele decidiu jogar a arma fora e tentar correr. Foi quando efetuamos sua prisão”, explicou o chefe da equipe - policial José Cláudio, que trabalha na Delegacia de Ouro Branco.