0ab8027c b04e 4a4a 9b3d ef970469c646

A cantora e compositora baiana Daniela Mercury desabafou no palco do Festival de Inverno de Garanhuns, em Pernambuco na madrugada deste domingo (22) sobre a proibição por parte da prefeitura da execução do espetáculo teatral que traz Jesus como um transexual.

“Nos choca profundamente que os políticos desse país censurem uma peça de teatro. Arte não tem dogma. É critica social. É essencialmente livre. É singular. A arte é para incomodar. Para fazer pensar, refletir. Não existe civilização sem liberdade. Não em venha  agora com ignorância absurda para conceituar o que é arte. Censurar uma peça de teatro por convicções é um absurdo. A nossa constituição nos permite dialogar com os símbolos religiosos  e falar sobre eles. Nossa constituição não é a  Bíblia.

Eu sinto vergonha pelos políticos que fazem isso com as pessoas. É desumanidade, maldade, ruindade. Jesus Cristo eu estou aqui. Eu sou gay. Eu sou lésbica e daí?"

Contrariada, Daniela encerrou o desabafo com uma música de Renato Russo: “Bicho escroto saia dos esgotos. Bichos escrotos venham me pegar..."

O desabafo de Daniela é  sobre a censura  do Secretário de Cultura do Estado de Pernambuco  e  a retirada da peça da programação do FIG2018.

Escrita pela autora trans inglesa Jo Clifford (que em 2006, aos 56 anos, abriu mão do nome John), a peça traz Renata Carvalho interpretando Jesus como se ele vivesse nos dias atuais como uma travesti, e provoca reflexões sobre temas como gênero e inclusão.

O  Festival de  Inverno iniciado dia 19 de julho tem seu término no domingo,28 de julho.