Foto: Reprodução/Arquivo Fdccff5a e76b 4254 848b c24d934646aa Renan Calheiros

Em novo vídeo divulgado em suas redes sociais, o senador Renan Calheiros (MDB) voltou a defender que o ex-presidente Lula (PT) foi acusado, denunciado, condenado e preso “sem provas”.

 

O senador foi além e acusou o juiz Sério Moro de insubordinação: “Um desembargador federal mandou soltar Lula e um juiz de instância inferior descumpriu a ordem. Isso tem prova. O desembargador mandou soltar Lula de novo. E num ato de insubordinação ninguém cumpriu a ordem. Isso tem prova”.

 

Calheiros prosseguiu, elencando o que acredita serem as provas das injustiças sofridas pelo petista: “O Supremo tem maioria a favor da soltura do Lula, mas o tema não é apreciado pela Corte. Isso tem prova. Lula é condenado por ser dono de um apartamento que pertence à empresa e não a ele. Isso tem prova”.

 

“Inacreditáveis são os caminhos tomados no caso do presidente Lula. Quando as provas inocentam, prende-se. Quando as provas condenam, absolve-se. São sinais trocados de uma época bipolar. Lula Livre”, concluiu.

 

Confira o vídeo: