Foto: Luciana Beder/Cada Minuto A33517f4 f9e8 4348 b76b bd6232ee3df0 Reunião foi realizada na manhã desta quarta-feira (18)

Durante a reunião entre os moradores dos conjuntos Graciliano Ramos e Village Campestre I e II e a Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT) ficou decidido que os coletivos vão voltar a circular normalmente com o itinerário antigo e que o novo proposto pelo órgão será suspenso. Entretanto, foi dado um prazo de 30 dias para que a SMTT  faça um novo estudo sobre a situação.

Os moradores comemoraram a suspensão e disseram que vão continuar fiscalizando para que não haja mais modificações no itinerário. "Todos os dias a população dos dois conjuntos já enfrentam ônibus superlotados, principalmente nos horários de pico e estamos felizes já que a comunidade foi ouvida", disse Sirley dos Santos.

O protesto durou três dias e começou após a SMTT anunciar a mudança no itinerário dos ônibus que atendem os dois conjuntos. Segundo o órgão, as mudanças aumentariam o número de viagens dos coletivos, diminuindo a espera da população nos pontos de ônibus.

Ainda segundo o órgão, as alterações foram feitas de acordo com o previsto no edital da licitação do transporte coletivo ocorrida em 2015. 

"A mudança não teve nenhuma ilegalidade, nós tivemos reuniões com representantes das comunidades e a  SMTT está sempre aberta a recebê-los e atender a população, mas mesmo antes de experimentar a mudança, já tivemos ações truculentas, me perdoem a palavra. Nós pedimos que a comunidade libere os terminais e experimente a mudança", disse o superintendente Antônio Moura.