Foto: Seris F7e6b4f2 b31b 4c1d 8807 083c6425848a Presídio de Segurança Máxima

Uma reportagem divulgada pelo jornal O Globo mostrou que alguns bilhetes que foram encontrados dentro da Penitenciária de Presidente Bernardes II, em São Paulo, ordenavam ações do Primeiro Comando da Capital (PCC) em alguns estados, entre eles Alagoas.

Segundo a reportagem, o PCC orientava os comparsas a se infiltrarem nas favelas e comunidades onde o Comando Vermelho (CV) possui domínio do tráfico de drogas, misturando-se aos cidadãos comuns, a quem se referem como “zé povinho”.

A estratégia foi suspender a cobrança de mensalidades de todos os traficantes que se aliem ao PCC no estado, para tornar a troca de facção vantajosa. Em uma mensagem, dizem que CV cobra um percentual de 30% das vendas das drogas em Alagoas.

A Secretaria de Estado de Ressocialização e Inclusão Social (Seris) informou ao Cada Minuto que Alagoas “mantém o controle dentro das unidades prisionais” graças ao trabalho diuturno dos agentes penitenciários.

Além disto, a Seris disse que é realizado um controle diário dos detentos, as visitas são feitas com rigor, há um cronograma que deve ser seguido dentro das carceragens e que existe o Regime Disciplinar Diferenciado (RDD) quando é detectado que algum detento está com algum tipo de comportamento inapropriado.

*com informações do Globo.com