Foto: Vanessa Alencar/CadaMinuto/Arquivo 1389906216844 Deputado Dudu Hollanda

O deputado estadual Dudu Hollanda (PSD) confidenciou a amigos sua angústia com a repercussão da negativa, por parte da (agora ex-namorada), Meiry Emanuella, dos crimes denunciados esta semana por ele, envolvendo o prefeito de Maribondo, Leopoldo Pedrosa, ex-marido de Meiry.

Segundo pessoas próximas ao deputado, que é candidato à reeleição, Dudu garante ter sido vítima de uma “armadilha” e assegura ter feito “com destemor, o que precisava ser fazer”.

Ele também acredita que a suposta vítima permanece sob ameaça de Leopoldo.

O deputado estadual procurou a Seção Antissequestro da Divisão Especial de Investigações e Capturas (Deic), da Polícia Civil de Alagoas, para denunciar que Meiry foi sequestrada e torturada a mando do prefeito, que já esteve preso, com base na Lei Maria da Penha, por agressão contra ela.

Ontem, no entanto, o procurador-geral de Justiça, Alfredo Gaspar de Mendonça, revelou que, em depoimento, a ex-namorada do parlamentar negou ter sido vítima dos crimes denunciados por Hollanda. 

Na PC, o caso está com o delegado Thiago Prado.